Millenium / Artigos e reportagens de games /

Conheça as maiores viradas da história dos esports

Conheça as maiores viradas da história dos esports
0

Relembre momentos que ficaram marcados na história de jogos como CS:GO, LoL, Dota 2, Rainbow Six, Street Fighter e outros títulos

Conheça as maiores viradas da história dos esports

Vencer um grande campeonato no esport já é um enorme desafio por si só, e conseguir se recuperar quando a derrota é praticamente certa é um feito ainda mais histórico, que na maioria das vezes fica marcado por anos ou até mesmo décadas. Com isso em mente, o MGG Brasil preparou uma lista com as maiores viradas da história dos esports, contemplando modalidades como Counter-Strike: Global Offensive, League of Legends, Dota 2, Rainbow Six e jogos de luta.

A lista leva em consideração tanto a dificuldade de se obter a virada, seja ela dentro de uma série ou em um jogo específico, quanto a importância do torneio. Poranto, grandes reviravoltas em torneios de pouca importância não aparecerão. Confira.

Team Empire x Evil Geniuses (Rainbow Six) - Pro League Season 9

Na grande final da nona temporada da Pro League de Rainbow Six, disputada em Milão, a Evil Geniuses vinha dominando a Team Empire. Após vencer por 7 a 5 no mapa banco, a equipe da América do Norte vencia por 6 a 3 em Oregon. Mesmo com três match points a seu favor e atuando na defesa, que levava vantagem em Oregon, a EG viu a Team Empire não apenas salvar cada um dos três match points como ainda vencer as duas rodadas da prorrogação e vencer por 8 a 6.

No terceiro mapa, com a Evil Geniuses visivelmente abalada pelo título que deixou escapar entre os dedos, viu a Empire ser dominante do início ao fim no mapa Clubhouse, vencer por 7 a 3 e garantir a conquista da Pro League.

Cloud9 x Faze Clan (CS:GO) - ELEAGUE Major Boston 2018

Cloud9 conseguiu virada heroica na final da ELEAGUE Major Boston 2018 (Foto: Divulgação/ELEAGUE) - Millenium
Cloud9 conseguiu virada heroica na final da ELEAGUE Major Boston 2018 (Foto: Divulgação/ELEAGUE)

Mesmo após desbancar G2 e os brasileiros da SK Gaming em sequência nos playoffs da ELEAGUE Major Boston 2018, a Cloud9 chegou à final contra a Faze Clan com o status de zebra do torneio. Após uma derrota por 16 a 14 no mapa Mirage e uma vitória por 16 a 10 em Overpass, a C9 decidiu o título mundial com a Faze no mapa Inferno, e foi aqui que o "milagre" aconteceu.

Naquilo que poderia ser a reta final da partida, a Faze Clan assumiu o controle do jogo e chegou ao quádruplo match point para conquistar o primeiro título mundial de sua história. A Cloud9, porém, também lutava por um título inédito não apenas para a organização, mas para toda a região da América do Norte, e conseguiu salvar os quatro match points em uma atuação memorável de Tarik "Tarik" Celik.

Mesmo após salvar os match points, a C9 ainda precisou de duas prorrogações para sacramentar a vitória por 22 a 19 e conquistar o mundial de CS:GO.

CLG.EU x Moscow Five (League of Legends) - DreamHack Summer 2012

CLG protagonizou a maior virada da história do LoL na DreamHack Summer 2012 (Foto: Divulgação: DreamHack) - Millenium
CLG protagonizou a maior virada da história do LoL na DreamHack Summer 2012 (Foto: Divulgação: DreamHack)

O League of Legends ainda estava em seu começo de vida no competitivo quando a DreamHack Summer 2012 foi disputada, mas ainda assim o torneio foi palco daquela que ainda é considerada a maior virada da história do MOBA. No duelo entre CLG.EU e Moscow Five válido pela fase de grupos do torneio, a equipe russa chegou a abrir uma impressionante vantagem de 26 mil de ouro, e parecia caminhar para uma vitória tranquila, mas não foi o que aconteceu.

A M5 acabou tendo muito mais dificuldades do que o esperado para fechar o jogo, enquanto a CLG se mantinha viva no jogo e evitava com êxito a destruição de seu Nexus. Aos 55 minutos de jogo, o que parecia impossível aconteceu: a Counter-Logic Gaming Europe venceu uma teamfight que simplesmente destruiu a composição da Moscow 5. Após vencer uma nova teamfight na disputa pelo Barão, a CLG partiu direto para o Nexus dos russos e venceu o jogo aos 61 minutos de jogo.

Evil Geniuses x EHOME (Dota 2) - The International 2016

Evil Geniuses e EHOME protagonizaram um dos melhores duelos da história do Dota 2 - Millenium
Evil Geniuses e EHOME protagonizaram um dos melhores duelos da história do Dota 2

Evil Geniuses e EHOME eram como duas fortes candidatas ao título do International 2016 de Dota 2, e o duelo entre as equipes na semifinal da chave superior não decepcionou, ainda que nenhuma das equipes tenha terminado com o título no fim.

Na primeira partida da série MD3, a EHOME surpreendeu a EG, que era a atual campeã mundial, e encurralou seus rivais na própria base, dando a impressão de que a vitória seria uma mera questão de tempo. A única forma de Universe e companhia virarem o jogo era acertando uma série pick offs sobre os chineses e eliminá-los um por um, e foi justamente isso que a EG fez.

Aos 57 minutos de jogo, a EG começou a encaixar uma série de eliminações em sequência e foi afastando a EHOME de sua base. Aos 70 minutos, a EHOME voltou a dominar a base da Evil Geniuses e parecia finalmente arrancar para a vitória, mas os então campeões mundiais mais uma vez conseguiram se manter vivos mesmo com praticamente toda a sua base destruída. Aos 74 minutos, a EG sobreviveu a uma última investida dos chineses, venceram a luta e arrancara para uma das vitórias mais extraordinárias da história dos esports.

Na segunda partida da série, as duas equipes mais uma vez fizeram um jogo equilibrado, mas desta vez a Evil Geniuses foi superior na maior parte do tempo e sacramentou sua vitória por 2 a 0 de forma bem mais tranquila do que no primeiro jogo.

Luminosity Gaming vs Team Liquid (CS:GO) - MLG Major Championships: Columbus 2016

Coldzera brilhou na vitória da Luminosity Gaming sobre a Team Liquid na MLG Columbus 2016 (Foto: Divulgação/MLG) - Millenium
Coldzera brilhou na vitória da Luminosity Gaming sobre a Team Liquid na MLG Columbus 2016 (Foto: Divulgação/MLG)

Para os brasileiros, esta é simplesmente a virada mais importante da história do CS:GO, e não é para menos, pois ela aconteceu em um Major no qual o Brasil se sagraria campeão mundial e, de quebra, aconteceu em dois mapas consecutivos. Embora o placar da partida um 2 a 0 para Luminosity Gaming sobre a Team Liquid, a vitória de Fallen, Coldzera, Fer, TACO e fnx sobre o time de Nitr0, Elige, S1mple, Hiko e AdreN dependeu de dois comebacks milagrosos.

Na primeira partida da série, disputada no mapa Mirage, a Liquid vencia por 15 a 9 e tinha nada menos que seis map points. Foi aí que Coldzera brilhou com um quatro eliminações de AWP quando era o único jogador da LG vivo no mapa e abriu o caminho para a virada dos brasileiros, que emendaram 10 rounds consecutivos e venceram o primeiro mapa da série por 19 a 15.

A segunda partida aconteceu em Cache, e desta vez a virada foi ainda mais impressionante. A Team Liquid dominava totalmente o jogo e vencia por 15 a 6, mas não conseguiu fechar o mapa em nenhuma das nove chances de map point, enquanto a Luminosity foi garantindo um ponto de cada vez até chegar a prorrogação. Nas rodadas de desempate, a equipe brasileira mais uma vez foi dominante e garantiu sua vaga na decisão com uma vitória por 19 a 16.

Se por um lado essa é uma das maiores viradas da história dos esports, a Team Liquid também foi amplamente criticada na época por ter "amarelado" em dois mapas nos quais tinha ampla vantagem.

Daigo Umehara x Justin Wong (Street Fighter III: 3rd Strike) - EVO 2004

EVO Moment 37 é considerado até hoje um dos momentos mais icônicos dos esports - Millenium
EVO Moment 37 é considerado até hoje um dos momentos mais icônicos dos esports

Até mesmo para muitos que não fãs de jogos de luta, este é o momento mais icônico da história dos esports, e o autor desta matéria concorda plenamente. Em partida válida pela final da chave dos perdedores da EVO 2004, durante o torneio de Street Fighter III: 3rd Strike, o japonês Daigo Umehara marcou seu nome na história dos esports após vencer Justin Wong na final da chave dos perdedores.

Justin Wong estava a um único golpe de derrotar Daigo, e tomou a decisão que parecia a mais garantida para sair com a vitória, usou o critical art (especial) de Chun-Li contra o Ken de Daigo, que estava com a quantidade mínima de vida e morreria se fosse atingido por qualquer um dos golpes ou tentasse andar para trás para executar uma defesa comum.

A única forma de Daigo sair vitorioso era executando uma sequência de 15 parries, a defesa perfeita de SF III: 3rd Strike. Em vez de andar para trás, o jogador japonês precisaria apertar o comando de andar para frente no exato instante em que cada um dos 15 golpes do CA de Chun-Li eram executados, e um único erro representaria a derrota e eliminação do torneio.

Daigo executou com perfeição os parries, incluindo uma difícil defesa que precisava ser executada com seu Ken pulando. Depois de bloquear o CA de Justin Wond de forma impecável, Daigo contra-atacou com uma sequência de três golpes mais o CA de Ken para virar a luta e sobreviver na série. Não por acaso, todos os espectadores gritaram de euforia após a jogada.

Na sequência da série, Daigo acabou eliminando Justin Wong e avançando à grande final, mas ironicamente acabou derrotado na decisão para o compatriota KO e seu personagem Yun. Ainda assim, Daigo não saiu de mãos vazias do maior evento de jogos de luta do mundo, pois foi o grande campeão nos torneios de Super Street Fighter II: Turbo e de Guilty Gear XX. Ainda assim, o EVO Moment 37 ficou muito mais marcado na carreira do jogador do que os próprios títulos conquistados naquela edição do evento.

Jogadores e times que colocaram seus países no mapa dos esports

MIBR na ESWC 2006, MenaRD na Capcom Cup e Arslan Ash nas EVOs Japão e EUA de Tekken 7 estão entre as grandes surpresas da história do competitivo

esports

Relembre novatos que já chegaram fazendo barulho nos esports

Muitos dos maiores nomes dos esports hoje começaram a fazer estrago quando ainda eram menores de idade. Relembre os casos mais icônicos

esports

Nove veteranos dos esports que continuam jogando em alto nível

Os esportes eletrônicos costumam ser dominados pelos jovens, mas alguns jogadores já estão há mais de uma década no meio e continuam dando trabalho

0

Mais Reportagens

18:44 Tabela de pontuação da Segunda Etapa do CBLOL 2021
18:35 Fluxo suspende contrato de Buxexa após streamer de Free Fire ser acusado de transfobia
17:00 LoL: Esta fanart de Evelynn Congregação das Bruxas deixa qualquer um fascinado
15:00 Jogador inclui nomes dos mapas de Valorant em seu discurso de formatura
13:00 Valorant: jogador faz vídeos desmentindo ou comprovando mitos do jogo
11:00 Samira foi a campeã do LoL com o maior número de pentakills no patch 11.11
16:00 Esse pentakill de Aurelion Sol em LoL fez o time adversário "ver estrelas"
14:00 O dano dessa Yuumi AD vai te fazer ter medo de qualquer Yordle no LoL
12:00 Novo jogo da franquia Gundam para esports está em desenvolvimento
10:00 Riot comemora 1 ano de Valorant dando spikes personalizadas para criadores

Recomendados

Conheça as maiores viradas da história dos esports
Afrogames e a luta coletiva de jovens negros por mais oportunidades nos games
Exposed nos esports: como denunciar e agir diante de casos de violência sexual

Descubra guias

Os maiores influenciadores de Free Fire, o battle royale da Garena