Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

CBLOL 2022: ''Meu desejo é encerrar minha carreira aqui'', diz DyNquedo sobre paiN

CBLOL 2022: ''Meu desejo é encerrar minha carreira aqui'', diz DyNquedo sobre paiN
0

Jogador ressaltou carinho dos fãs e discutiu sobre a primeira semana da paiN no campeonato

A segunda etapa do CBLOL 2022 começou no último sábado com uma rodada repleta de bons jogos e rivalidades à flor da pele. Conversamos com o meio da paiN, DyNquedo, sobre esse primeiro final de semana dos Tradicionais com uma vitória contra a LOUD e uma derrota contra a atual campeã RED Canids.

A estreia da paiN no 2º split do CBLOL

De acordo com o mid laner, a equipe não acha que fez uma primeira rodada tão boa, mas não associa isso ao resultado em si e sim ao desempenho. O jogador apontou que o time não ficou realmente satisteito com tudo que apresentou contra a LOUD e também no embate com a RED Canids.

‘’Estávamos mais confiantes no nosso jogo, pensando que faríamos jogos mais bem executados. Não vou falar limpos, porque jogamos contra dois times fortes, LOUD e RED, a RED principalmente. Sabíamos que seria difícil enfrentá-los, mas acho que não tivemos um final de semana muito constante nos dois dias.Por isso, tivemos jogos muito caóticos e por mais que seja divertido para quem assiste, acaba não sendo o LoL mais bem jogado do mundo’’, conta.

Contra a RED, DyNquedo cita uma dificuldade maior simplesmente porque a equipe é melhor que a LOUD. Porém, ele acredita que a paiN comentou erros bem parecidos nos dois jogos.

Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares - League of Legends
Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares

‘’A LOUD ainda não é um time tão difícil, tão bem preparado, é por isso que eles ainda não conseguem punir tanto a gente dentro de jogo quanto a RED consegue. Esse é o ponto principal na diferença entre os dois jogos’’, completa.

Quando questionado sobre sua opinião em relação aos times do CBLOL após essa primeira semana, DyNquedo pensou muito. Para ele, a única certeza é de que a RED segue sendo um time muito forte e favorito ao título.

‘’Eu esperava um pouco mais da Rensga. No final do split passado, eles estavam tendo um desempenho bom, não tinham tantas chances de se classificar, mas estavam se provando e batendo de frente com os outros times. Agora, eles foram bem mal. Não sei se estão nervosos ou se precisam se encontrar ainda.

Já a INTZ, me surpreendeu também. Treinamos bastante com eles na última etapa, eles voltaram bem cedo e estavam fazendo alguns testes e a gente não tinha time para treinar. Eu não esperava tanto deles e hoje vejo uma evolução do time, com potencial de chamar bastante atenção durante o campeonato. Não vou dizer que são favoritos ao título, mas acho que podem dar trabalho’’ explica.

Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares - League of Legends
Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares

Evolução pessoal e como um time

Em suas últimas passagens por LOUD, PRG e Havan Liberty, DyNquedo dificilmente conseguiu mostrar tudo que já havia apresentado durante toda a sua carreira. Já na paiN, é bem nítido enxergar um retorno ao alto nível de forma constante. Xero, treinador dos Tradicionais, é conhecido por catalisar jogadores da rota do meio, como fez com Tinowns, antigo jogador da equipe.

Sobre o treinador em si, DyNquedo coloca grande parte do seu sucesso e da equipe como um todo ao trabalho que eles vem fazendo com o sul-coreano.

‘’Ele entende muito do jogo. No geral mesmo. A comunidade acha que ele entende muito mais de mid e realmente é verdade, mas ele tem um conhecimento muito mais abrangente do que só se resumir aos conceitos e situações de uma rota. Quando seu time tá bem, consequentemente você também vai ser puxado para cima. Além de ele ter me ajudado muito individualmente, nesse último split eu dei meu 100%.

Eu queria voltar para minha verdadeira forma. Nos últimos dois anos eu estava sempre ali nos playoffs, mantinha um nível de jogo, mas nunca era o favorito. O meu principal foco neste ano, além de ir bem como um todo, é manter esse meu nível individual semelhante ao que eu fui em 2018 e 2019. Toda essa junção foi o que me fez voltar para o meu verdadeiro alto nível’’, explica.

Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares - League of Legends
Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares

Para ele a escolha de ir para paiN, foi o que causou toda essa vontade de voltar a ser o melhor e deixar de viver somente de lampejos da sua melhor fase.

‘’Foi a escolha mais certa que eu fiz e isso me incentivou muito. É uma organização extremamente grande, tem a melhor torcida do mundo, então sem dúvida foi uma escolha na qual acertei bastante. Estou muito feliz de estar aqui e isso é só o começo. Foi só um split, só um vice. Calma que ainda tem muita coisa para rolar’’, completa.

Sobre a evolução do time, DyNquedo cita o retorno cedo dos treinos um dos pontos para que pudessem consertar os principais erros que impediram a equipe de ser campeã contra a RED Canids.

‘’Queríamos consertar bem cedo os errinhos individuais e algumas coisas bobas que acontecem dentro de jogo e que interferem muito no planejamento. Esse é o nosso foco e está sendo o nosso maior foco. Ainda deixamos alguns erros acontecerem nesse final de semana, o que é bem prejudicial, porque interrompe bruscamente a evolução do time’’, conta.

O jogador ainda finaliza dizendo que comparada à última etapa, a paiN não tinha tantos ‘’planos’’ dentro de jogo. ‘’Estavámos mais focados em jogar para a gente, para a nossa rota e pelo crescimento ao longo do jogo. Agora estamos focados em sermos mais versáteis e estarmos cientes de tudo que a gente precisa para vencer as partidas’’.

Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares - League of Legends
Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares

Carinho da torcida e desejo para o futuro

A comunidade toda sabe o quanto Dynquedo exala carisma e personalidade por todas as equipes que passa. O jogador assinou com os Tradicionais logo após defender a LOUD, equipe que tem uma grande rivalidade com a paiN em diversas modalidades no esporte eletrônico. Mas, nem parece. A forma com que o meio conquistou a torcida e também foi abraçado surpreende ele próprio, que tem como objetivo criar um vínculo ainda mais forte com os fãs dos Tradicionais.

‘’Esse processo de parceria entre a torcida e eu é algo que estou curtindo muito fazer. Estou bem dedicado esse ano a, além de me esforçar muito para ser campeão, criar esse vínculo com a torcida da paiN. Com certeza, hoje, a minha vontade estando no time, é de terminar a minha carreira aqui e acabar me tornando um ídolo.

Então eu espero que a torcida continue me abraçando cada vez mais, porque estou bem motivado para isso e é uma vontade minha de terminar aqui. Ter esse vínculo com a torcida até depois que eu estiver aposentado. É um pensamento no qual estou focando bastante e quero muito que aconteça’’, revela o jogador.

Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares - League of Legends
Reprodução: Riot Games/Bruno Alvares

Os próximos confrontos

Na segunda semana do CBLOL, a paiN Gaming enfrenta a Rensga, que vem de duas derrotas seguidas, no sábado (18). Já no domingo (19), os Tradicionais encaram a Kabum, que venceu o Flamengo Los Grandes, mas perdeu da Liberty na estreia. Sobre o que espera das partidas, o meio frisou querer enxergar ‘’evolução’’ ao longo das semanas.

‘’A gente só fica satisfeito com um 2-0, mas queremos conseguir fazer jogos em que a gente siga o que foi proposto e execute bem todas as nossas condições de vitória. Óbvio que não dá pra fazer isso 100%, mas a maior parte das coisas saírem como a gente planeja é o ideal para vermos que estamos progredindo como um time. Se algo acontecer, que seja por fatores do jogo, e não por nossos erros individuais que foi o que aconteceu bastante contra a RED e a LOUD’’, conta.

Prestes a jogar contra o Goku, DyNquedo relembra a história que já teve com o jogador, na época em que a rivalidade entre Flamengo e Kabum era bem grande e os dois times brigavam sempre pelo título e faziam grandes jogos. Já sobre a Kabum, o mid laner dos Tradicionais rasgou elogios para Hauz, uma das grandes surpresas da última etapa.

‘’Tinha esse clássico. Eu acho que atualmente ele não está no nível mais alto dele, mas ainda é um cara que eu respeito bastante. É um bom jogador e se ele conseguir se encontrar em alguns detalhes, vai ser um adversário bem difícil de lidar.

O Hauz é um jogador em ascensão. Ele mostrou o quanto é bom individualmente e está cada vez mais entendendo o que pode fazer para ajudar o time e ser um jogador melhor em todo o conjunto. O Brasil sempre foi de ter bons mid laners e eu acredito que agora não seja diferente, são jogadores bem difíceis de se jogar contra e principalmente o Hauz vai ser um adversário bem complicado essa semana’’, finaliza.

esports-lol

CBLOL 2022: Robo diz chegar com "sangue nos olhos" e conta expectativas contra Flamengo e Pain

Top laner declara querer se esforçar ainda mais para que torcedor veja o máximo de seu potencial no presencial

esports-lol

CBLOL 2022: Riot lança vídeo de hype para 2ª etapa recheado de memes e referências

Produção cita rivalidade entre Aegis e Ranger, faz menção a filmes da Marvel e conta até com "momento Stan Lee"

esports-lol

Final do 2º split do CBLOL 2022 será no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo

Durante a estreia do 2º split do CBLOL 2022, a Riot Games revelou o local que receberá as grandes finais do torneio, que desta vez vale uma vaga no Worlds, o mundial de LoL

0
Luis Santana
Showtana  - Redator

Estudante de jornalismo com paixão em contar histórias. Amante do cenário competitivo de League of Legends e assíduo comentarista de coisas que não sou pago para fazer.

Mais Reportagens

12:00 LoL: Fanart de Lux Florescer Espiritual impressiona por parecer uma arte oficial da Riot
21:02 CBLOL: Maestro diz ter errado em draft da derrota da FURIA; "Até pedi desculpas para o RedBert"
14:00 Fanart de Gwen como Draculaura é o crossover perfeito de LoL com Monster High
18:58 LoL: Riot trai a si mesma, saiba como as novas skins colocam o futuro da empresa em risco
14:50 Bug em habilidades de Olaf e outras falhas corrigidas com o Patch 12.12 do LoL
14:30 LoL: A contradição dos campeões mais populares e o objetivo oculto da Riot com Nilah
11:44 Um dos itens mais importantes do LoL receberá um grande nerf no próximo patch
19:11 Riot propõe mudanças controversas para um dos campeões mais odiados do LoL
17:40 A Loja de Essência Azul vai sumir por tempo indeterminado no LoL e comunidade reage; entenda
17:24 Essa campeã quase foi cancelada do LoL por conta de um simples chapéu

Recomendados

Guia do 2º split do CBLOL 2022: tabela, times, jogos, ingressos e mais informações
LoL: 4 vezes em que a Riot Games foi acusada de plágio
As maiores novidades do LoL: novas skins, campeões, reworks e mais

Descubra guias

Bel'Veth: Runas, build e guia da campeã de LoL para jogar na jungle
Quais são os campeões mais difíceis de se jogar em LoL?
Dicionário e glossário completo de termos e gírias de League of Legends