Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

Retrospectiva do LoL em 2020: Franquia no CBLoL, superação e aposentadorias

Retrospectiva do LoL em 2020: Franquia no CBLoL, superação e aposentadorias
0

Em 2020, a comunidade mundial de League of Legends superou vários obstáculos, viu novos ídolos nascerem e antigos pendurarem o teclado

Retrospectiva do LoL em 2020: Franquia no CBLoL, superação e aposentadorias

Dois mil e vinte foi um ano atípico. Começando de maneira promissora para o cenário dos esports, o ano mudou da noite para o dia com a chegada da pandemia de Covid-19. Dessa maneira, os esportes eletrônicos se adaptaram ao "novo normal" e a comunidade de League of Legends fez parte disso.

Nesta retrospectiva do ano de 2020 no cenário de LoL, o MGG Brasil relembra quais momentos felizes, tensos e de superação uniram a comunidade ao longo dos últimos 365 dias.

O sistema de franquia chega ao CBLoL

League of Legends

Em janeiro de 2020, o cenário de League of Legends estava animado esperando pelo 1º split quando foi surpreendido por um anúncio muito esperado e comentado há anos.

O Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) finalmente adotaria o sistema de franquias, nos quais os times que desejam competir no torneio compram uma vaga na competição e se tornam sócios da Riot Games Brasil.

"Será que agora o CBLoL vai ter 10 times?". "Será que com grandes investimentos nossa região pode melhorar internacionalmente?". "O formato da competição vai mudar?".

Essas e outras perguntas seriam respondidas ao longo do ano, mas só de saber que a franquia chegaria, a comunidade já sentiu (um pouco) mais de esperança no nosso querido CBLoiro.

Estúdios do CBLoL sofrem com enchentes

League of Legends
League of Legends

Os dias 9 e 10 de fevereiro não foram fáceis para a cidade de São Paulo, onde estão localizados os estúdios do CBLoL.

Chuvas fortíssimas atingiram a capital do estado e muitos bairros da região metropolitana sofreram com enchentes e desabamentos. Os estúdios do CBLoL ficaram alagados e inúmeros equipamentos de vídeo, som, entre outros, foram danificados por conta da água da chuva.

Este imprevisto fez com que o CBLoL sofresse uma pausa e em seguida passasse a acontecer no On-Stadium, estúdio que fica no bairro da Aclimação. Para celebrar a volta por cima que o CBLoL deu ao longo do ano, a Riot Games lançou o documentário A História Como Foi:

A chegada da pandemia no Brasil

Quando diversas ligas regionais de LoL já haviam pausado seus jogos por conta da pandemia ou até mesmo começado a acontecer somente de forma online, o CBLoL precisou passar pelo mesmo processo.

Foi em 10 de abril de 2020 que o CBLoL retornou de maneira definitiva, porém online, e não presencial. Durante este período, diversos jogadores desabafaram em entrevistas coletivas, relatando como era difícil e desmotivador jogar em casa, longe dos estúdios aos quais estavam tão acostumados.

A ascensão da KaBuM! no 1º split

League of Legends

Depois de acumular apenas cinco vitórias até a 7ª semana do 1º split do CBLoL 2020, a KaBuM! precisava vencer praticamente todos os seus jogos para ter uma chance de chegar até pelo menos os playoffs do campeonato.

O que parecia impossível, o técnico Alexander "Abaxial" Haibel tornou realidade. Depois de assumir a equipe e ainda precisar lidar com algumas derrotas, o treinador fez o elenco composto por Lee "Parang" Sang-won, Na "Wiz" Yoo-joon, Arthur "Tutsz" Peixoto, David "Disave" Chaves, Igor "DudsTheBoy" Lima e Denilson "Ceos" Oliveira ascender.

Depois de vencer os seis jogos necessários para chegar até os playoffs, os ninjas chegaram até a 4ª colocação o torneio, venceram a Vivo Keyd por 3 a 0 nas semifinais e derrotaram o todo poderoso Flamengo Esports pelo mesmo placar na grande final.

Infelizmente, a equipe não pôde representar o Brasil internacionalmente, porque o Mid-Season Invitational 2020 foi cancelado devido à pandemia, suas restrições de viagens e medidas de isolamento social.

Punições à todo o vapor

League of Legends

O famoso atalho do Windows Alt + F4, que serve para fechar um programa foi um problema e tanto no 2º split do CBLoL 2020.

De acordo com o regulamento do torneio, é proibido que um jogador se desconecte de uma partida antes de ela acabar e a tela voltar a exibir o Cliente, mas muitos pro players ignoraram esta regra ao longo do ano.

Pro players do Flamengo e do Santos cometeram essa infração diversas vezes ao longo do campeonato, o que resultou em punições como multa em dinheiro e perda de banimentos em partidas futuras.

Em 2019, quando ainda jogava pela Falkol, Marcelo "Riyev" Carrara já havia sido punido por fechar o jogo antes de uma partida ser oficialmente finalizada. Na época, o jogador afirmou que quando a animação do Nexus era finalizada, seu Cliente apresentava um erro e por conta disso, ele passou a fechar a partida antes de acabar.

Um novo split, um novo título da INTZ

League of Legends

No 2º split do CBLoL 2020, muitos times tinham o título de favoritos ao troféu do campeonato.

O Flamengo queria deixar o vice para trás e garantir o primeiro lugar; a paiN estava reformada, com um time 100% nacional e sede de vitória - principalmente por parte de Felipe "brTT" Gonçalves; a PRG estava renovada com Matheus "dyNquedo" Rossini, o Santos tinha acabado de vencer o Circuitão; a KaBuM! queria tentar repetir seu título, entre outros.

Depois de começar o split um pouco lenta, quem saiu na frente do campeonato foi a INTZ com sua tradicional (e agora ex) equipe composta por Rodrigo "Tay" Panisa, Diogo "Shini" Rogê, Bruno "Envy" Farias, Micael "micaO" Rodrigues e Ygor "RedBert" Freitas.

Na reta final do torneio, diversas equipes foram ficando para trás, enquanto INTZ e paiN se destacaram e chegaram até a grande final.

Na decisão da disputa, os intrépidos escolheram focar em Thiago "tinowns" Sartori para destruir as chances da paiN de garantir o título e a estratégia deu certo. Depois de vencer a paiN por 3 a 1, a INTZ conquistou seu 5º título do CBLoL e uma vaga no Mundial.

Embora a equipe não tenha garantido um bom resultado no Worlds, sendo eliminada com uma vitória e três derrotas, este foi um título que marcou a história da organização, por ser o último com a equipe que o conquistou.

Os times aceitos na franquia do CBLoL

League of Legends

Depois de um ano muito complicado, uma notícia incrível animou a comunidade brasileira de LoL novamente: as equipes aceitas na franquia do CBLoL 2021.

Com dez equipes, a próxima etapa da competição contará com LOUD, INTZ, FURIA, KaBuM!, Flamengo eSports, Cruzeiro eSports, RED Canids Kalunga, paiN Gaming, Rensga Esports e Vorax.

Como estas equipes compraram uma vaga no CBLoL, o Circuito Desafiante não existe mais e foi substituído pela Liga Academy, que contará com uma equipe secundária de todos os times que já participam do Campeonato Brasileiro de LoL.

Nesta lista, você confere os resultados da janela de transferências de 2020 para 2021, que contou com muitas novidades, reviravoltas e surpresas no cenário competitivo brasileiro.

Mundial durante a pandemia e o retorno do K/DA

Mesmo com diversas restrições, o Mundial 2020 de League of Legends aconteceu e até mesmo contou com um pequeno público presencial.

Os jogadores que disputaram o torneio chegaram em Xangai ao menos 14 dias antes da competição começar para permanecer em isolamento social - até mesmo de seus colegas de equipe - por conta da pandemia.

A grande campeã da competição foi a equipe sul-coreana DAMWON Gaming, que fez uma ótima campanha na Fase de Grupos do torneio e garantiu uma vitória atrás da outras durante os playoffs até a grande final por 3 a 1 contra a Suning.

Algo que marcou o Worlds 2020 foi o retorno do grupo K/DA. Em 6 de novembro as campeãs lançaram o EP All Out. O álbum contém cinco músicas. A faixa More reúne todas as integrantes e uma artista convidada, a campeã Seraphine.

Já as outras canções, pertencem cada uma a uma integrante. The Baddest é a música de Akali, enquanto Evelynn estrela Villain, Ahri aparece em I'll Show You e Kai'Sa comanda Drum Go Dum.

Muitos teclados pendurados

League of Legends

Dois mil e vinte foi um ano repleto de aposentadorias e pausas na carreira de diversos pro players.

No Brasil, o nome que mais impactou o cenário foi o de Gabriel "Kami" Bohm, que após anunciar pausas e retornos, finalmente ouviu o próprio coração e decidiu anunciar oficialmente sua aposentadoria.

Além dele, Riyev também decidiu parar de jogar profissionalmente, mas continuará atuando no cenário, fazendo parte da comissão técnica da equipe de LoL da LOUD.

Ainda entre brasileiros, os jogadores Gustado "Minerva" Queiroz, Diogo "Shini" Rogê e André Eidi "esA" Yanagimachi decidiram dar uma pausa na carreira e não disputarão o 1º split do CBLoL 2021.

Entre os nomes internacionais, foram muitos os que se despediram do cenário competitivo, embora vários deles tenham planos para continuar atuando como comissão técnica ou streamers.

O icônico Søren "Bjergsen" Bjerg deixou de ser pro player para atuar como head coach da TSM em 2021. Yiliang "Doublelift" Peng também se aposentou, assim como Berkay "Zeitnot" Aşıkuzun (ex-SuperMassive), Song "Smeb" Kyung-ho (ex-KT Rolster), Lee "Crown" Min-ho (ex-OZ Gaming), Jian "Uzi" Zi-Hao (ex-RNG), entre outros.

O que esperar do CBLoL em 2021?

O CBLoL 2021 ainda não tem data definida para começar, mas já está repleto de coisas incríveis para a comunidade acompanhar.

Duas das mais importantes são a presença da LOUD e de mulher no cenário competitivo de LoL.

Com a entrada do "faz o L", o efeito LOUD mostrará para o público do League of Legends como uma organização pode ser gigante - talvez até mesmo maior que a paiN? Só o tempo dirá.

O famoso "efeito LOUD" consiste no grande número de seguidores que os influenciadores da organização ganham quando são anunciados, fenômeno que aconteceu com a streamer Bianca “Thaiga” Lula e com todos os jogadores da equipe.

Além disso, o CBLoL e a liga Academy contarão com cinco mulheres, um número pequeno, mas histórico, já que esta é a primeira vez que mais de uma mulher está inscrita em um torneio oficial de LoL organizado pela Riot Games Brasil.

esports

CBLoL: As 10 melhores farpas do campeonato

Nada melhor que um trash talk antes dos jogos

esports-lol

CBLoL: 10 polêmicas que já aconteceram no campeonato

Alt+F4, janela de transferências, jogadores reserva e mais já deram o que falar no principal torneio de League of Legends do Brasil

0

Mais Reportagens

09:34 CBLOL 2021: Final do 1º split bate recorde de audiência com mais de 416 mil espectadores
19:17 Brtt quer que "CBLOL tenha o mínimo de respeito" no cenário internacional
17:21 Pain é campeã da 1ª Etapa do CBLOL 2021 com vitória sobre a Vorax
14:00 Serviço por assinatura no LoL chinês permite testar skins e dá vouchers de RP
12:00 Senna com 5 mil stacks abate Barão e Dragão sem sair da base no LoL
10:19 Flamengo é campeão do 1º split do CBLOL Academy 2021 com direito a pentakill de Goku
14:00 Protótipo de ultimate da Gwen no LoL era tão bom que queremos em outro campeão
10:00 App de LoL sugere campeões com base em composição, time inimigo e mais em tempo real
20:03 Jogador acumula 25 mil stacks do Veigar e mata Barão com uma habilidade
18:09 CNB anuncia nova edição da peneira Preparando Campeões de LoL

Recomendados

As 10 melhores jogadas do CBLOL
Qual é o futuro das loot boxes no Brasil?
Quando chega o próximo patch do LoL

Descubra guias

Tudo sobre o passe Embalos no Espaço do LoL e suas missões
Tier list e guia dos melhores campeões de LoL
Irelia: Runas, builds e guia da campeã do LoL para jogar no topo