Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

Riot é acusada de obrigar funcionária a excluir foto de biquíni das redes sociais e recebe críticas

Riot é acusada de obrigar funcionária a excluir foto de biquíni das redes sociais e recebe críticas
2

A Riot Games, desenvolvedora de jogos como League of Legends e Valorant, teria obrigado uma funcionária a excluir uma foto de biquíni de suas próprias redes sociais

Riot é acusada de obrigar funcionária a excluir foto de biquíni das redes sociais e recebe críticas

Na última sexta-feira (22), a Rioter Lydia, que é Engenheira de Software da Riot Games, acusou o departamento de recursos humanos da desenvolvedora de obrigar outra funcionária a excluir uma foto dela de biquíni das próprias redes sociais. O caso chamou a atenção da comunidade em sites como Twitter e Reddit, nos quais grande parte da comunidade se mostrou contra a atitude do RH da empresa dona de jogos como Valorant, League of Legends, Wild Rift, entre outros.

Riot proíbe mulheres de postar fotos com biquínis?

"Se você é uma mulher na Riot e posta uma foto usando biquíni, pode ter problemas com o RH e ter que deletar a foto. Mas se você vai até o escritório e lá estão homens andando com camisetas estampadas com modelos de biquínis há uma política que te proíbe de reclamar especificamente sobre isso", publicou Riot Lydia em seu perfil pessoal no Twitter.

Em seguida, ela afirmou que a foto da funcionária em questão provavelmente foi denunciada ao RH. Segundo Lydia, as normas do código de conduta incluem interpretações vagas sobre o que é considerado obsceno ou inapropriado, no entanto, proibir pessoas de postarem fotos em biquínis é uma forma de limitar a liberdade delas.

O tuíte foi respondido e compartilhado uma série de vezes, acumulando até o momento mais de 4 mil retuítes e 41 mil likes. Posteriormente, Lydia afirmou que uma funcionária do RH a abordou e afirmou que ela poderia explicar o que aconteceu, para que ela pudesse tentar ajudar.

Ainda assim, nas respostas ao tuíte, muitas pessoas aconselharam Lydia a não contar exclusivamente com a ajuda da Riot, afirmando que o departamento de recursos humanos a Riot serve para manter a desenvolvedora fora de problemas, e não para auxiliar funcionários.

Riot se pronuncia sobre o caso

Ao Dot Esports, a Riot Games afirmou que "não há absolutamente nada que proíba qualquer Rioter de levantar preocupações se achar que certos trajes são ofensivos".

A desenvolvedora acrescentou ainda que: "é difícil criar uma regra geral sobre o que é ou não é permitido nas mídias sociais - há muito contexto e nuances que devemos considerar em qualquer caso individual - mas posso garantir que não há uma política explícita contra postar fotos de biquíni ou fotos de maiô em geral. Nós simplesmente esperamos que todos os Rioters usem o bom senso e considerem o contexto ao postar".

Ainda assim, a empresa não revelou se, de fato, obrigou alguma funcionária a excluir fotos de biquíni. Os tuítes de Lydia sobre o tema seguem disponíveis no Twitter.

A narrativa da Riot sobre o tema não se sustenta - League of Legends
A narrativa da Riot sobre o tema não se sustenta

Discriminação de gênero e sexualização de personagens femininas

Justamente na sexta-feira, um juiz da Califórnia aprovou o histórico acordo no qual a Riot Games pagará US$ 100 milhões para mais de 2 mil mulheres funcionárias e ex-funcionárias da desenvolvedora que processaram a empresa por discriminação de gênero, assédio sexual e má conduta no ambiente de trabalho.

Conforme reportou o The Washington Post, US$ 80 milhões serão destinados aos membros da ação judicial, enquanto os US$ 20 milhões restantes serão usados para pagar os advogados e despesas legais em decorrência de todo o processo, que corria na justiça desde 2018.

Em 2021, um dos CEOs da empresa foi acusado de discriminação de gênero e assédio sexual, mas a desenvolvedora diz que conduziu uma extensa investigação envolvendo agências externas e concluiu que não houve nada de errado envolvendo Nicolo Laurent.

Vale lembrar também que há anos a Riot é criticada pela comunidade de League of Legends de sexualizar as campeãs do MOBA em diversas artes. A empresa chegou até mesmo a admitir que houve sexualização no desenvolvimento da personagem Kai'Sa.

LoL: Tier list 13.18 com guia dos melhores campeões de LoL

Veja aqui as principais escolhas para as filas ranqueadas de League of Legends de acordo com o patch atual e saiba com quais personagens jogar para ter mais chances de sucesso

O LoL tem campeões demais? Comunidade discute se o jogo está ruim por conta disso

A Temporada 12 de League of Legends vem sendo uma grande tormenta na vida dos jogadores, que não estão felizes com as decisões que a Riot vem tomando e apontam que o problema do jogo é ter campeões demais

Um League of Legends 2 é possível? Um ex-funcionário da Riot responde à comunidade

Parte da comunidade do MOBA sempre achou que o jogo precisa de uma reforma completa para se adaptar aos novos tempos, mas será que a desenvolvedora sequer considera fazer isso?

2
Beatriz Coutinho
Bia  - Repórter

Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.

Dennis Confessor há 1 ano

Então é assim que as mulheres desejam ter direitos iguais aos os homens no mercado de trabalho, processando as empresas com acusações duvidosas de assédio? Será que a Riot teria esse custo de 100 milhões em processo de todos os funcionários fossem homens? Essas mulheres são uma piada, hipócritas oportunistas.

Teorema de Feralva há 1 ano

É desta forma que se combate o assédio no local de trabalho, parabéns Riot. As empresas devem se antecipar a problemas e não esperar que eles ocorram para só então pensar no que fazer. As que não fazem isso, ao serem submetidas a situações como o assédio, se promovem em cima do problema, condenam o suposto agressor a demissão e ao julgamento público e pasmem, não tomam medidas como está da Riot, eu parabenizo publicamente essa decisão.

Mais Reportagens

21:30 “Minha família respeitou minha decisão”, Faker explica motivo de ter recusado proposta milionária de equipe chinesa
12:13 LoL: RED Canids anuncia retorno de Grevthar, bicampeão do CBLOL
11:47 LoL: Jogadores tentam imitar Faker e destroem a taxa de vitórias do campeão mais presente no Mundial 2023
16:18 LoL: Ex-campeão mundial pode estar envolvido em grande polêmica na China que abala sua carreira profissional
12:29 LoL: Duas grandes movimentações ocorreram na LPL, a hegemonia do JDG poderia estar ameaçada?
11:42 LoL: KT Rolster recruta dois ex-campeões mundiais para a temporada de 2024 da LCK
12:06 LoL: RED Canids oficializa retorno de Jojo por R$ 300 mil
15:03 LoL: Alguns jogadores da T1 podem ter problemas na escolha de skins para seus campeões
13:42 LoL: Brance é o novo reforço da RED Canids para a temporada de 2024
09:12 Guia do Worlds 2023: Times participantes, formato, horários dos jogos e mais

Recomendados

Guia do 2º split do CBLOL 2023: tabela, times, jogos, ingressos e mais informações
LoL: Tier list 13.18 com guia dos melhores campeões de LoL
7 curiosidades sobre League of Legends que você não conhecia

Descubra guias

LoL: Tier list 13.18 com guia dos melhores campeões de LoL
Dicionário e glossário completo de termos e gírias de League of Legends
Tudo sobre o passe do Mundial 2020 e suas missões