Millenium / Artigos e reportagens de games /

Do K-Pop ao Pôquer: 10 famosos que investem nos esports

Do K-Pop ao Pôquer: 10 famosos que investem nos esports
0

O crescimento do esporte eletrônico chama a atenção de celebridades que enxergam o potencial de crescimento do cenário

De acordo com a Newzoo, os esports devem alcançar US$ 180 bilhões de receita em 2021. Com um mercado em potencial repleto de fãs de gostos variados, paixão e grandes lucros, é claro que os esportes eletrônicos chamam a atenção de famosos em indústrias como música e esportes tradicionais. Nesta lista, o MGG Brasil mostra quais famosos já investiram muito dinheiro nos esports.

Uma grande empresa que também investe nos games e esports, criando conteúdo e organizado torneios desde 2019, é o Digio, banco digital que oferece diversos recursos para facilitar a vida financeira de todos.

Uma dessas facilidades é o DigioCartão, cartão de crédito livre de anuidades, juros rotativos e mensalidades. Além disso, o Digio ainda oferece cartão virtual, conta digital 100% grátis e controle total pelo DigioApp. Para saber mais e pedir seu DigioCartão, acesse digio.com.br.

Michael Jordan

Millenium

Famoso e vitorioso ex-jogador de basquete profissional da NBA, Michael Jordan é um entusiasta dos esports. Admirado por sua carreira no Chicago Bulls, Jordan faz parte do grupo de investidores aXiomatic Gaming, que adquiriu a Team Liquid em 2016.

Na época da aquisição, Michael Jordan colaborou com o investimento de US$ 26 milhões que foi feito na aXiomatic. Em 2020, a Team Liquid foi considerada a terceira organização mais valiosa dos esports, cujo valor de mercado chega a US$ 310 milhões.

André Akkari

Millenium

Jogador profissional de pôquer, o brasileiro André Akkari é um dos maiores investidores em esports do país. Campeão de diversos torneios do jogo de cartas, Akkari é um dos sócios da FURIA Esports, organização que possui equipes de League of Legends, Counter-Strike: Global Offensive, Rainbow Six Siege, Free Fire, entre outras.

Em 2011, Akkari foi campeão do evento 43 da World Series of Poker unindo-se a Alexandre Gomes, Thiago Decano, Roberly Felício, Yuri Martins e Murilo Figueredo como os únicos brasileiros a conseguir um Bracelete no evento.

Sehun

Millenium

Oh Se-hun, mais conhecido como Sehun é um idol do K-Pop sendo integrante do grupo EXO - um dos maiores grupos masculinos de K-Pop, em atividade desde 2011.

Em 2020, Sehun se tornou acionista da APE Sports, empresa que é dona da organização de esports APE Prince, que já teve uma equipe de LoL na liga sul-coreana do game, e hoje conta com line-ups de PlayerUnknown’s Battlegrounds e Valorant.

Steve Aoki

Millenium

O famoso DJ e produtor estadunidense Steve Aoki é co-proprietário da famosa organização de esports Rogue, que possui times de League of Legends, Rocket League, Rainbow Six Siege.

Steve Aoki adquiriu parte da Rogue em 2016 e em 2018 se uniu a empresa ReKTGlobal para administrar o time e atrair mais investidores para a organização. Além de investir nos esports, o DJ também agora jogar Overwatch, outro game do qual a Rogue possui um time.

Jennifer Lopez

Millenium

A cantora, atriz, empresária, multitarefas Jennifer Lopez também já investiu em esports. Em 2016, a artista contribuiu com um investimento de US$ 15 milhões feito na equipe de esporte eletrônico NRG.

O investimento foi feito em conjunto com o marido da cantora, Alex Rodriguez. Atualmente, a NRG conta com line-ups de Apex Legends, Fortnite, Call of Duty, Valorant, Overwatch e Rocket League.

Drake

Millenium

O rapper canadense Drake coleciona hits na indústria da música e diversos prêmios, mas não é só no mercado musical que ele se destaca. Em 2018, Drake adquiriu uma parcela das ações da 100 Thieves, famosa organização de esports dos Estados Unidos.

Atualmente, a 100 Thieves conta com equipes de League of Legends, Fortnite, Call of Duty, entre outras.

Djonga

Millenium

Entusiasta do Free Fire, o rapper brasileiro Djonga criou a equipe de FF Original GE em agosto de 2020. Durante a apresentação da novidade, Djonga afirmou que sonha em mudar a vida de seus jogadores.

“Quero que dê certo e que eles vivam disso e curtam o trampo, a grana que vai poder ser oferecida e que de alguma forma mude a vida deles. Mas o mais importante é que eles se divirtam porque, querendo ou não, é um jogo e é do mesmo jeito como eu subo no palco para me divertir.”

Alok

Millenium

Depois de se tornar um personagem do Free Fire, o DJ brasileiro Alok não só passou a estar ainda mais ligado aos games, como também começou a investir em realizar torneios para a comunidade do battle royale da Garena e a fazer streams.

Em 2021, o DJ deixou muitos jogadores felizes ao anunciar sua própria equipe de Free Fire, que se chama Fuego e disputa a Série B da LBFF.

Ronaldo Fenômeno

Millenium

Para provar que o Brasil possui um grande espaço no mercado de esports, aqui está mais um brasileiro nesta lista. Ronaldo Fenômeno foi e ainda é o ídolo de muitos fãs de futebol, não só no Brasil, mas no mundo inteiro.

Em 2017, o ex-jogador de futebol se tornou sócio da CNB, organização de esports que foi muito conhecida no cenário de LoL. Entre o início da parceria e 2020, ano em que o time perdeu o apoio do Fenômeno, Ronaldo participou da cerimônia de entrega de medalhas aos campeões do MSI 2017, que foi realizado no Brasil.

Atualmente, o Fenômeno é dono da Oddz, empresa focada em negócios como esports, tecnologia, games, big data e muito mais. Recentemente, Nino “ninextt” Pavolini assinou com a empresa para que ela agencie sua carreira e imagem.

David Bekcham

Millenium

Conhecido como um dos melhores jogadores de futebol da história - embora não tenha vencido o título de melhor do mundo nenhuma vez - David Beckham se aposentou do futebol, mas soube acompanhar a evolução dos esportes.

Em junho de 2020, Beckham entrou para a Guild eSports como sócio minoritário. Atualmente, a organização possui equipes de FIFA e Rocket League.

esports

Os pro players mais ricos e valiosos dos esports

Que os esports movimentam milhões de dólares todos os anos, já sabemos, mas quais são os jogadores mais valiosos e ricos deste mercado?

0

Mais Reportagens

09:34 CBLOL 2021: Final do 1º split bate recorde de audiência com mais de 416 mil espectadores
19:17 Brtt quer que "CBLOL tenha o mínimo de respeito" no cenário internacional
17:21 Pain é campeã da 1ª Etapa do CBLOL 2021 com vitória sobre a Vorax
14:00 Serviço por assinatura no LoL chinês permite testar skins e dá vouchers de RP
12:00 Senna com 5 mil stacks abate Barão e Dragão sem sair da base no LoL
11:40 Free Fire: bak nega ida para paiN e diz cumprir "rigorosamente" seu contrato com a LOUD
10:19 Flamengo é campeão do 1º split do CBLOL Academy 2021 com direito a pentakill de Goku
10:00 Streamer de nível Radiante é banido ao vivo de Valorant pelo Riot Vanguard
16:00 Jogadores e times que colocaram seus países no mapa dos esports
14:00 Protótipo de ultimate da Gwen no LoL era tão bom que queremos em outro campeão

Recomendados

Qual é o futuro das loot boxes no Brasil?
Afrogames e a luta coletiva de jovens negros por mais oportunidades nos games
Exposed nos esports: como denunciar e agir diante de casos de violência sexual

Descubra guias

Tier List de melhores campeões de Wild Rift para cada função
Quando a MIBR joga?
Agenda completa de quando o FalleN joga pela Team Liquid