Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

LoL: Novos emotes do Orgulho oficializam que Twisted Fate e Graves são um casal

LoL: Novos emotes do Orgulho oficializam que Twisted Fate e Graves são um casal
3

Após os emotes de Leona e Diana lançados em 2021, neste ano chegou a vez de outro casal do LoL ser oficializado: Graves e Twisted Fate

O patch 12.10 trará diversas novidades ao League of Legends, como os nerfs nas mecânicas de cura e dano, mas uma das mais aguardadas pela comunidade de fãs do MOBA são os emotes do Orgulho, temáticos do Mês do Orgulho LGBTQIAP+, comemorado em junho em celebração à Revolta de Stonewall.

Em 2021, a Riot Games lançou emotes de Diana e Leona juntas, além de um conto no qual a desenvolvedora oficializa que as campeãs já tiveram um relacionamento amoroso. Em 2022 parece que um novo casal se tornou (ainda mais) real: Twisted Fate e Graves.

Novos emotes do Orgulho

De acordo com o site Surrender@20, já estão disponíveis no PBE os emotes, que devem chegar ao LoL no patch 12.10, previsto para 25 de maio, de acordo com o cronograma de atualizações da Riot.

Serão lançados três emotes, sendo um de um Poro com um arco-íris, e dois de TF e Graves, que em inglês são chamados de "Accepted, Partners in Crime" o que em português significa algo como "Aceito, Parceiros de Crime".

A comunidade de LoL acredita que o emote no qual TF abraça Graves é uma referência ao filme O Segredo de Brokeback Mountain.

Emote Accepted, Partners in Crime - League of Legends
Emote Accepted, Partners in Crime - League of Legends
Emote Orgulho 2022 - League of Legends
League of Legends

Reação da comunidade

Apesar de vários comentários homofóbicos terem pipocado nas redes sociais, a comunidade de pessoas LGBTQIAP+ e aliadas ficou muito feliz com a futura chegada dos emotes e com a confirmação de Graves e Twisted Fate como um casal.

Agora a comunidade fica na expectativa para que Twisted Fate e Graves também recebam um conto, assim como Leona e Diana - vale lembrar que há anos muitos jogadores tratam estes campeões como um casal, por isso ficaram tão felizes.

Vale ressaltar também o conto Sorte e Destino, publicado em 2015, no qual ambos aparecem juntos e empolgaram diversos fãs desde então.

Veja abaixo fanarts e memes positivos feitos sobre o tema:

A verdade é que eles sempre foram um casal

Muito antes de Graves ter uma animação fofa em uma de suas skins, na qual faz referência ao TF, os fãs de LoL já shipam eles como um casal. A história de ambos se entrelaça o tempo inteiro em suas respectivas lores e eles já apareceram trabalhando juntos em diversos conteúdos da Riot, como na animação Virando o Jogo, de Legends of Runeterra.

Para muito além disso, a escritora Devon Giehl, que já trabalhou na desenvolvedora e era conhecida como Runaan, afirmou ter sugerido que ambos fossem apresentados como um casal há anos.

No entanto, ela revelou ter sido desrespeitada e ignorada diversas vezes ao falar sobre esse tema. "TF e Graves são casados e eu plantei a semente dessa ideia na Riot, embora eu só tenha enfrentado problemas toda vez que falava sobre isso".

"Um dos meus gerentes agressivamente sempre me mandava calar a boca toda vez que eu sugeria algo sobre a dinâmica entre eles, e depois levava todo o crédito por minhas ideias na época do evento de Águas de Sentina", revelou a escritora, que atualmente trabalha como produtora da premiada animação da Netflix O Príncipe Dragão.

Com a possibilidade iminente de ambos ganharem um conto, Devon está eufórica no Twitter, embora tenha deixado bem explicado que se sente brava e frustrada pelas situações ruins que passou enquanto trabalhava para a Riot - ela trabalhou para a desenvolvedora entre fevereiro de 2011 e agosto de 2015.

Em seu perfil na rede social, ela vem retuitando diversas fanarts do casal, afirmando que não consegue parar de falar sobre eles. A escritora revelou até mesmo que, enquanto ainda trabalhava para a Riot, escreveu uma fanfic sobre Graves e TF, que ela fez questão de publicar recentemente, para que toda a comunidade possa ler.

Vale lembrar que a Riot Games já foi processada pelo governo da Califórnia, nos Estados Unidos, sendo acusada de manter e perpetuar atos de discriminação de gênero contra mulheres, como machismo, sexismo, diferenças salariais, entre outros. A empresa concordou em encerrar o processo ao pagar US$ 100 milhões para mais de 2 mil mulheres funcionárias e ex-funcionárias.

Nos últimos anos, a desenvolvedora vem tirando o atraso do seu comprometimento com a comunidade LGBTQIAP+. No texto abaixo você encontra diversas informações sobre os Rainbow Rioters, grupo de funcionários LGBTQIA + da empresa, que têm como missão promover comunidades inclusivas dentro da Riot além de ajudar os jogadores sub-representados a se sentirem seguros, valorizados e celebrados.

Conheça os Rainbow Rioters, grupo de funcionários LGBTQIA+ da Riot

Dana Luery Shaw, autora da primeira história homoafetiva de League of Legends, contou um pouco sobre o grupo

Conheça 10 personagens LGBTQIAP+ dos games

Em homenagem ao Dia Internacional do Orgulho LGBQTIAP+ selecionamos personagens inseridos nos jogos de esports que em suas histórias revelam fazer parte da comunidade

Diana e Leona e a representatividade lésbica em League of Legends

Entrevistamos Dana Luery Shaw, autora do conto que canonizou o primeiro casal LGBTQIA + do universo de LoL

influenciadores
Fundadora do Joga Sapatão fala sobre importância do coletivo de streamers lésbicas

Aryzete enaltece união de criadoras de conteúdo na luta mais visibilidade e no combate à discriminação de gênero

esports-lol
Pro player de LoL, Biofrost revela ser gay e pede maior conscientização contra homofobia nos esports

Tetracampeão da LCS, Biofrost se sentiu seguro para compartilhar sua orientação sexual com a comunidade LoL e revelou ter sofrido preconceito entre sua família e também nos esports

3
Beatriz Coutinho
Bia  - Repórter

Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.

Raaposo há 8 meses

Já tá chato já, onde q eu olho tem uma empresa forçando lgbt so pra fazer marketing, isso tá na cara.

João Lucas de Araújo Silva há 8 meses

Ficou muito bonitim pena que parece que vão adiar..

O Antedeguemon de Brasília há 8 meses

Invés de criar personagem novo tem que ficar criando coisa aí, próximo ano vai ser oq? Ezreal e Taric?

Mais Reportagens

19:06 Ekko: Runas, builds e guia do campeão do LoL para jogar no meio
17:15 Este duo de campeãs do LoL está destruindo a SoloQ
15:18 CBLOL: "Vocês estão muito em choque", diz Dynquedo sobre reações da torcida da paiN
11:54 ChatGPT saudosista: Para IA, brTT ainda é o melhor ADC do Brasil
11:43 Pro players de LoL ignoram proibição da Riot Games e causam polêmica no competitivo
09:11 Solução LoLdle 2 de fevereiro: "Anyone got a match?", classic, skill, splash, emoji e mais
19:06 Rammus: Runas, builds e guia do campeão do LoL para jogar como caçador
17:06 Prévia do patch 13.3 do LoL revela buffs para suportes tanques, nerf para K'Sante e mais
16:54 Darius: Runas, builds e guia do campeão do LoL para jogar no topo
13:25 Shen: Runas, build e guia do campeão de LoL para jogar no top

Recomendados

Guia do 1º split do CBLOL 2023: tabela, times, jogos, ingressos e mais informações
Tier list 13.1b e guia dos melhores campeões de LoL
7 curiosidades sobre League of Legends que você não conhecia

Descubra guias

Tier list 13.1b e guia dos melhores campeões de LoL
Mordekaiser: Runas, builds e guia do campeão de LoL para jogar no topo
Darius: Runas, builds e guia do campeão do LoL para jogar no topo