Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

CBLOL: "Nem eu esperava ganhar como a gente ganhou do Flamengo", diz Aegis

CBLOL: "Nem eu esperava ganhar como a gente ganhou do Flamengo", diz Aegis
0

Caçador da RED Canids comenta sobre a vitória dominante contra o Flamengo, desempenho da equipe na fase regular da competição e o que espera do confronto contra a Vorax Liberty

No último final de semana, a RED Canids garantiu a classificação para as semifinais do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) após bater o Flamengo por 3-0. Com jogos extremamente calculados e dominantes, a Matilha mostrou um jogo muito mais consistente do que havia apresentando em todo o ano para desbancar os rubro-negros, que eram favoritos para a classificação, mesmo terminando a fase regular com a confiança um pouco abalada pelos resultados.

O MGG Brasil conversou com Gabriel Vinicius "Aegis" Sae, caçador da equipe, para falar sobre a fase regular conturbada, a saída prematura de um dos treinadores, evolução para os playoffs e a entrada de Daniel "Grevthar" Xavier em uma fase tão decisiva do campeonato. “As afobações geralmente não acontecem muito em treino e como acontecia sempre em campeonato, acabou sendo algo muito difícil e frustrante para nós”, revela o jogador que ainda comenta sobre como todo o estigma do estilo de jogo da RED Canids na comunidade afetou a forma de jogar e pensar do time no decorrer da competição.

“Começamos a jogar os jogos do campeonato com medo. Não fazíamos mais nada. Pegávamos vantagem no começo do jogo, que é a parte mais fácil para mim, mas depois não arriscamos mais nada e o jogo simplesmente acabava por inércia. Melhoramos em treino, mas chegamos nos jogos com esse medo de errar, que nos impedia de ser mais fluídos na maneira de jogar”, completa o caçador.

Em junho, a RED Canids anunciou o russo Ambrož "Phaxi" Hren como treinador da line principal de LoL. Porém, cerca de um mês depois, a organização comunicou a saída do técnico. Na ocasião, a equipe não vinha tão bem e a inconstância era muito maior do que anteriormente. Foram quatro vitórias e a mesma quantidade de derrotas - nenhum dos resultados positivos foi contra times de ponta na tabela.

“Quisemos ele (Phaxi) basicamente para termos alguma mudança, porque as coisas não estavam dando certo do jeito que estava. Quando ele chegou, era para fazer uma função, mas ele acabou querendo fazer outra e as conversas não estavam encaixando com a gente. Ele agregou bastante em disciplina conosco, ele focava muito nisso e acredito que era a prioridade dele.

Foi uma boa experiência para nós, mas depois de um tempo já não estava dando mais. Principalmente na parte do jogo, particularmente acho que nossos drafts estavam nojentos. Melhoramos bastante com ele porque acho que mostrou um caminho que precisávamos seguir. Nossas ideias eram muito diferentes e estavam entrando em conflito, então ambas as partes decidiram que o melhor era que ele não continuasse conosco ”, conta Aegis sobre a curta passagem de Phaxi na RED Canids.

Até o final da fase regular, a Matilha não era cotada como um dos times que poderiam surpreender nos playoffs. No pensamento de Aegis, os dois últimos jogos contra Rensga e FURIA eram para ter sido mais “fáceis”. Ainda segundo o caçador, o fato do medo ainda estar presente na comunicação e também nas ações do time fizeram com que o jogo não tenha sido tão agradável, mesmo com a equipe vencendo a FURIA.

“Contra a Rensga, perdemos mais no dedo do que no mapa. Tínhamos vantagem numérica em todas as trocas e perdemos todas. Foi agoniante esse jogo, poucas vezes eu passei por situações como essa”, comenta o caçador que completou falando que a forma que os jogos aconteciam passava uma visão diferente de como realmente era o nível da RED.

Com apenas uma semana de descanso e treinos para as quartas de final, a equipe apostou em mudanças para os playoffs. Desde atitude até a entrada de um novo jogador para mudar um pouco a forma que a RED jogava.

“Sentamos e conversamos para ver o que mais poderíamos mudar. Colocamos o Grevthar, treinamos e o time passou a jogar mais em conjunto, sem afobar. Nem eu esperava a gente ganhar como ganhou do Flamengo

Tínhamos alguns outros planos de jogo para essa série, mas vimos que ele (Lee "Parang" Sang-won) só jogava com dois campeões e banimos ambos (Kennen e Jayce), porque sem eles ele performa muito abaixo. A estratégia deu muito certo, o Guilherme "GUIGO" Ruiz ganhou bastante vantagem em cima dele e precisamos só ficar atacando ele na série inteira”, revela.

Reprodução: RED Canids - League of Legends
Reprodução: RED Canids

A entrada repentina de Grevthar pegou a todos de surpresa, mas Aegis conta que “já era um movimento pensado pela equipe”. Ainda segundo ele, essa mudança era para ter sido feita no meio do campeonato, mas a equipe não teve coragem de fazê-la.

“O Grevthar é um cara muito esforçado e por mais que a Academy da RED não esteja no topo, a gente sabe que ele é muito bom e era uma peça muito importante para o time. Então resolvemos testar, ele já nos conhecia e não teria um problema muito grande de adaptação. Deu muito certo e fomos com ele para o jogo. O Avenger ainda ficou aqui a semana inteira, também treinou com a gente e tinha algumas situações que ele jogaria, mas não chegamos nesse ponto”, conta o jogador.

Sobre as principais diferenças entre os dois, Aegis diz que Avenger é um cara que pensa muito na sua fase de rotas, para destruir o adversário e pegar muita vantagem em cima dele. Ou seja, para que o time todo consiga fazer uma jogada, era necessário que conseguissem a pressão necessária no meio. Por outro lado, segundo o caçador, Grevthar pensa muito mais no mapa antes de si mesmo, além de deixar tudo mais organizado dentro de jogo. “Ele meio que nos deixou na mesma página nos jogos, sem afobação e ficamos bem menos caóticos que antes”, completa.

Nas semifinais, a RED Canids enfrenta a Vorax Liberty, equipe considerada por muitos jogadores da Matilha como seu “nêmesis”. Para Aegis, os Vorazes são os adversários mais difíceis para o time, muito por conta do ótimo início de jogo que conseguem impor e também porque acabam punindo bastante as famosas “trolladas do mid game da RED.”

“Nós temos planos para jogar contra eles, até testamos nesta última partida contra eles, mas não deu muito certo, porque o early game foi um desastre. Porém, percebemos que funcionava, era o caminho para tentar equiparar forças contra eles. O que eu posso dizer é que vai ser diferente do confronto dos playoffs no primeiro split, porque naquela ocasião estávamos muito perdidos e sem estar na mesma página como um time.

Agora, estamos bem mais tranquilos para a série. E também não acho que tenha esse gap todo de nível que parece. Não acho que a Vorax é muito melhor que a RED, eles são um melhor time, mas não vejo esse gap todo. Temos bons planos para ganhar deles”, finaliza.

O CBLOL acontece todos os finais de semana às 13h com transmissões nos canais oficiais da Riot Games. Com o fim das quartas de final, Rensga e RED Canids enfrentam paiN e Vorax Liberty, respectivamente. Os jogos acontecem nos dias 21 e 22 de agosto e definem os finalistas da segunda etapa do CBLOL.

esports-lol
As 10 melhores jogadas do CBLOL

O Campeonato Brasileiro de League of Legends, mais conhecido como CBLOL, conta com uma série de jogadas incríveis em seus oito anos de história

esports
CBLOL: Líder da fase regular não é campeão desde o 2º split de 2019

Desde que o Flamengo foi campeão, a "zika" da primeira colocação assombra os times do CBLOL

CBLOL: Seleção das Quartas de Final; veja os melhores jogadores da primeira fase dos playoffs

Com jogadores de RED Canids e Rensga, confira os principais destaques das quartas de final do campeonato

0
Luis Santana
Showtana  - Redator

Estudante de jornalismo com paixão em contar histórias. Amante do cenário competitivo de League of Legends e assíduo comentarista de coisas que não sou pago para fazer.

Mais Reportagens

17:45 O campeão do LoL que pode voltar ao meta em breve e para o qual você deve estar preparado
16:08 LoL: Cápsula Prime vai acabar? Riot faz publicação que deixa comunidade apreensiva
15:42 CBLOL: Pain publica vídeo de comunicação in-game e torcida se revolta
13:30 Patch 13.3 do LoL trará buffs para suportes tradicionais, Annie e mais
12:56 Tier list 13.1b e guia dos melhores campeões de LoL
09:52 Solução LoLdle 30 de janeiro: "Joy is not an easy power to master. It infects you, becomes you"
12:00 Solução LoLdle 29 de janeiro: "I raise my iron fist to subjugate the living.", classic, skill e mais
21:14 CBLOL: Maestro e Netuno comentam vazamento de supostos drafts cometidos por FURIA e Los Grandes
12:00 LoL: Além de Caitlyn suporte na LCK, veja outras escolhas estranhas da Temporada 13 até agora
10:00 CBLOL: "Não pode acabar o split e começar férias de 4 meses", diz Terron, sócio da Los Grandes

Recomendados

Tier list 13.1b e guia dos melhores campeões de LoL
7 curiosidades sobre League of Legends que você não conhecia
LoL: 4 vezes em que a Riot Games foi acusada de plágio

Descubra guias

Tier list 13.1b e guia dos melhores campeões de LoL
Guia de como jogar de Fiora na rota do topo da 13ª Temporada de League of Legends
Dicionário e glossário completo de termos e gírias de League of Legends