Menu
Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

CS:GO: Tricampeão mundial com a Fnatic, Flusha anuncia saída da organização

CS:GO: Tricampeão mundial com a Fnatic, Flusha anuncia saída da organização
0

Contratado pela equipe pela primeira vez em 2013, jogador sueco encerrou sua terceira passagem pela tag onde conquistou três Majors

CS:GO: Tricampeão mundial com a Fnatic, Flusha anuncia saída da organização

Um dos maiores jogadores de Counter-Strike: Global Offensive da história, Robin "flusha" Rönnquist, tricampeão mundial com a Fnatic, anunciou que não jogará pela organização em 2021. Peça fundamental da equipe que dominou o cenário de 2013 a 2015, o jogador deseja explorar novas opções na carreira e foi movido para o banco de reservas do time enquanto não define seu novo destino.

O técnico da Fnatic, Andreas Samuelsson, reconheceu o talento de Flusha e disse ter certeza que verá o jogador em uma equipe de elite em breve. Ele também destacou que a saída do experiente atleta de 27 anos também abrirá uma oportunidade para renovar a line-up da organização dona de três Majors.

Contratado pela primeira vez pela Fnatic em agosto de 2013, Flusha conquistou títulos três Majors pela org: DreamHack Winter 2013, ESL One: Katowice 2015 e ESL One Cologne 2015, além de outros títulos Tier 1 do cenário de CS:GO, como as duas primeiras edições da ESL ESEA Pro League (atual ESL Pro League), as finais FACEIT 2015 Stage 3 e a Intel Extreme Masters X - World Championship, em 2016.

Em agosto de 2016, Flusha deixou a Fnatic para assinar com a GODSENT, mas não conquistou títulos relevantes e acabou voltando à organização onde se consagrou em fevereiro de 2017. Em sua segunda passagem, conquistou títulos como a Intel Extreme Masters XII - World Championship, em 2018 e World Eletronic Sports Games, também em 2018. Em setembro daquele ano, porém Flusha anunciou sua segunda saída da equipe, desta vez para assinar com a Cloud9.

A exemplo do que ocorreu na GODSENT, a passagem de Flusha pela organização americana também durou pouco, com o jogador sueco deixando a equipe em março de 2019. Em setembro daquele mesmo ano, ele retornou à Fnatic para sua terceira passagem na organização. Um mês depois, Flusha conquistou mais um título Tier 1 pela equipe, a DreamHack Masters Malmo.

Em 2020, devido a pandemia de Covid-19, Flusha disputou poucos eventos internacionais com a Fnatic, como a Intel Extreme Masters XIV - World Championship, chegando á semifinal do torneio. Em abril, já com os principais campeonatos do mundo divididos por regiões e disputados no formato online, Flusha conquistou seu título mais recente pela Fnatic, a edição europeia da ESL Pro League Season 11.

Na sequência da temporada, porém, jogador e organização acumularam maus resultados e cenário europeu. Os melhores resultados desde então foram uma semifinal na edição europeia da Intel Extreme Masters XV e um terceiro lugar na Flashpoint 2.

De acordo com o site DBLTAP, Flusha fará parte de um projeto com Timothy "autimatic" Ta, campeão mundial pela Cloud9 em 2018, e Miikka "suNny" Kemppi, que viveu o auge da carreira na Mousesports, conquistando títulos como a StarSeries Season 4 e ESL One New York 2018, e atualmente está no banco de reservas da ENCE. Até o momento, porém, não há informações de quais seriam os outros dois jogadores cotados para o projeto nem quais organizações estariam interessadas em contratar o trio.

esports-csgo

Yuurih da FURIA é o 14º melhor jogador do mundo de CS:GO no ranking da HLTV

Yuurih é o terceiro jogador da FURIA que aparece no ranking

esports-csgo

FURIA anuncia que HEN1 não seguirá na equipe de CS:GO em 2021

Pedido partiu do próprio jogador, que deseja voltar a atuar ao lado do irmão LUCAS1. A princípio, atleta ficará no banco de reservas da organização

0

Mais Reportagens

20:13 Jamppi sofre com lag, joga rodada olhando tela do amigo e acerta tiro
18:03 Yel faz ACE de AWP e salva round para MIBR diante da FaZe Clan
17:39 MIBR vence FaZe e segue viva no CS_Summit 7
20:00 "Muitos vacilos que não podem rolar", diz guerri sobre derrota da FURIA para VP
19:28 FURIA perde para Virtus.Pro, mas segue viva no CS_Summit 7
13:01 Yel, da MIBR, fala em jogo ruim na Vertigo contra a Heroic e promete rever lado TR
20:15 FURIA estreia CS_Summit 7 com vitória sobre a Cloud9
18:03 Gaules se torna o emote global PogChamp da Twitch por um dia
18:00 Liquid entra no top 5 e FalleN se torna o brasileiro mais bem colocado por time
17:22 CS:GO: Isurus dispensa brasileiro Caike e Jony Boy e anuncia ida para a Europa

Recomendados

Retrospectiva do CS:GO em 2020: FURIA em alta, nova MIBR e domínio da Boom no Brasil
Sete jogadoras para ficar de olho no cenário feminino de CS:GO e Valorant
Vsm pode ter uma carreira internacional no CS:GO?

Descubra guias

Guia BLAST Premier Global Final tem FURIA e estreia de FalleN na Liquid
Quando a MIBR joga?
Quando a FURIA joga?