Millenium / Artigos e reportagens de games / Jogos de Luta /

Street Fighter V: Robinho é banido para sempre de eventos da Capcom Pro Tour

Street Fighter V: Robinho é banido para sempre de eventos da Capcom Pro Tour
0

Punição foi divulgada após viralização de vídeo no qual o pro player afirmou ter induzido uma mulher embriagada a fazer sexo com ele e outros 8 homens

Street Fighter V: Robinho é banido para sempre de eventos da Capcom Pro Tour

Alerta de gatilho. A matéria a seguir apresenta vídeo e relato de conteúdo sensível*

O jogador Robson "Robinho" Oliveira, campeão da segunda etapa brasileira da Capcom Pro Tour 2021, está banido para sempre de todos os eventos oficiais organizados pela Capcom. A punição foi anunciada pela desenvolvedora na manhã desta terça-feira, menos de 24 horas após a viralização de um vídeo no qual Robinho relata, às gargalhadas, ter induzido uma mulher embriagada a fazer sexo com ele e outros 8 homens. O vídeo viralizou após o também pro player Raphel "Zenith" Puglielli, representante do Brasil na Capcom Cup 2019, compartilhá-lo no Twitter e acusar Robinho de estupro coletivo.

Em nota publicada no perfil oficial da Capcom Fighters, a Capcom classificou os atos de Robinho como "condenáveis e intoleráveis", e disse esperar que as autoridades brasileiras investiguem o episódio relatado pelo próprio jogador e "solucionem o caso com o rigor da lei".

"Chegou ao nosso conhecimento que Robson 'Robinho' Oliveira emitiu declarações em uma plataforma pública na qual ele descreveu ter participado de atos condenáveis e intoleráveis. Nós mantemos uma política de tolerância zero para tais atos e comportamentos, os quais, no mínimo, violam o código de conduta dos jogadores, além de possivelmente infringirem as leis brasileiras, e os quais exigem providências. Dessa forma, Robson 'Robinho' Oliveira daqui por diante está banido permanentemente de todos os eventos pertencentes ou operados pela Capcom, incluindo a Capcom Pro Tour, Capcom Cup e Street Fighter League. Este é um banimento global e, portanto, se aplica a torneios e eventos em todo o mundo. Embora esta seja apenas uma consequência, esperamos que as autoridades rapidamente investiguem e solucionem este caso com o rigor da lei", enfatizou a desenvolvedora.

Grande parte da comunidade dos jogos de luta se manifestou sobre o caso exigindo punições do jogador, que também foi banido de todos os principais eventos de comunidade organizados no Brasil, como o BR Kumite, o PogChamp, o Treta Championship e a Farofation Cup. A Patoz Team, antiga organização de Robinho, também encerrou o vínculo com o jogador, embora tenha desejado um "ótimo futuro" ao atleta em uma postagem que posteriormente foi apagada.

Jogador descreveu caso em live na Twitch e depois desmentiu o próprio relato.

No começo do depoimento dado durante a stream na Twitch, feita no dia 27 de dezembro, Robinho disse que mantinha um relacionamento com a mulher, mas decidiu “armar para ela” após a descoberta de uma suposta traição. Em represália, o pro player disse que após a mulher estar sob forte efeito de álcool, chamou outros oito homens para manter relações sexuais com a suposta vítima se aproveitando do fato de que ela não tinha total consciência da situação, por já estar embriagada.

“Eu juro para vocês, não estou mentindo. Eu peguei essa mina num final de semana, fomos para o rolê e enchemos a cara, (depois falei) ‘vamos para um esquema ali’, e ela (disse) ‘vamo, vamo’. Levei ela para o barraco e chamei oito malucos, e falei ‘hoje ela vai se ferrar também’. Ela se arrebentou toda, e eu zoei também. Eu zoei, todo mundo zoou, nesse dia eu aloprei. No dia seguinte, (ela disse) ‘por que você fez isso?’. Eu falei ‘Por que você fez isso? Você é a maior vagabunda, eu dava os bagulhos para você e você chamava dois, três malucos para te comer na sua casa. Você tá me tirando?’”, disse o pro player às gargalhadas durante a live.

Em entrevista ao GE, Robinho desmentiu o relato feito por ele próprio durante a live e disse que a história foi algo que ele “inventou na hora”. Ele afirmou ainda que o relato dele foi distorcido pelas pessoas que o acusam de estupro coletivo.

“Isso foi uma história que eu inventei na hora, na zoeira. Isso aí de bebida nem existe. Pessoal estão (sic) distorcendo a história toda”, afirmou.

Ainda em entrevista ao GE, Robinho disse que apenas a parte da traição era verdadeira, e que todo o resto foi inventado por ele durante a live. O pro player alegou ainda que tinha 13 anos na ocasião, e a menina em questão, 15. No entanto, na própria live Robinho disse que um primo havia lhe mostrado um vídeo no celular que comprovaria a traição da jovem da qual, nas próprias palavras do pro player, ele "se vingou" posteriormente.

Para o relato do jogador ser verdadeiro, o caso em questão precisaria ter ocorrido em 1997, quando celulares ainda não eram acessíveis à maior parte da população, tampouco contavam com recursos de vídeo. Além disso, Robinho não explica como, aos 13 anos, teria conseguido ir a um bar com garota de 15 anos e ambos teriam conseguido comprar bebidas alcoólicas normalmente mesmo sendo menores de idade.

“Uma história alheia que nem existe, coisa que falei na zoeira, agora estão me acusando de uma coisa que foi falada na brincadeira”

esports

Dezenas de casos de abuso sexual vêm à tona em dia histórico para os esports no Brasil

Mais de 20 denúncias de assédio e abuso sexual foram feitas desde terça-feira (5) contra homens do cenário brasileiro de esports

esports-lol

Após acusações de abuso sexual, Wos é mantido na equipe da Vorax de League of Legends

Em vídeo publicado no canal oficial da organização, a CEO Marina Leite disse ter conversado com o jogador, a streamer Karine "Kahtsune" e testemunhas do caso, e decidiu acreditar na inocência do atleta

Exposed nos esports: como denunciar e agir diante de casos de violência sexual

Apesar de criarem uma corrente de força e apoio às vítimas, casos como o exposed dos esports podem ser perigosos. Saiba como fazer relatos e denunciar crimes de forma segura

0
Gabriel SALES
Gabriel Sales

Jornalista apaixonado por games desde o jardim de infância e fã de quase todo tipo de RPG, especialmente os da série Chrono. Nos esports, shooters e jogos de luta são minhas maiores paixões, mas abraço qualquer jogo com uma cena competitiva pulsante.

Mais Reportagens

16:16 Projeto L "ainda não está próximo de ser lançado", conta Rioter
19:30 Mod coloca personagens de Elden Ring em Tekken 7
11:21 Presidente do COB diz que lutará contra videogames nas Olimpíadas
12:34 Jogadora de Mortal Kombat 11 é acusada de usar namorado e ex em torneios femininos online
18:00 Street Fighter V recebe última grande atualização no fim de março
17:52 Torneio Platina do Brasil de Mortal Kombat 11 terá viagem à final da EVO como prêmio
12:57 Street Fighter V: Robinho é banido para sempre de eventos da Capcom Pro Tour
19:42 Campeão da CPT, Robinho diz ter induzido mulher embriagada a fazer sexo com ele e outros 8 homens
12:20 Qual é a origem do meme "Venom Branco" do TikTok? Personagem é da franquia Street Fighter
11:46 Quase 18 anos depois, Justin Wong revive EVO Moment 37 em partida de Street Fighter III

Recomendados

Mudando de vida: como Free Fire e LoL trouxeram novas perspectivas para a favela
PogChamp, LUL, Kappa: O significado e origem dos memes dos esports
Conheça os jogos que foram sucessos ou fracassos na história dos games

Descubra guias

Mortal Kombat 11: Cinco dicas que transformarão todos em kampeões
Como treinar após escolher um personagem em Mortal Kombat 11