Menu
Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

CBLOL 2021: Riot diz ter compromisso de agir com mais representatividade na comunidade

CBLOL 2021: Riot diz ter compromisso de agir com mais representatividade na comunidade
0

A Riot Games Brasil afirmou que nesta nova era do CBLoL, o compromisso da diversidade e acessibilidade será firmado com a comunidade

CBLOL 2021: Riot diz ter compromisso de agir com mais representatividade na comunidade

O Campeonato Brasileiro de League of Legends 2021 e a liga Academy têm muitas novidades: sistema de franquia, 10 times na disputa, uma nova identidade visual, novos jogadores, entre outras. Mas na última quarta-feira (13), a comunidade se surpreendeu positivamente ao ver um de seus pedidos mais antigos ser atendido: representatividade.

A Riot anunciou uma nova equipe de talentos e os fãs do cenário competitivo descobriram que o time de casters da nova temporada contará com três mulheres: a narradora Maria Júlia "Fogueta" Junqueira e as comentaristas Layze "Lahgolas" Brandão, uma mulher preta, e Ravena Dutra. Vale lembrar que o time de talentos completo também conta com a repórter Rafaela Tomasi.

Ainda não há um equilíbrio - são 11 homens e 4 mulheres - mas a entrada destas casters pode e deve ser comemorada. Em 2021, a Riot Games criou um novo projeto para o CBLOL, no qual pretende aperfeiçoar o torneio pelos próximos dez anos. Assumir um compromisso real com a diversidade é um dos melhores jeitos de iniciar uma nova era.

Equipe de talentos do CBLoL 2021|Foto: Riot Games Brasil/Reprodução - League of Legends
Equipe de talentos do CBLoL 2021|Foto: Riot Games Brasil/Reprodução

Compromisso com a representatividade

Nesta quinta-feira (14), a Riot falou mais sobre o presente e futuro do CBLOL em uma coletiva de imprensa que contou com a presença de funcionários da empresa, jornalistas, representantes e donos de times que participarão do torneio.

Ao ser questionado sobre o processo de escolha dos novos nomes que compõem a equipe de talentos da Temporada 2021, Carlos Antunes, diretor de esports da Riot Games Brasil, contou como a empresa se decidiu sobre os novos nomes que a representarão nas transmissões do CBLOL e da liga Academy.

"Em 2020, à medida que fizemos investigações e conversas com a comunidade, times, casters e influenciadores pra entender em que o CBLOL precisava ser mais forte em representar, identificamos oportunidades e compromissos, responsabilidades nossas, em sermos mais fortes e rápidos para agir em uma maior representatividade na nossa comunidade. Buscamos não só expandir em outras vozes e visões que estão no ecossistema do League como também em novos talentos".

No Twitter, a comunidade mostrou diversos elogios e boas-vindas aos novos integrantes dos torneios, destacando a importância da representatividade.

Ainda assim, comentários negativos sem base de argumento podem surgir e Carlos afirmou que a Riot estará preparada para lidar com eles, principalmente no quesito moderação de chats das transmissões ao vivo do CBLOL e Academy na Twitch e YouTube.

"Vamos revisar e colocar mais gente e mais inteligência nas nossas moderações. Os chats devem ser ambientes positivos de conversas sobre jogos e de encontro da comunidade, não devem ser sequestrados por temas que não deveriam nem existir e nem ser conversados ali dentro. Temos inteligências a mais pra acrescentar".

Além disso, Carlos afirma que a Riot trabalhará para que a comunidade reconheça o mesmo valor e importância que a empresa viu nos novos talentos.

"A gente fez uma escolha e essas vozes são o CBLOL que a gente quer criar. Essa reação que aconteceu no Twitter vai crescer para uma coisa muito maior, porque todo mundo nos pedia uma inovação e uma pluralidade maior e a gente sempre tentou buscar isso, mas agora o compromisso é mais forte".

A desenvolvedora não fez esta escolha à toa. Os novos nomes não fazem parte da equipe por fazer. Todos têm capacidade para estar ali. Além disso, todos recebem ferramentas para desenvolver e melhorar suas carreiras individuais.

"Investimos em fonoaudiólogos, treinamento, discussões de pauta, tudo isso ajuda a dar uma imersão maior no CBLOL e vamos reforçar esses processos. Nosso compromisso é ajudar a formar e aprender com essas novas vozes".

League of Legends

Acessibilidade

São várias as questões que fazem parte do conceito de representatividade e uma delas é a acessibilidade. Quando questionado sobre a possibilidade da Riot incluir um intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) em seus projetos e transmissões oficiais, Carlos afirmou que este recurso está nos planos da empresa.

"Futuramente isso está no nosso plano sim. Entendemos que a questão da acessibilidade precisa ser e está sendo discutida na Riot. [...] Já estamos em contato com algumas pessoas da comunidade que podem nos ajudar a definir e até operar esse processo. Pode ser que comecemos com programas que são mais editoriais, onde temos uma capacidade de testar e avaliar como operamos isso antes de levar para uma transmissão. Mas sim, dar acesso ao conteúdo e a experiência de uma melhor forma está no nosso radar sim, são conversas que estão acontecendo nesse ano".

Vale lembrar que um dos times do CBLOL, a Rensga, conta com a intérprete de Libras Jessyka "SuuhGetsu" Maia em seus projetos, como é possível ver no vídeo abaixo:

O CBLOL 2021 começa em 16 de janeiro, às 13h, enquanto a liga Academy estreia em 19 de janeiro, às 17h. Ambos os torneios serão transmitidos nos canais LoL Esports BR no YouTube e Riot Games Brazil na Twitch.

esports-lol

KitKat é o novo patrocinador do CBLOL

Além de estrear 2021 com o sistema de franquias e 10 times na disputa do torneio, o CBLOL começa uma nova temporada com um novo patrocinador: KitKat

0

Mais Reportagens

18:43 CBLOL: "Não faz muita diferença", diz Ceos da LOUD sobre terminar entre 3º e 6º lugares
18:11 CBLOL: O plano da paiN para playoffs é "continuar evoluindo", diz Tinowns
17:04 CBLOL: Abaxial diz não se importar com possibilidade do Flamengo perder na próxima semana
15:14 CBLOL: "Foi um dos splits mais difíceis para mim", diz Maestro sobre INTZ
11:00 Artista ilustra novas skins Academia de Batalha do LoL no estilo de JoJo's Bizarre Adventure
19:34 CBLOL: "Essa derrota não nos preocupa tanto", diz Ranger do FLA sobre jogo contra paiN
18:59 CBLOL: brTT diz que vitória da paiN contra FLA tem "importância absurda"
17:24 CBLOL: Maestro diz que INTZ precisa pegar chance de playoffs com "unhas e dentes"
16:38 CBLOL: Red Canids irá "com sangue no olho" contra Vorax pelo 2º lugar da tabela
15:32 CBLOL: RafaP diz que derrota da LOUD contra Cruzeiro foi "inadmissível"

Recomendados

Tudo sobre o passe Fera Lunar do LoL e suas missões
Tabela 1º split CBLOL 2021: Guia com times, calendário, transmissão e mais
Jogador compila bugs de Yorick em documento com mais de 27 páginas

Descubra guias

Tudo sobre o passe Fera Lunar do LoL e suas missões
Fizz: Runas, builds e guia do campeão do LoL para a rota do meio
Seraphine: Runas, builds e guia da campeã do LoL para jogar como suporte