Millenium / Artigos e reportagens de games / Valorant /

Valorant: Team Vikings vence Sharks e é campeã do VCT Challengers Finals

Valorant: Team Vikings vence Sharks e é campeã do VCT Challengers Finals
0

Com atuação coletiva de gala, VKS confirmou o status de melhor time do Brasil e vai com moral para o Masters Reykjavík

A Team Vikings confirmou neste domingo (9) o status de melhor time do Brasil. Numa série emocionantes e marcada por jogadas plásticas de lado a lado, a VKS venceu a Sharks por 3 a 1 e conquistou o título do VCT Challengers Finals. Atual campeã do VCT Masters Brasil, a Vikings saiu perdendo na Ascent, mas superou os Tubarões nos mapas Haven, Bind e Icebox.

Com o título, a Vikings garante o posto de cabeça de chave número 1 do Brasil no Masters Reykjavík, campeonato internacional de Valorant que será disputado de 24 a 30 de maio, na Islândia, além de levar para casa o prêmio de R$ 60 mil. A Sharks, por sua vez, será cabeça de chave número 2 do país no Masters e faturou R$ 40 mil com o vice-campeonato.

Jogo 1 - Ascent

A primeira partida começou com ampla superioridade da Team Vikings atuando no lado atacante. Com grandes atuações de Saadhak (Killjoy), Frz (Phoenix) e Gtn (Raze), a VKS chegou a abrir 7 a 2 nas primeiras rodadas, mas a Sharks reagiu na reta final com enorme contribuição de Prozin (Phoenix), Fra (Killjoy) e um clutch milagroso de Light (Omen) na 12ª rodada, cortou a desvantagem para 7 a 5.

Na troca de lados, a VKS levou a melhor no pistol round e aproveitou a vantagem econômica para abrir 9 a 5, mas a Sharks respondeu com uma série de rodadas dominantes e finalmente diminuiu a diferença para apenas 1 ponto. No 18º round, Prozin (Phoenix) e DeNaro (Sova) conseguiram abates fundamentais, mas foi Light quem garantiu o 9 a 9 na série, e os Tubarões encaixaram mais uma boa rodada e viraram para 10 a 9.

Na 20ª rodada, Sacy (Sova) encaixou uma triple kill fundamental e empatou o jogo novamente para a Team Vikings, mas Light encaixou um abate triplo na rodada seguinte e mais uma vez colocou a Sharks em vantagem e quebrou a economia dos rivais.

O 12º ponto dos Tubarões veio sem grandes dificuldades, e Gaabxx (Raze) garantiu a vitória por 13 a 10 para sua equipe. Esta foi a primeira derrota sofrida pela Team Vikings na Ascent.

Jogo 2 - Haven

O jogo na Haven começou quente, com Sacy (Sova) conseguindo um ace incrível no pistol round e abrindo o placar para Team Vikings, que começou no lado atacante. Com melhor armamento, o 2 a 0 para a VKS veio sem dificuldades. No primeiro round armado da Sharks, foi Saadhak (Cypher) quem venceu o clutch e garantiu o 3 a 0 da Vikings, que na sequência marcou mais dois pontos sem dificuldades.

O 6 a 0 da VKS veio após a equipe reverter um 2x3, mas Proxin conseguiu um ace milagroso num round econômico, encaixando quatro de suas cinco eliminações com a Sheriff e vencendo o clutch 1 x 1 contra Gtn (Raze). A derrota, no entanto, não abalou Vikings e companhia, que na sequência alcançou o 7 a 1, e uma triple kill de Sacy abriu caminho para o oitavo ponto de seu time. O 9 a 1 veio logo na sequência e sem dificuldades, mas Prozin mais uma vez conseguiu um clutch improvável de Phoenix para garantir o segundo ponto da Sharks.

A segunda metade foi aberta por uma kill decisiva de Sutecas (Astra) de faca em cima de Light (Omen), garantindo o 11 a 2, e logo em seguida a equipe alcançou o 12º tempo. Sem dificuldade, a Team Vikings fechou o jogo por 13 a 2 e igualou a série.

Jogo 3 - Bind

A Sharks venceu o pistol round e conseguiu desarmar a Spike para abrir o placar no mapa Bind, e mesmo com a Team Vikings apostando num round forçado, conseguiu abrir 2 a 0, quebrando totalmente a economia dos rivais, e Light garantiu o terceiro ponto dos Tubarões. A partir de seu primeiro round armado completo, a VKS reagiu e conseguiu empatar o jogo em 3 a 3, com grande atuação de Frz (Phoenix).

A virada da Vikings veio num clutch de Gtn com sua Raze, e a equipe aproveitou embalo para vencer as rodadas seguintes sem dificuldades e abrir 6 a 3. A resposta da Sharks veio em seguida e a equipe conseguiu cortar para 6 a 5. Antes da troca de lados, Saadhak (Viper) brilhou e garantiu o 7 a 5 para a VKS antes da troca de lados.

Na segunda metade, os Tubarões venceu o pistol e aproveitou a vantagem de equipamento para empatar a série logo na sequência, com grande atuação de Gaabxx (Viper). A VKS chegou ao oitavo ponto em grande atuação de Sutecas (Astra). Nas duas rodadas seguintes, os times se alternaram e mantiveram a igualdade: 9 a 9.

Na reta final, a Sharks conseguiu pela primeira vez abrir dois pontos de vantagem na partida e chegou ao 11 a 9, mas Frz brilhou na 21ª rodada e garantiu o 10º ponto da Team Vikings, que aproveitou o embalo e virou para 12 a 11, com direito uma rodada brilhante de Gtn com sua Raze na 23ª rodada. A vitória veio com uma série de abates com um tempo impecável de Frz (Phoenix).

Jogo 4 - Icebox

A Team Vikings venceu o pistol e abriu 2 a 0 logo na sequência. Na terceira rodada, A VKS estava na vantagem, mas DeNaro (Sova) salvou a Sharks e garantiu o primeiro ponto de sua equipe com abates fundamentais. Na quarta rodada, foia vez de Prozin (Raze) brilhar e garantir o 2 a 2. No forçado, Sutecas garantiu abates fundamentais e Sacy completou o serviço para marcar o 3 a 2 para os Vikings. Na sequência, foi a vez de Gtn garantir abates em série com Raze e marcar o quarto ponto para sua equipe.

A Sharks conseguiu um retake rápido na sétima rodada e marcou seu terceiro ponto na série, mas Saadhak (Killjoy) garantiu o clutch e o 5 a 3 para a Vikings, e Sacy (Sova) ganhou um clutch 1 x 1, com direito a uma vitória no duelo de Sovas contra DeNaro, confirmando o 6 a 3. A VKS terminou melhor a primeira metade e venceu a parcial por 8 a 4.

Na segunda metade, a Sharks venceu o pistol round atuando no ataque e aproveitou o embalo na rodada seguinte para cortar a desvantagem para 8 a 6. Em seu primeiro armado na defesa, a VKS atropelou os Tubarões e chegou ao nono ponto. A Sharks chegou ao sétimo ponto graças a abates de DeNaro no fim da rodada, mas Sutecas (Omen) garantiu eliminações fundamentais no meio do manto sombrio e fez a VKS chegar ao 10 a 7, mas os Tubarões fizeram bom aproveitamento de seus armamentos e diminuíram a desvantagem para 10 a 9.

Quando a Sharks crescia no jogo, a VKS emplacou uma rodada perfeita eliminou os cinco jogadores rivais sem sofrer baixas. Na sequência, Sacy (Sova), conseguiu um clutch milagroso no 1 x 3 e fez seu time chegar ao match point: 12 a 9. O título veio com um round impecável e sem baixas por parte da Vikings.

Principal destaque da Vikings ao longo da série, Sacy foi eleito o MVP da final.

esports-valorant

Valorant Masters 3 será disputado em setembro, na cidade de Berlim

Campeonato internacional será disputado de 9 a 19 de setembro e terá a participação de 16 equipes

esports-valorant

Riot já avalia viabilidade de Valorant mobile em várias regiões do mundo

De acordo com IGN Índia, jogo já está em desenvolvimento e terá versões para Android e iOS

influenciadores

Time de Shroud é varrido do mapa por uma ult de Raze em Valorant

Lance foi tão hilário que levou até o próprio streamer às gargalhadas

0
Gabriel SALES
Gabriel Sales

Jornalista apaixonado por games desde o jardim de infância e fã de quase todo tipo de RPG, especialmente os da série Chrono. Nos esports, shooters e jogos de luta são minhas maiores paixões, mas abraço qualquer jogo com uma cena competitiva pulsante.

Mais Reportagens

15:30 Team Liquid se qualifica para disputar vaga no mundial feminino de Valorant
11:20 Valorant Game Changers Series 1 será disputado presencialmente
16:00 7 mães dos esports para conhecer e acompanhar: Adriana Noronha, Babi, Tayhuhu e mais
12:22 Time de Valorant da MIBR com Bizinha e cellax ganha reforços com pan, Shizue e Badgal
17:01 Valorant: Riot trabalha em buffs para Phoenix e Cypher, confirmam desenvolvedores
13:00 Riot revela grupos e calendário da segunda etapa do Valorant Challengers Brazil
17:27 Fnatic teve interesse em contratar Sacy para equipe de Valorant, revela Boaster
19:36 Fade tem gesto no Valorant alterado após polêmica envolvendo organização terrorista
18:26 Anitta e Jade Picon são Viper e Raze de Valorant em montagem
14:30 LOUD coloca Brasil em alta após Valorant Masters, mas demais equipes também precisam evoluir

Recomendados

Mudando de vida: como Free Fire e LoL trouxeram novas perspectivas para a favela
PogChamp, LUL, Kappa: O significado e origem dos memes dos esports
Conheça os jogos que foram sucessos ou fracassos na história dos games

Descubra guias

Tudo sobre elos e o sistema de partidas ranqueadas
Aim Lab: Como usar para treinar mira no Valorant, CS:GO e outros jogos de tiro