Millenium / Artigos e reportagens de games / Free Fire /

Free Fire: RED Canids dispensa line-up após rebaixamento na LBFF

Free Fire: RED Canids dispensa line-up após rebaixamento na LBFF
0

Equipe fez péssima campanha na LBFF 4 e terminou competição em último lugar

Rebaixada na Liga Brasileira de Free Fire com a pior campanha da competição, a RED Canids anunciou na noite desta terça-feira a dispensa de toda a line-up que defendeu a organização ao longo de 2020 e na última temporada LBFF. Campeões em 2020 do Gigantes Free Fire pela Matilha Vermelha, Weliton "Alemão" Gawenda, Pedro "MANDAZA" de Sousa, Davi "Morato" Morato, Josnei "ChefãoZp" Mendes, Marlon "DEXTER" Caetano e Matheus "Wanheda" Souza não fazem mais parte da organização e estão livres no mercado.

Enquanto defendeu a RED Canids, o sexteto conquistou, além do título do Gigantes Free Fire - campeonato disputado de julho a agosto de 2020 e que reuniu os melhores times da América do Sul - um terceiro lugar na C.O.P.A Free Fire. Na LBFF 3, a Matilha não conseguiu repetir o desempenho dos campeonatos anteriores e terminou apenas na 10ª posição.

Na Free Fire Continental Series das Américas, a RED Canids não ficou na disputa pelo título, mas garantiu um bom 7º lugar entre os 20 times participantes e fechou a temporada de 2020 de forma satisfatória. Em 2021, porém, a line-up da Matilha fez uma campanha ruim ao longo de toda a LBFF 4 e terminou a fase regular da competição na última posição, com apenas 410 pontos, 71 a menos que o Flamengo, penúltimo colocado.

A queda vertiginosa de desempenho num intervalo de poucos meses acabou culminando na dispensa de todos os jogadores que defenderam a Matilha ao longo da temporada de 2020 e começo de 2021. Nos casos de Alemão e MANDAZA, o vínculo com a organização era ainda mais longo, uma vez que a dupla defendia a RED Canids desde março de 2019 e estava prestes a completar dois anos no clube.

Além dos jogadores, a RED Canids também dispensou as influenciadoras Samira Close, Uma Dani e Ingredy Barbie, que representavam a organização desde setembro de 2020.

Cruzeiro está fora do CBLOL e da LBFF após E-Flix romper com o clube

Empresa que geria a marca do Cruzeiro nos esports encerrou a parceria e competirá nas ligas de LoL e Free Fire com o próprio nome

esports-freefire

Free Fire: CamilotaXP anuncia segunda edição do torneio feminino CampLota

Campeonato será realizado de de 28 de março a 9 de maio e terá a participação de 72 equipes

esports

Cruzeiro diz que seguirá nos esports e "tomará medidas cabíveis" contra a E-Flix

Clube mineiro se disse surpreso com o rompimento da parceria e que força da marca do clube teve peso decisivo para E-Flix entrar nas franquias do CBLOL

0

Mais Reportagens

14:00 LoL, Fortnite e Free Fire estão entre os games mais assistidos no streaming em 2021
12:00 League Ops: os bastidores da profissão pelos olhos dos profissionais da NFA
19:54 Qual é o futuro das loot boxes no Brasil?
12:39 LOUD foi a sexta organização mais assistida do mundo na Twitch em março
11:34 Garena, desenvolvedora do Free Fire, lançará jogo de zumbis Undawn
13:41 Free Fire: Personagem de Cristiano Ronaldo, Chrono é nerfado em nova atualização
08:00 Como usar o modo treinamento de Free Fire para praticar mecânicas
18:47 Free Fire: Copa Nobru vira CPN com Séries A e B e 288 vagas para inscrições
11:13 5 geradores de nicks pra você encontrar a gamertag perfeita
10:12 LBFF 4 bate recorde de audiência com pico de 1,1 milhão de espectadores simultâneos

Recomendados

Bolo Free Fire: 20 ideias temáticas do battle royale
Dicionário Free Fire: O glossário completo de termos e gírias
A história do fenômeno LOUD: Saiba mais sobre a equipe e seus influenciadores

Descubra guias

Como usar o modo treinamento de Free Fire para praticar mecânicas
Como usar o site de resgate códigos do battle royale da Garena com o Free Fire Rewards Redemption
Free Fire: Símbolos para usar no nick e ter um nome único