Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

LoL: Riot se inspirou em arma e cultura indianas para criar Nilah e sua espada chicote

LoL: Riot se inspirou em arma e cultura indianas para criar Nilah e sua espada chicote
0

Pensando em representatividade, a criação de Nilah pela Riot Games foi completamente inspirada na cultura indiana, desde sua arma até história de vida

Nilah, a Alegria Irrestrita, é a nova campeã de League of Legends - tornando-se a 161ª personagem a chegar ao MOBA da Riot Games. Além de revelar as habilidades e skin Guardiã Estelar de Nilah nesta quarta-feira (22), a desenvolvedora também divulgou uma série de curiosidades sobre o processo de criação da campeã, cuja arma existe na vida real e tem origem indiana, assim como a história dela.

A origem de Nilah e sua relação com a Índia

Em um texto publicado por Landess "Smal Baby Panda" Cole, escritora editorial da Riot, o desenvolvimento de Nilah começou com a vontade da Riot de criar uma atiradora duelista corpo a corpo, que seria também a primeira do jogo a ter este conceito diferente do comum em relação aos atiradores.

"O objetivo era criar uma nova experiência para quem joga na rota inferior, mas também para quem prefere Yasuo ou Yone e talvez queira dar uma experimentada (ou espadada?) em outra posição", mas era necessário que isso não envolvesse "criar mais um ioniano espadachim depressivo".

Esta é a aparência de um tipo de urumi da vida real - League of Legends
Esta é a aparência de um tipo de urumi da vida real

Durante o processo, a artista conceitual Nancy "Riot Sojyoo" Kim encontrou em suas pesquisas a arma urumi, uma espada flexível como um chicote, originária do sudeste asiático, mais especificamente da Índia.

"Foi um verdadeiro achado, já que a equipe queria aumentar a representação dessa região no LoL. Dá mesma maneira que fizemos com Campeões como Samira, Akshan ou Zeri, queríamos que pessoas de todos os lugares se sentissem representadas no LoL, e faltava algo do sul da Ásia, principalmente para as mulheres".

Além disso, Jared 'Carnival Knights' Rosen, o principal escritor narrativo da Riot, afirmou que "como uma heroína do Ramaiana, Nilah desistiu de tudo pelo incrível poder que possui e o usa para proteger o mundo de ameaças antigas que por muito tempo acreditava-se que eram invencíveis".

O Ramaiana é um poema épico do escritor indiano Valmiki, escrito em sânscrito, língua ancestral do Nepal e da Índia, que é muito importante no hinduísmo. Ele conta a história do príncipe Rama de Ayodhya, cuja esposa Sita é abduzida pelo demônio Rākshasa, rei de Lanka, Ravana.

League of Legends

Nilah é possuída pelo demônio de alegria Ashlesh

A história de Nilah envolve o demônio da alegria Ashlesh, que é um dos Dez, os demônios mais antigos e poderosos que já existiram em Runeterra, o universo no qual acontece a história do LoL. De acordo com a Riot, ele " impele a alegria para suas extremidades abomináveis, alimentando-se de aspectos sombrios e antagônicos da emoção, como delírio e obsessão".

No entanto, Nilah conseguiu controlar a força dele e usá-la para o bem. Desta forma, ela é possuída por ele, mas seguindo um rígido código de rituais e liturgias, ela consegue dominá-lo.

A história da campeã é contraditoriamente triste. Após visitar os subterrâneos de sua cidade no país Kathkan, ela desapareceu por 10 anos e quando retornou, após lutar contra o demônio e vencê-lo, já era uma grande guerreira capaz de matar criaturas monstruosas. No entanto, o preço a pagar por isso foi o esquecimento dela por parte das pessoas que a amavam, como sua família, embora ela sempre sinta alegria.

League of Legends

Após retornar já muito poderosa, Nilah entrou na organização A Sétima Camada, composta por um grupo de heróis que vigia a prisão espiritual de Ashlesh e protege o povo kathkani. De acordo com a Riot, " esses heróis (todos eles conectados a Ashlesh de alguma forma) ajudam a manter o demônio da alegria fraco para que ele não seja capaz de fugir".

Será que no futuro teremos mais heróis de A Sétima Camada no LoL? A organização possui uma série de referências na campeã:

"O símbolo das sete mãos na roupa dela é um dos elementos de design que representa a Sétima Camada. Ele está nas joias que ela usa... há um nas joelheiras dela", afirma Riot Sojyoo, enfatizando que a equipe artística quis expressar a identidade guerreira asceta de Nilah nas roupas, mas sem perder a praticidade de matar animais místicos. "Por ser uma personagem muito ágil, fizemos questão de deixá-la com roupas confortáveis e leves para que ela conseguisse dar seus saltos e piruetas", disse a Riot.

Segundo a desenvolvedora, após a Ruína, Nilah deixou Kathkan para ir até Águas de Sentina em busca de informações sobre Viego (agora aprisionado em seu continente natal) e Os Dez. "É possível encontrá-la no bar de Billy Ostra, quem sabe matando umas serpentes marinhas que assolam as docas pra se distrair", revelou a empresa, fazendo uma referência ao curto conto que serviu como teaser para a personagem.

LoL: Descubra os scripts que estão sendo utilizados no jogo atualmente

Você provavelmente está ciente de que o número de jogadores trapaceando está crescendo no jogo, mas será que você também sabia que o mesmo ocorre com o número de novos scripts?

Riot revela todas as mudanças do mini-rework da Sivir no LoL

Recentemente, Sivir foi escolhida pela Riot para ganhar um mini-rework como Swain, Olaf e Taliyah. As mudanças que a Mestra da Batalha receberá já foram divulgadas pela desenvolvedora

LoL: Com snowball absurdo, Draven consegue 1800 de ouro usando apenas sua passiva

O Carrasco de Noxus foi protagonista de uma jogada espetacular em partida da LEC, provando que a quantidade de ouro é o principal indicador de vantagem de um time

0
Beatriz Coutinho
Bia  - Repórter

Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.

Mais Reportagens

22:35 “Minha família respeitou minha decisão”, Faker explica motivo de ter recusado proposta milionária de equipe chinesa
13:20 LoL: RED Canids anuncia retorno de Grevthar, bicampeão do CBLOL
15:00 LoL: Jogadores tentam imitar Faker e destroem a taxa de vitórias do campeão mais presente no Mundial 2023
19:00 LoL: Ex-campeão mundial pode estar envolvido em grande polêmica na China que abala sua carreira profissional
15:00 LoL: Duas grandes movimentações ocorreram na LPL, a hegemonia do JDG poderia estar ameaçada?
13:00 LoL: KT Rolster recruta dois ex-campeões mundiais para a temporada de 2024 da LCK
13:07 LoL: RED Canids oficializa retorno de Jojo por R$ 300 mil
16:05 LoL: Alguns jogadores da T1 podem ter problemas na escolha de skins para seus campeões
13:01 LoL: Brance é o novo reforço da RED Canids para a temporada de 2024
10:20 Guia do Worlds 2023: Times participantes, formato, horários dos jogos e mais

Recomendados

Guia do 2º split do CBLOL 2023: tabela, times, jogos, ingressos e mais informações
LoL: Tier list 13.18 com guia dos melhores campeões de LoL
7 curiosidades sobre League of Legends que você não conhecia

Descubra guias

LoL: Tier list 13.18 com guia dos melhores campeões de LoL
Dicionário e glossário completo de termos e gírias de League of Legends
Tudo sobre o passe do Mundial 2020 e suas missões