Millenium / Artigos e reportagens de games / Valorant /

Por que Valorant conquistou jogadores de diversas comunidades diferentes

Por que Valorant conquistou jogadores de diversas comunidades diferentes
0

O FPS da Riot Games foi uma das mais gratas surpresas de 2020 e, não à toa, arrematou jogadores de todos os jogos e estilos, se tornando uma força a ser reconhecida entre o cenário de esports

Por que Valorant conquistou jogadores de diversas comunidades diferentes

Valorant foi lançado em 2 de junho de 2020 e se tornou um dos games mais populares do momento entre o cenário de esports. Um dos pontos mais interessantes nestes primeiros meses de jogo é a comunidade que se formou em seu entorno, atraindo fãs não só de jogos FPS, mas também de outros gêneros.

Os estilos de jogadores que abraçaram Valorant são os mais variados, incluindo aqueles que preferem jogar casualmente para se divertir e também os que ficaram completamente vidrados na pegada competitiva que o game foi bem sucedido em trazer. Além disso, as mecânicas do game unem elementos que agradam muitos fãs de jogos FPS.

Neste texto apresentaremos Valorant a você que ainda não conhece o jogo tão bem e listaremos alguns motivos que tornam o mais novo título da Riot Games um sucesso.

Efeito Riot Games

O "efeito Riot Games", como apelidamos carinhosamente, é algo que surgiu antes mesmo do lançamento oficial de Valorant. Houve uma época em que a informação de que um FPS da Riot seria lançado já havia sido divulgada, no entanto, as informações sobre o jogo ainda eram bem escassas e era difícil de saber exatamente o que esperar desta novidade.

Mesmo assim, o "simples" fato do projeto ser de autoria da Riot Games já era o bastante para milhares de jogadores se entusiasmarem para aguardar ansiosamente e quase impacientemente por mais detalhes - e principalmente pelo lançamento oficial.

O respeito que a publisher conquistou nestes 10 anos de League of Legends (LoL) é inegável e ficou bem claro diante da opinião do público - desde pro players até a jogadores casuais.

esports

O efeito Valorant que trouxe pro players de volta à competição

Pan, cogu, Pava, Fork e mais nomes com mouse pendurado foram pegos pela febre do FPS da Riot Games

O apoio da publisher vem se cumprindo

Durante a vida aprendemos que ter expectativa não quer dizer que elas serão cumpridas. Felizmente, em Valorant, a Riot Games vem atendendo ao que se esperava, oferecendo suporte ao jogo de diferentes maneiras.

A primeira delas são as várias atualizações com diferentes objetivos. Quando bugs são reportados eles costumam ser resolvidos, assim como feedbacks sobre armas e personagens muito fortes ou fracos estão em constante balanceamento até atingir o nível neutro desejado. A entrada de novos personagens e mapas também garantem que o jogo e o meta game se renovem constantemente, não deixando Valorant em uma monotonia. É evidente que não é possível agradar a todos, mas de forma geral, este é um ponto bem positivo.

Valorant chegou inteiramente localizado para português brasileiro, incluindo dublagem para todos os agentes e servidores locais, dando aos jogadores o ambiente ideal para mandar bala nas partidas e curtir o universo do jogo sem percalços e dificuldades de compreensão, mantendo bordões clássicos do cenário de FPS, como clutch e ace. Um dos pontos de destaque são os servidores com taxa de atualização aumentada, o que só melhora a precisão dos disparos e das informações dispostas na tela - um deleite para os fãs de jogos de tiro em primeira pessoa.

Juntamente a isso, há também o suporte ao competitivo, uma das atitudes mais esperadas da Riot. Nas primeiras competições a empresa chegou a apoiar alguns campeonatos como o Gamers Club Ultimate. No último mês de 2020 foi realizado o First Strike em diversos países - inclusive no Brasil - que se apresentou como o primeiro evento inteiramente organizado pela publisher, inclusive com final presencial. Para 2021 um circuito de competições chamado "Champions Tour" também já foi anunciado e, com isso, podemos esperar um cenário quente e cheio de acontecimentos para Valorant.

Além disso, há a relação próxima da Riot com jornalistas, criadores de conteúdo e casters. Uma prova disso foi que antes do lançamento do mapa Icebox e da agente Skye, a empresa convidou especialistas de todas estas classes para testar as novidades, oferecer feedbacks e também preparar conteúdos para publicação junto com o lançamento oficial destas novidades.

A Gamelanders fez história e se consagrou a primeira campeã de um torneio oficial da Riot Games de Valorant - Valorant
A Gamelanders fez história e se consagrou a primeira campeã de um torneio oficial da Riot Games de Valorant

As possibilidades tornam o jogo interessante

O formato como ocorrem as partidas do principal modo de Valorant é bem conhecido pelo público que gosta de FPS. No entanto, a maneira como as rodadas são conduzidas por agentes e suas habilidades únicas é algo que trouxe um novo ar e força ao gênero.

Como prometido - e como deve ser um FPS - a troca de tiros segue como a principal mecânica de Valorant. Mas encarar e utilizar personagens que podem dar dash, se teleportar, se curar ou que revivem aliados, são desafios completamente novos e mudam completamente a dinâmica do jogo. Cada tiro e cada passo contam muito.

Em Valorant não basta saber atirar, você também precisa pensar com seu time para formar uma boa composição com sinergia e que se complete, além de se especializar com agentes e suas formas de jogar. Um Cypher nunca terá o mesmo estilo de jogo da Jett, por exemplo, o que faz com que seus jogos também sejam únicos com cada agente.

Além do modo tradicional de jogo, há outros mais casuais e especialmente divertidos de jogar com amigos, como o Disputa de Spike e Mata-Mata, oferecendo experiências mais descontraídas e leves para intercalar com os desafios do 5v5 competitivo.

Killjoy é uma das novidades que chegou alguns meses depois do lançamento oficial - Valorant
Killjoy é uma das novidades que chegou alguns meses depois do lançamento oficial
Skye e Icebox são outras duas novidades que chegaram alguns meses depois do lançamento oficial - Valorant
Skye e Icebox são outras duas novidades que chegaram alguns meses depois do lançamento oficial

Valorant é um dos FPS mais dinâmicos do mercado

Com exceção do pequeno momento de paz que há na fase de compras, Valorant se mostrou extremamente dinâmico justamente devido às habilidades dos personagens. Dificilmente as rodadas são parecidas com as outras, já que há uma infinidade de jogadas para se fazer. Em um momento você pode se ver entre smokes do Brimstone e em outro uma Raze aparece diretamente do céu na sua tela em questão de segundos para dar uma bazucada mortal.

A recíproca também é verdadeira e você pode fazer o mesmo com inimigos. Valorant é um jogo no qual quem pensa fora da caixa pode criar jogadas incríveis e completamente funcionais. Vai muito além de entrar atirando, mas transformar e moldar cada round e situação de uma maneira diferente com as possibilidades que o seu agente e os dos seus aliados oferecem.

O lançamento de Valorant contribuiu para o gênero FPS como um todo

O lançamento de Valorant não trouxe benefícios apenas à Riot Games, mas ao gênero FPS como um todo, de diversas maneiras diferentes. Uma delas é a união de comunidades que o jogo conseguiu realizar, sendo grande parte dela proveniente do próprio LoL, que é um MOBA e não tem absolutamente nada a ver com seu irmão mais novo. Quando um game consegue a façanha de atrair olhares e conquistar jogadores de outros estilos, isso se torna um benefício para todo o gênero, já que um público que talvez não se interessasse pelo tipo de jogo buscará dar uma chance e pode se ver apaixonado por um universo que não exploraria em outras circunstâncias.

O carisma dos agentes e suas falas dentro de jogo ajudam a cativar os jogadores, instigando também o interesse por saber mais deste mundo no qual Valorant se passa. A quantidade de artes e criações feitas por fãs para homenagear os personagens de Valorant é enorme, e aos poucos a Riot Games tem dado mais prévias do desenvolvimento desta história.

Experimente Valorant e tire suas próprias conclusões

Este texto busca trazer as experiências e a opinião de uma pessoa que joga games do gênero FPS há 22 anos. Valorant se mostrou um jogo extremamente divertido e ao mesmo tempo competitivo. As possibilidades dentro de jogo e o apoio que ele recebe da produtora são pontos cruciais que fazem o "Vavá" ser considerado a mais nova possível potência dos esportes eletrônicos. Se você ainda não jogou, independentemente do motivo, recomendamos que jogue e tire suas próprias conclusões. Você pode se surpreender, assim como nós do MGG Brasil nos surpreendemos.

Valorant: Guia e dicas para iniciantes

Confira algumas dicas que irão lhe ajudar logo de cara no novo FPS da Riot Games

0

Mais Reportagens

19:56 Valorant: Vivo Keyd anuncia nova lineup com Murizzz, JhoW e mais
17:47 O setup dos sonhos dos pro players de CS:GO, Valorant, R6 e Fortnite
16:00 Streamer de Valorant é banido da Twitch ao ser pego fazendo stream snipe ao vivo
17:09 Botafogo Esports anuncia entrada no cenário de Valorant
01:16 VCT Game Changers Series: Gamelanders Purple e Vivo Keyd Athenas avançam no torneio
14:02 Valorant: 'O Canto da Cidade', de Daniela Mercury, vira trilha oficial de Raze em vídeo
19:52 Calendário da terceira etapa do VCT Brasil é anunciado
13:33 Valorant: Atualização 2.11 traz de volta modo Replicação e corrige bugs
18:01 Valorant: lineup da B4 Angels também defenderá organização no circuito misto
10:37 Partida com 50 rounds quase bate recorde de jogo mais longo de Valorant

Recomendados

Aim Lab: Como usar para treinar mira no Valorant, CS:GO e outros jogos de tiro
Por que Valorant conquistou jogadores de diversas comunidades diferentes

Descubra guias

Guia Valorant Masters Reykjavík: Calendário, times, transmissão e mais
4 jogos viciantes que os pro players usam para treinar
Tudo sobre elos e o sistema de partidas ranqueadas