Millenium / Artigos e reportagens de games / Jogos de Luta /

MenaRD: O jogador que pôs a República Dominicana no mapa dos esports

MenaRD: O jogador que pôs a República Dominicana no mapa dos esports
0

Fora da lista dos principais favoritos ao título da Capcom Cup 2017, dominicano derrubou gigantes para conquistar maior título da carreira

MenaRD: O jogador que pôs a República Dominicana no mapa dos esports

No dia 10 de dezembro de 2017, um jogador que carrega em seu apelido as iniciais do próprio país levou ao topo do cenário mundial de Street Fighter V uma nação que nunca antes fora vista como uma potência dos esports. Campeão da Capcom Cup daquele ano, Saul Leonardo Mena II, ou simplesmente "MenaRD", era um jogador de destaque na cena latino-americana de jogos de luta, e já havia feito algumas boas campanhas em grandes campeonatos internacionais e etapas da Capcom Pro Tour, a ponto de conseguir uma das 32 vagas para o campeonato de fighting games com maior premiação no mundo - US$ 380 mil, e que garantia ao campeão US$ 250 mil desse montante.

Embora já fosse um jogador respeitado e com vitórias importantes na carreira, o que Mena realizou na cidade de Anaheim, na Califórnia, superou quaisquer expectativas que haviam se criado em torno daquele jogador que, embora fosse reconhecidamente talentoso, estava longe de figurar na lista de principais favoritos ao título.

Àquela altura, nomes como o do Hajime "Tokido" Taniguchi, campeão da EVO 2017 e considerado o melhor jogador de Street Fighter V ao longo , e Victor "Punk" Woodley, vice-campeão da EVO e constante algoz de MenaRD em torneios, eram muito mais cotados a erguer o troféu da Capcom Cup. Além da dupla, outros grandes nomes das cenas japonesa, americana e europeia de SFV, casos de Fuudo, Yukadon (atualmente Fujimura), Daigo Umehara, Kazunoko, Mago, Problem X, Luffy, Sumg, Justing Wong, Snake Eyez, Nemo, Bonchan e Itabashi Zangief, eram mais cotados a ir longe no torneio do que MenaRD, que pôs o status de underdog para escanteio e desbancou justamente Tokido na grande final para ficar com o título do torneio.

Contudo, as melhores histórias do esports costumam envolver justamente jogadores ou times que quebram expectativas e superam favoritos em sequência, e foi exatamente o que MenaRD fez naquela edição da Capcom Cup. O dominicano chegou ao topo do mundo superando vários dos melhores jogadores do Japão, maior potência da história dos jogos de luta, principalmente na franquia Street Fighter.

O MGG Brasil preparou um perfil de MenaRD, contando um pouco da história do jogador que colocou a República Dominicana no mapa dos esports e usou o status alcançado após o título da Capcom Cup para fomentar e fortalecer a cena competitiva do país, abrindo caminho para mais atletas sonharem com grandes feitos.

A ascensão na cena competitiva

Embora o título de MenaRD na Capcom Cup tenha sido visto como uma das grandes surpresas da história dos jogos de luta na época, o fato é que o jogador dominicano quase sempre fez boas nos eventos internacionais que disputou. Com um estilo de jogo agressivo, que pouco respeitava as opções defensivas de seus adversários, Saul Mena II mostrou seu primeiro cartão de visitas no Northeast Championship 2016 de Street Fighter V.

Embora não fosse um evento Premier da Capcom Pro Tour, o torneio contava com vários dos melhores jogadores dos Estados Unidos, incluindo o nove vezes campeão de EVO Justin Wong, que naquela temporada havia vencido seis eventos, incluindo Combo Breaker, Toryuken 5 e DreamHack Austin, e NucleDu, que também vinha de seis títulos no ano, incluindo a Capcom Cup 2016, disputada na semana anterior à Norheast Championship, a Canada Cup e evento aberto da Capcom Pro Tour North America Finals, desbancando Tokido na grande decisão.

Contrariando expectativas, o até então desconhecido MenaRD foi o responsável pelas eliminações de Justin Wong e NuckeDu no torneio, vencendo os americanos por 3 a 2 no top 8. Na final da chave dos perdedores, Mena superou por 3 a 1 o compatriota e amigo Cristopher "Caba" Rodriguez, que também fizera estrago naquela chave e terminou o torneio na terceira posição.

Na grande final, o jogador dominicano aplicou um 3 a 2 sobre Punk, até então único invicto no torneio, e resetou a tabela, mas acabou derrotado pelo mesmo placar na série que decidiu o título e acabou com o vice-campeonato. O primeiro alerta para o mundo, no entanto, já fora dado pelo jogador.

A temporada de 2017 foi na primeira na qual MenaRD efetivamente disputou várias etapas da Capcom Pro Tour, e mesmo sem conquistar títulos até a glória máxima na Capcom Cup. mostrou enorme consistência nos eventos que disputou. Na CPT Online 2017: Latin America One, o jogador ficou com o vice-campeonato, sendo derrotado por Caba na grande final.

Após o vice em um evento online que reunia os melhores jogadores da América Latina, MenaRD, àquela altura já patrocinado pela organização norte-americana Rise Nation, desembarcou nos Estados Unidos para disputar dois dos maiores eventos de jogos de luta do país: o Combo Braker 2017 e o CEO 2017. No Combo Breaker, que reuniu 654 participantes, o jogador dominicano terminou no top 16, sendo eliminado pelo japonês GO1. No CEO, que contou 548 competidores, Mena terminou no top 12, após perder por 2 a 1 para Punk, que pouco depois seria vice-campeão da EVO.

Após a temporada nos Estados Unidos, Saul viajou para a Colômbia para disputar o The Fight, evento que reunia a maioria dos melhores jogadores da América Latina. Cotado como um dos grandes favoritos ao título, ele acabou derrotado por Bruno "Doomsnake" La Grotta, do Panamá, por 3 a 2 na grande final.

MenaRD teve temporada de 2017 marcada por boas campanhas em grandes eventos - Jogos de Luta
MenaRD teve temporada de 2017 marcada por boas campanhas em grandes eventos

Em setembro de 2017, MenaRD retornou aos EUA para a disputa de mais dois grandes eventos que reuniram vários dos melhores jogadores do mundo: The Brooklyn Beatdown Round 2 e SoCal Regionals, e conseguiu dois ótimos quartos lugares, consolidando-se como um nome respeitado na cena internacional de Street Fighter V.

No Brooklyn Beatdown, evento disputado em Nova York e que reuniu a esmagadora maioria dos melhores jogadores do mundo graças à premiação total de US$ 50 mil, MenaRD chegou ao top 8 pela chave dos vencedores, derrotando o chinês XiaoHai, campeão do evento no ano anterior, ainda na primeira fase do torneio, e o japonês Nemo, campeão do Red Bull Kumite 2017, para cravar presença no top 8 de forma invicta.

Na semifinal da chave superior, Mena acabou derrotado por 3 a 2 por Justing Wong, e foi enviado para a chave dos pededores. Lá, eliminou por 3 a 1 o americano Smug, campeão do Fighters Underground e do Texas Showdown 2017, antes de ser eliminado por 3 a 1 para o japonês Fuudo, que se sagraria vice-campeão do torneio.

No SoCal Regionals, tradicional evento disputado no Sul da Califórnia e evento Premier da Capcom Pro Tour, MenaRD chegou ao top 8 pela chave dos perdedores, mas eliminou em sequência o japonês Haitani, que naquela temporada havia sido campeão do Ultimate Fighting Arena 2017 e da Japan Cup, e o americano Punk, um de seus principais algozes em torneios. Na luta que valia uma vaga no top 8 pela chave dos perdedores, Saul acabou derrotado por 2 a 0 por Smug. Na chave inferior do top 8 eliminou o mexicano JaviRog e o sul-coreano Verloren para chegar ao top 4, mas deu adeus ao torneio após ser derrotado por 3 a 2 pelo também sul-coreano NL, que terminaria o evento com o vice-campeonato.

Apesar de uma temporada até então sem títulos, estava claro que MenaRD conseguia cada vez mais não apenas ser um oponente duro, mas também derrotar alguns dos melhores jogadores do mundo. No entanto, faltava conseguir várias dessas vitórias em sequência em um mesmo evento, e o triunfo feio justamente no maior evento da Capcom Pro Tour.

A glória na Capcom Cup

Jogos de Luta

O bom desempenho de MenaRD no Brooklyn Beatdown e no SoCal Regional, ambos torneios que reuniram vários dos jogadores que estariam presentes na Capcom Cup, credenciavam o jogador a, no mínimo, brigar por uma boa colocação no maior evento da Capcom Pro Tour. Ainda assim, a falta de títulos naquela temporada faziam o jogador um dos menos cotados ao topo do pódio, prognóstico que Mena derrubou com uma campanha extremamente sólida no torneio.

A estreia de Mena aconteceu contra Kun "Xian" Ho, jogador de Singapura, campeão da EVO 2013 de Street Fighter IV e campeão de 6 dos 11 que disputara na temporada de 2017 da CPT. Com uma vitória por 3 a 2 sobre Xian, Saul avançou para a fase seguinte, na qual superou por 3 a 1 o japonês Ryota "Kazunoko" Inoue, campeão da Capcom Cup 2015. Na sequência, Mena encarou Daigo Umehara, considerado o maior jogador de todos os tempos da franquia Street Fighter. Em uma série emocionante e decidido somente na última luta, o dominicano superou Daigo por 3 a 2 avançou ao top 8.

Em sua primeira luta na fase final do torneio, Mena encarou mais um lutador do Japão, que historicamente tem a cena de jogos de luta mais forte do mundo em games como Street Fighter. Na luta contra Itabashi Zangief, quarto colocado na EVO de SFV daquele ano, Saul aplicou um 3 a 0 sobre o oponente e avançou à final da chave dos vencedores contra outro japonês: Tokido, que conquistara, além da EVO daquele ano, os títulos do Brooklyn Beatdown e do CPT Asia/Oceania Regional Finals.

No primeiro embate entre os jogadores, MenaRD, o equlíbrio permaneceu e o confronto foi decidido somente no último round da quinta luta, mas com vitória de Tokido por 3 a 2. Mena, então, enfrentou mais um lutador japonês, desta vez na final dos perdedores: Nemo. O jogador da República Dominicana, no entanto, não tomou conhecimento do rival e conseguiu uma contundente vitória por 3 a 0, tendo uma nova chance de encarar Tokido.

Como o jogador japonês restava como único invicto do torneio, MenaRD precisaria vencer duas séries MD5 seguidas contra Tokido para ficar com o título, e foi justamente o que aconteceu. Na primeira série, Tokido chegou a abrir 2 a 0, mas Mena virou para 3 a 2 e forçou a realização da série que definiria o grande campeão. Tokido ainda venceu a primeira luta, mas o dominicano emplacou uma sequência de três vitórias e conquistou não somente o maior título da carreira, como também o maior título da República Dominicana nos esports. Naquele momento, Mena havia marcado seu nome na história e elevado status de todo um país, que ele sempre fez questão de colocar em seu nickname, nos esportes eletrônicos.

Pós-título e legado

MenaRD em ação no Combo Breaker 2019 - Jogos de Luta
MenaRD em ação no Combo Breaker 2019

No ano seguinte ao título da Capcom Cup, MenaRD conquistou mais três títulos para o currículo: Kumite in Tennessee 2018, com vitória sobre Smug na grande final, Texas Showdown 2018, após superar NuckleDu na decisão, e o Fighting Fest 2018, primeira evento da história da República Dominicana incluído como um evento oficial da Capcom Pro Tour. Além dos títulos, Mena foi quarto colocado no Defend the North 2018 e chegou ao top 12 da EVO Japão 2018, que contou 2217 inscritos, e na EVO Las Vegas, com quase 2500 participantes.

Na Capcom Cup daquele, Mena terminou apenas no top entre os 32 participantes, e em 2019 conquistou somente um título, o CPT Online 2019: Latam East, mas o legado deixado pelo jogador pode ser considerado quase tão grande quanto o título da Capcom Cup 2017. Em 2019, o Game Over, maior evento de jogos de luta da República Dominicana, virou um evento Premier da Capcom Pro Tour, atraído o interesse de alguns dos melhores jogadores do mundo, entre os quais Tokido, que acabou como grande campeão do evento.

O fortalecimento da cena de jogos de luta, especialmente de Street Fighter V na República Dominicana, também pode ser visto na EVO, uma vez que na edição de 2019 do evento de Las Vegas, Caba, que ao lado de Mena sempre foi o grande nome da República Dominicana em SFV, chegou a um inédito top 8 para o país no evento, e o primeiro de um jogador da América Latina no top 8 de uma EVO de Street Fighter, historicamente o jogo mais popular do evento.

Além disso, a sétima edição da Capcom Cup seria realizada na República Dominicana, algo inédito para toda a região da América Latina até então. No entanto, a pandemia de Covid-19 causou o cancelamento do evento, cuja oitava edição ainda não teve sede revelada.

Em uma era de torneios online forçados pela pandemia, MenaRD permanece como um dos melhores jogadores de toda a América Latina, tendo conquistado a CPT Online 2020: Central America 2 e a CPT Online 2021: Central America East 2021, além de um terceiro lugar da EVO Online 2021: LATAM Central, um vice-campeonato no Intel Word Open: Mexico & Central America Regional Finals e o título do LG UltraGear Fight Night: Latin America.

Em 2022, há uma forte tendência de retomada dos torneios presenciais de jogos de luta ao redor do mundo, e convém não duvidar do que Saul Leonardo Mena II é capaz de fazer quando joga em seu melhor nível.

esports

De Mogi para o mundo: conheça a história de Konqueror, top 4 no Dragon Temple de Mortal Kombat 11

Jogador brasileiro já conciliou trabalho como repositor de supermercado com treinos e teve desempenho elogiado por SonicFox e Tekken Master após quarto lugar em campeonato internacional de Mortal Kombat

influenciadores

Cuddle Core: a jogadora que chegou ao topo do cenário de Tekken 7 nos EUA

Pro player de Chicago disputou primeiros torneios em 2016 e atingiu o auge da carreira em 2021, com o título do circuito Intercontinental Fight Club North America

HorusPaulin: Das ranqueadas de Rainbow Six ao título da EVO Latam de Street Fighter V

Conheça a história do jogador que representará o Brasil na EVO Showcase, em Las Vegas

0
Gabriel SALES
Gabriel Sales

Jornalista apaixonado por games desde o jardim de infância e fã de quase todo tipo de RPG, especialmente os da série Chrono. Nos esports, shooters e jogos de luta são minhas maiores paixões, mas abraço qualquer jogo com uma cena competitiva pulsante.

Mais Reportagens

16:16 Projeto L "ainda não está próximo de ser lançado", conta Rioter
19:30 Mod coloca personagens de Elden Ring em Tekken 7
11:21 Presidente do COB diz que lutará contra videogames nas Olimpíadas
12:34 Jogadora de Mortal Kombat 11 é acusada de usar namorado e ex em torneios femininos online
18:00 Street Fighter V recebe última grande atualização no fim de março
17:52 Torneio Platina do Brasil de Mortal Kombat 11 terá viagem à final da EVO como prêmio
12:57 Street Fighter V: Robinho é banido para sempre de eventos da Capcom Pro Tour
19:42 Campeão da CPT, Robinho diz ter induzido mulher embriagada a fazer sexo com ele e outros 8 homens
12:20 Qual é a origem do meme "Venom Branco" do TikTok? Personagem é da franquia Street Fighter
11:46 Quase 18 anos depois, Justin Wong revive EVO Moment 37 em partida de Street Fighter III

Recomendados

Mudando de vida: como Free Fire e LoL trouxeram novas perspectivas para a favela
PogChamp, LUL, Kappa: O significado e origem dos memes dos esports
Conheça os jogos que foram sucessos ou fracassos na história dos games

Descubra guias

Mortal Kombat 11: Cinco dicas que transformarão todos em kampeões
Como treinar após escolher um personagem em Mortal Kombat 11