Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

PGL Major Stockholm: FURIA vence Entropiq e avança aos playoffs; Liquid é eliminada

PGL Major Stockholm: FURIA vence Entropiq e avança aos playoffs; Liquid é eliminada
0

Equipe brasileira perdeu no mapa Nuke, mas foi dominante em Vertigo e Ancient e está no top 8 do Mundial de CS:GO

A FURIA está nos playoffs do PGL Major Stockholm (veja o guia) de Counter-Strike: Global Offensive. Nesta segunda-feira (1), a equipe brasileira venceu a Entropiq por 2 a 1 e passou pelo New Legends Stage com uma campanha de três vitórias (MOUZ, Liquid e Entropiq) e uma derrota (Astralis). Agora com vaga garantida no New Champions Stage, os Panteras só voltam a jogar na quinta (4) ou sexta-feira (5), em duelo que ainda será definido.

Já a Team Liquid, do brasileiro Gabriel "Fallen" Toledo, foi derrotada por 2 a 0 pela Faze Clan, em parciais de 16 a 8 em Inferno e 22 a 19 em Mirage e deu adeus ao Mundial de CS:GO com três derrotas (Entopiq, FURIA e Faze) e apenas uma vitória, sobre a ENCE.

O PGL Major Stockholm será disputado de 26 de outubro a 7 de novembro e conta com a participação de 24 equipes. O Mundial de CS:GO tem premiação total de US$ 2 milhões, a maior da história do evento. O campeão fatura o prêmio de US$ 1 milhão.

Mapa 1 - Vertigo

A Entropiq começou vencendo o pistol round e aproveitou a vantagem econômica conquistada para abrir 2 a 0 em Vertigo. Na sequência, porém, a FURIA assumiu o controle da partida no lado terrorista e abriu uma impressionante vantagem de 10 a 2. Os russos chegaram a diminuir a diferença para 10 a 4, mas os brasileiros frearam a reação dos rivais e terminaram a primeira metade vencendo por 11 a 4.

Após a troca de lados, a Entropiq mais uma vez venceu o pistol, mas desta vez a FURIA levou a melhor no forçado e seguiu melhor na partida, abrindo uma confortável vantagem de 14 a 5 e, pouco depois, fechou a primeira partida com enorme facilidade: 16 a 6.

Mapa 2 - Nuke

Se o mapa Vertigo foi dominado pela FURIA, em Nuke foi a Entropiq quem dominou as ações, especialmente na segunda metade. Os russos mais uma vez venceram o pistol e abriram 4 a 1 no começo da partida, mas os brasileiros emendaram uma ótima sequência de rounds no lado TR e viraram para 6 a 4. O jogo permaneceu equilibrado até a troca de lados, mas com a Entropiq vencendo por 8 a 7.

Na segunda metade, os russos assumiram completamente o controle da partida, levando a melhor na maioria das trocações decisivas e conseguindo plants sem grandes dificuldades. Este cenário se refletiu no resultado final, com a Entropiq vencendo oito das nove rodadas disputadas no lado TR e fechando a Nuke com um tranquilo 16 a 8.

Mapa 3 - Ancient

Mais uma vez, a Entropiq começou vencendo o pistol round e fez bom uso da vantagem de armamento conquistada para abrir 2 a 0. A partir do primeiro armado completo, a FURIA assumiu o controle do jogo e venceu nada menos que oito das nove rodadas seguintes jogando no lado CT e abriu uma confortável vantagem de 8 a 5. A equipe russa reagiu e cortou a desvantagem para apenas 8 a 6, mas a FURIA venceu a última rodada antes da troca de lados e abriu três pontos de vantagem.

Na segunda metade, a FURIA venceu o pistol round e fez bom uso da vantagem econômica conquistada para abrir 12 a 6 no placar. Na 19ª rodada, Yuurih ganhou um clutch milagroso no 1x4 de AWP, garantiu o 13º ponto da FURIA e impôs uma quebra econômica à Entropiq. O 14 a 6 veio em mais uma rodada acirrada, desta vez com KSCERATO vencendo o clutch no 1x1.

Os russos reagiram quando estavam a apenas duas rodadas da eliminação e diminuíram a desvantagem para 14 a 10. A FURIA respondeu na sequência e chegou ao 15º ponto. A Entropiq cortou a desvantagem para 15 a 12 e quase marcou o 13º ponto, mas VINI venceu um clutch salvador no 1x3 e garantiu a vitória da FURIA por 16 a 12 e a vaga brasileira nos playoffs. Confira, a seguir, os status da partida.

Yuurih liderou as estatísticas de ADR, KAST e rating no duelo contra a Entropiq (Foto: Reprodução/HLTV) - Counter-Strike: Global Offensive
Yuurih liderou as estatísticas de ADR, KAST e rating no duelo contra a Entropiq (Foto: Reprodução/HLTV)

Comunidade de CS:GO descobre novo cheat que expulsa jogadores do servidor

Falha permite que um jogador desconecte seus adversários do server e vença a rodada de forma automática

esports-csgo

PGL Major de CS:GO: Brasil faz pior campanha no Challengers Stage, sem vitórias sobre estrangeiros

Até agora, país soma nove derrotas em nove jogos contra equipes de fora do país. Única vitória veio no duelo nacional entre Pain e Sharks

PGL Major Stockholm: Saffee foi o brasileiro com melhores números no Challengers Stage

Jogador apresentou o 10º maior rating 2.0 e quarta maior taxa de eliminações por morte da primeira fase do torneio

0

Mais Reportagens

20:18 IEM Winter 2021: GODSENT vence BIG e garante vaga nos playoffs
18:14 CS:GO: S1mple diz que AWP "poderia ter apenas cinco balas"
10:00 S1mple vira personagem jogável em RAID: Shadow Legends
12:53 CS:GO: BLAST Rising LATAM tem grupos e calendário definidos
19:58 GODSENT vence Sprout e se classifica para a ESL Pro League Season 15 de CS:GO
14:00 BLAST Rising LATAM revela 16 times participantes e terá Sharks, Imperial e mais
18:39 CS:GO: FURIA move VINI para a reserva e busca AWPer; Saffee é o favorito para a vaga
12:00 22 pro players negros de destaque nos esports no Brasil e no mundo
14:02 BLAST Rising LATAM é anunciada com 16 times e premiação de US$ 15 mil
12:26 CS:GO: VINI, da FURIA, é cogitado pela Team Liquid para 2022

Recomendados

Os 7 maiores jogadores brasileiros de CS:GO (até agora)
Quais são as piores armas do CS:GO? Pro players opinam
"O time que eu estiver será o melhor" e outras frases marcantes da história do CS

Descubra guias

CS:GO: Comandos para treinar e como montar sua configuração
Todas as patentes e ranks do CS:GO
Dicionário CS:GO: O glossário completo de termos e gírias