Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

CS:GO: Com divisão na América do Sul, liga feminina da ESL começa em março

CS:GO: Com divisão na América do Sul, liga feminina da ESL começa em março
0

A liga feminina de CS:GO ESL Impact começará em março com vagas para América do Sul e US$ 150 mil de premiação

Nesta sexta-feira (18), a ESL anunciou novas informações sobre o #GGFORALL, circuito feminino de CS:GO. A primeira competição do conjunto de torneios que distribuirá US$ 500 mil será a ESL Impact, que acontecerá entre 8 de março, Dia Internacional das Mulheres, e 1 de maio, com a presença de diversas equipes.

A primeira temporada da ESL Impact terá US$ 150 mil, aproximadamente R$ 770 mil. Três regiões terão vagas garantidas na disputa: América do Sul, América do Norte e Europa. Cada região terá oito times divididos em dois grupos, que se enfrentarão em turno e returno em séries melhores de três jogos (md3).

Cada região terá dois times convidados e seis classificados por meio das seletivas que acontecerão entre 8 e 12 de março. Com todas as equipes definidas, as partidas do torneio começarão em 17 de março, sempre às quintas e sextas-feiras.

As duas melhores equipes de cada região se classificarão para a final global da primeira temporada, que será realizada entre 3 e 5 de junho, na DreamHack Dallas, nos Estados Unidos. Também participarão da grande final dois times das qualificatórias que acontecerão na África do Sul e Ásia/Oceania, consideradas regiões Wildcard.

A evolução gráfica do Counter-Strike clássico até o CS:GO

FPS Valve já teve desde versões com grande sucesso no competitivo até títulos com propostas rejeitadas pelo público

esports-valorant

Multicampeã no CS:GO, Pan retorna ao competitivo e migra para o Valorant

Jogadora fez parte da lineup que domino o cenário feminino brasileiro pela Vivo Keyd, OpTic e Pain Gaming entre 2017 e 2018

esports-valorant

Lineup feminina do MIBR disputará circuitos de CS:GO e Valorant

Equipe formada por Bizinha, Fly, Cellax, Arkynha e LyttleZ, que antes que competia somente no CS:GO, agora também se dedicará ao FPS da Riot

0
Beatriz Coutinho
Bia  - Repórter

Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.

Mais Reportagens

23:59 FURIA é campeã da GC Masters Feminina V de CS:GO ao vencer MIBR na final
18:00 Cogu revela que "saiu na mão" com Gaules nos tempos de CS 1.6
16:16 Youtuber transforma vaso sanitário em PC gamer funcional
15:45 Guia GC Masters Feminina V de CS:GO: Times participantes, horários, formato e mais
12:30 Stewie2k anuncia aposentadoria do competitivo de CS:GO e focará em streams
17:41 Streamer troca skins de CS:GO por BMW de mais de R$ 300 mil
11:38 Imperial e Pain representarão Brasil na ESL Challenger Melbourne de CS:GO
10:21 FalleN planeja possível aposentadoria do CS:GO para 2023
17:00 Corinthians anuncia entrada no CS:GO com lineup da HUMMER
17:40 Gaules: Idade, redes sociais, história e tudo sobre o streamer de CS:GO

Recomendados

Os 7 maiores jogadores brasileiros de CS:GO (até agora)
Quais são as piores armas do CS:GO? Pro players opinam
"O time que eu estiver será o melhor" e outras frases marcantes da história do CS

Descubra guias

FalleN: Idade, redes sociais, história e tudo sobre o jogador de CS:GO
Comandos para treinar e como montar sua configuração no CS:GO
Todas as patentes e ranks do CS:GO