Millenium / Artigos e reportagens de games / Valorant /

Valorant: "Nosso objetivo é ser campeão mundial", diz Nyang da Gamelanders

Valorant: "Nosso objetivo é ser campeão mundial", diz Nyang da Gamelanders
0

A Gamelanders conquistou o Brasil e se mostrou a top 1 do país em 2020. Em 2021 os planos são ainda mais ambiciosos e a equipe quer o mundo, como disse Nyang

Valorant:

A Gamelanders venceu a paiN Gaming na grande final do Valorant First Strike Brasil e fechou 2020 como a top 1 do país. Em 2021 os planos são ainda mais ambiciosos e o novo objetivo é conquistar o mundo, como disse Guilherme "Nyang" Coelho durante a coletiva de imprensa após a decisão do título.

O troféu de melhor do mundo no Valorant seria uma novidade para qualquer time, já que ainda não foi possível realizar um torneio desta magnitude, devido ao surto de COVID-19 no mundo. No entanto, o status em si não seria uma coisa nova para Nyang, Fernando "fznnn" Cerqueira, Walney "Jonn" Reis e Jonathan "JhoW" Glória, visto que os quatro já foram campeões mundiais no Point Blank.

Mesmo com o objetivo mais alto possível, Nyang também manteve os pés no chão e sabe que o caminho até o topo do mundo não é fácil.

"Nosso objetivo é ser campeão aqui no Brasil e também lá fora", cravou Nyang. "Nós queremos jogar o mundial e nosso maior objetivo é ser campeão mundial. Mas antes disso nós sabemos que ainda temos que ganhar de novo, aqui no Brasil".

A meta já está tão clara na cabeça dos pro players, que eles já tem até mesmo times preferidos para encarar, como evidenciou o próprio Nyang: "Os times que a gente sempre conversou que gostaria de enfrentar lá fora são a G2 [de Óscar "mixwell" Cañellas e companhia] e da minha parte também a Sentinels [de Shahzeeb "ShahZaM" Khan e mais] pois eles tem um estilo de jogo muito parecido com o que a gente tinha há uns meses atrás, fora as equipes que também foram campeãs no First Strike dos outros países".

Nyang abraça mwzera após vitória | Foto: Riot Games Brasil/Reprodução - Valorant
Nyang abraça mwzera após vitória | Foto: Riot Games Brasil/Reprodução

Durante a coletiva de imprensa os pro players da GL também falaram sobre seus pontos fortes, que podem ser armas cruciais para chegar ao topo do mundo. Quem destacou estas qualidades da equipe mais especificamente foi Jonn.

"O mwzera eu não preciso nem falar muito pelos números que ele tem. Pra mim ele é o melhor do mundo, é um jogador excepcional e eu fico muito feliz de ser um companheiro de time dele. Além disso, eu e esse cara aqui do lado [JhoW] temos anos de experiência que acumulamos durante os campeonatos. Viemos de várias derrotas, não foram só vitórias, então nós aprendemos a ler o jogo e as pessoas do outro lado, quando elas estão um pouco eufóricas ou então se perdendo dentro do game em algum momento. Isso não só eu, como ele e o resto do time. Aqui todos podem dar seu palpite dentro do jogo, não à toa nós não temos um capitão dentro do time."

O treinador Felipe "Katraka" Carvajal também comentou sobre o assunto e deu grandes créditos ao seu elenco: "Eu entrei na equipe em agosto e eles já eram tricampeões. De lá pra cá disputamos mais seis e ganhamos quatro. A verdade é que o time já estava pronto, mas acredito que talvez dentro de jogo as minhas maiores contribuições são com os pauses e principalmente na análise do adversário. Eu também gosto de dizer que minha interferência na equipe é antes do round começar e no pré-jogo, depois é com eles. Não conheço muito fora do Brasil, mas eles tem uma leitura de jogo, improviso e técnica muito grande para desempenhar os próprios papéis, então a minha função fica mais antes de entrar no servidor, porque depois que eles entram são os melhores".

Ainda é difícil prever o que nos aguarda em 2021. Alguns países já estão começando a campanha de vacinação e no Brasil o início em alguns estados está marcado para janeiro de 2021 nos grupos que mais precisam como pessoas da área de saúde. Mesmo assim o Valorant Champions Tour 2021 já foi anunciado como o circuito oficial da Riot Games para o ano que vem e dentro dele há três tipos diferentes de torneios: Challengers, Masters e Champions. Equipes das principais regiões do mundo participarão das competições ao longo do ano, acumulando pontos para uma grande final mundial. Se tudo der certo, é lá que a torcida brasileira espera ver a Gamelanders ou outro representante do país que conquistar a vaga.

Valorant pode receber suporte para controles em breve

Data miners encontraram indícios de suporte para controles nos arquivos da atualização 1.11

esports-valorant

Sacy deixa RED Canids após 5 anos na organização

Jogador foi campeão do CBLoL pela matilha em 2017 e fazia parte do time de Valorant

0

Mais Reportagens

10:00 Streamer de nível Radiante é banido ao vivo de Valorant pelo Riot Vanguard
19:34 Organização britânica anuncia line-up feminina brasileira de Valorant
17:22 Aim Lab: Como usar para treinar mira no Valorant, CS:GO e outros jogos de tiro
12:21 Valorant: Atualização 2.07 traz buff em Astra e mudanças em Viper e Raze
12:00 Valorant: Sentinels negocia com Cloud9 extensão do empréstimo de TenZ
14:00 Valkyrae e CouRageJD se tornam coproprietários da 100 Thieves
18:01 Valorant: Bug permite que jogadores ativem câmera de Cypher no ar
19:54 Qual é o futuro das loot boxes no Brasil?
11:44 Com INTZ, Gamelanders e mais, participantes do Girl Pwr Valorant são definidos
19:04 Valorant: Gamelanders, Havan, Ingaming e SEMORGAINDA garantem vaga no VCT Challengers

Recomendados

Aim Lab: Como usar para treinar mira no Valorant, CS:GO e outros jogos de tiro
Por que Valorant conquistou jogadores de diversas comunidades diferentes

Descubra guias

Aim Lab: Como usar para treinar mira no Valorant, CS:GO e outros jogos de tiro
4 jogos viciantes que os pro players usam para treinar
Tudo sobre elos e o sistema de partidas ranqueadas