Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

LoL: Relembre as campanhas de equipes brasileiras no Worlds

LoL: Relembre as campanhas de equipes brasileiras no Worlds
0

Seis times já representaram o Brasil no Worlds e nesta lista destacamos como foram as campanhas de todas elas

A primeira vez na qual o Brasil disputou o Mundial de League of Legends foi em 2014. Desde então, seis times representaram nosso país no campeonato que reúne as melhores equipes do mundo inteiro. Nesta lista, o MGG Brasil relembra todas as campanhas brasileiras no Worlds de LoL, destacando os principais acontecimentos, as line-ups de cada época e o desempenho de cada organização ao longo dos anos.

2014 - KaBuM!

Após vencer a CNB por 3 a 1 na Final Regional Brasileira, a KaBuM disputou o International WildCard Tournament (IWCT) e garantiu sua vaga no Mundial 2014. Na época, a line-up da organização contava com Pedro "LEP" Marcari, Daniel "Danagorn" Drummond, Thiago "Tinowns" Sartori, Gustavo "Minerva" Queiroz e Daniel "dans" Dias.

A KaBuM! ficou no Grupo D, com NaJin White Shield, Cloud9 e Alliance. Apesar de não ter mostrado um bom desempenho, o destaque da organização brasileira ficou na última partida que disputou, contra a gigante europeia Alliance, que foi derrotada pelos brasileiros em uma partida emocionante para os fãs dos ninjas.

De certa forma, este resultado ajudou a Cloud9 a se classificar para os playoffs e por conta disso, até hoje a equipe estadunidense faz memes agradecendo ao Brasil pela vitória.

2015 - paiN Gaming

Conhecida por muitos da comunidade como a melhor campanha brasileira em um torneio internacional de LoL, o primeiro passo da paiN para chegar ao Mundial foi vencer a INTZ no 2º split do CBLOL 2015. Aquela final foi memorável para muitos torcedores, por ter sido realizada no estádio Allianz Parque, em São Paulo.

O segundo passo foi disputar o IWCT, no qual a equipe venceu todas as partidas que jogou contra Kaos Latin Gamers e Hard Random.

Já no Worlds, Matheus "Mylon" Borges, Thúlio "SirT" Carlos, Gabriel "Kami" Bohm, Felipe "brTT" Gonçalves e Hugo "Dioud" Padioleau surpreenderam o mundo ao vencer a Flash Wolves em uma partida que levou a torcida brasileira à loucura. A paiN também venceu a equipe estadunidense CLG, mas perdeu outras quatro partidas, o que dificultou a vida do time brasileiro. Por conta disso, a organização não conseguiu se classificar para os playoffs do Worlds.

2016 - INTZ

Outra campanha que também deixou diversos fãs brasileiros animados foi a da INTZ no Mundial 2016. Os intrépidos chegaram ao torneio após vencer a CNB por 3 a 1 no 2º split do CBLOL e garantir um bom desempenho no International WildCard Qualifier (IWCQ), que foi disputado no Brasil, em Curitiba.

O time de Felipe "Yang" Zhao, Gabriel "Revolta" Henud, Gabriel "Tockers" Claumann, Micael "micaO" Rodrigues e Luan "Jockster" Cardoso surpreendeu o mundo inteiro ao vencer a equipe chinesa EDG, que até hoje possui uma ótima reputação no cenário competitivo internacional.

Infelizmente, esta foi a primeira e última vitória dos intrépidos no Mundial 2016, o que deixou muitos torcedores brasileiros frustrados, já que após três anos participando do torneio, nenhum time nacional foi muito longe na competição.

2017 - Team oNe

Na primeira vez em que o Mundial contou com Fase de Entrada para regiões emergentes e seeds mais baixos de grandes regiões, quem representou o Brasil foi a Team oNe, dos jogadores Alvaro "VVvert" Martins, Alanderson "4lan" Meireles, Bruno "Brucer" Pereira, João Luiz "Marfz" Piola, Luis Felipe "Absolut" Carvalho e Ygor "RedBert" Freitas.

A equipe brasileira ficou no Grupo B com Cloud9 e Dire Wolves. A Team oNe garantiu uma vitória e perdeu três partidas, mesmo resultado da Dire Wolves, o que fez com que ambas disputassem um desempate - que foi vencido pelos golden boys.

Desta maneira, a equipe brasileira disputou os playoffs da Fase de Entrada contra a equipe turca Fenerbahçe, mas finalizou sua campanha no torneio ao perder a série por 3 a 1.

2018 - KaBuM!

Conquistando não só o 1º split do CBLOL 2018, mostrando que estava vivíssima no cenário brasileiro, a KaBuM! venceu o 2º split e garantiu uma vaga no Mundial, retornando ao campeonato no qual foi a primeira a representar o país.

A equipe ficou no Grupo C da Fase de Entrada, com Cloud9 e DetonatioN FocusMe. Enquanto o time estadunidense garantiu quatro vitórias, indo direto para os playoffs dessa etapa, KaBuM e DFM empataram com uma vitória e três derrotas cada. 

No jogo de desempate, os japoneses levaram a melhor e a equipe de Luccas "Zantins" Martins, Filipe "Ranger" Brombilla, Matheus "dyNquedo" Rossini, Alexandre "TitaN" Lima e Marcelo "Riyev" Carrara foi eliminada da disputa.

2019 - Flamengo Esports

Após lutar muito por um título do CBLOL, o Flamengo conquistou o 2º split de 2019 e garantiu sua vaga no Mundial de LoL, empolgando sua torcida.

A equipe formada por Leonardo "Robo" Souza, Lee "Shrimp" Byeong-hoon, Bruno "Goku" Miyaguchi, brTT e Han "Luci" Chang-hoon ficou no Grupo D com os sul-coreanos da DAMWON Gaming (campeã mundial no ano seguinte) e Royal Youth. 

Infelizmente, a equipe rubro negra não conseguiu avançar para a Fase de Grupos. O time empatou com a RY por uma vitória e três derrotas e acabou perdendo para os turcos no desempate, o que fez os flamenguistas voltarem para o Brasil.

2020 - INTZ

Em um ano completamente atípico por conta da pandemia de Covid-19, o formato do Mundial mudou por conta da ausência dos times do Vietnã, e a INTZ retornou ao Mundial para ficar no Grupo A, contra Team Liquid, Legacy Esports, SuperMassive e MAD Lions.

O único jogador que estava na line-up intrépida de 2016 que repetiu sua participação no torneio pela INTZ foi micaO. Além dele, o time era composto por Rodrigo "Tay" Panisa, Diogo "Shini" Rogê, Bruno "Envy" Farias e RedBert - que também já havia disputa o torneio, mas pela Team oNe.

A equipe brasileira conseguiu vencer a Team Liquid, mas acabou empatando em quarto lugar com a MAD Lions, time contra o qual disputou o desempate e foi derrotada - reacendendo o debate sobre o desempenho ruim de times nacionais lá fora.

2021 - RED Canids 

Foto: Riot Games/Reprodução - League of Legends
Foto: Riot Games/Reprodução

Após se classificar para os playoffs do 2º split do CBLOL na última colocação possível e surpreender tudo e todos na grande final, vencendo a Rensga, a RED Canids garantiu sua vaga no Mundial 2021 de LoL.

A matilha brasileira ficou no Grupo A da disputa, ao lado de LNG, Hanwha Life, PEACE e Infinity. Além de ter vencido o duelo entre CBLOL e LLA, a RED mostrou um bom desempenho mesmo nos jogos que perdeu. A equipe brasileira precisou disputar um desempate contra a PEACE, no qual acabou perdendo por 3 a 2.

Apesar de ter finalizado sua participação no Mundial sem conseguir a tão sonhada classificação para a Fase de Grupos, Guilherme "GUIGO" Ruiz, Gabriel Vinicius "Aegis" Saes, Adriano "Avenger" Perassoli, Daniel "Grevthar" Xavier, Alexandre "TitaN" Lima e Gabriel "Jojo" Dzelme conseguiram bater de frente contra várias equipes.

As diferentes visões do meta do LoL em 2021 entre low e high elo

Reunimos a opinião de jogadores da fila do Grão-Mestre e do Ferro sobre o meta da temporada de 2021 do MOBA da Riot Games

Imagens censuradas do LoL que surpreenderam a comunidade

O universo de Runeterra já foi censurado de diversas formas em diferentes locais do mundo. Veja algumas das artes modificadas do LoL

Esse Jhin conseguiu o pentakill mais veloz de todos no modo URF do LoL

Nada, absolutamente nada, é impossível em League of Legends quando se trata do URF

0
Beatriz Coutinho
Bia  - Repórter

Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.

Mais Reportagens

16:12 Riot revela grandes mudanças para Jax no LoL; nova ult, ícones refeitos e mais
19:25 LoL: Rioter explica nerf "paradoxal" de Yuumi que chegará no próximo patch
18:19 League of Legends terá "o maior orçamento de todos os tempos" em 2023, declara Riot Games
17:06 Lensa: Astros do esports criam avatares em app que usa inteligência artificial
12:59 LoL: Riot esquece do campeão mais roubado e não fará mudanças a ele no próximo patch
12:53 LOUD domina Prêmio CBLOL 2022; confira os vencedores
19:31 CBLOL: Fluxo entra no competitivo de LoL; "Nosso time vai entrar para ser campeão", diz Nobru
16:29 A melhor build para o campeão mais forte do LoL no patch 12.12 não tem item mítico
12:40 Prêmio CBLOL 2022 revela lista de indicados; LOUD e Pain dominam nomeações
11:11 LoL: Qual foi o pior campeão do jogo na Temporada 12? Resposta não é o que você imagina

Recomendados

Tier list 12.22 e guia dos melhores campeões de LoL
7 curiosidades sobre League of Legends que você não conhecia
LoL: 4 vezes em que a Riot Games foi acusada de plágio

Descubra guias

Tier list 12.22 e guia dos melhores campeões de LoL
K'Sante: Runas, build e guia do campeão de LoL para jogar na rota do topo
Dicionário e glossário completo de termos e gírias de League of Legends