Menu
Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

CS:GO: "Abdiquei de muitas coisas, mas o que importa é o chamado da MIBR", diz cogu

CS:GO: "Abdiquei de muitas coisas, mas o que importa é o chamado da MIBR", diz cogu
0

O treinador e manager falou mais da volta ao clube que o consagrou e também da nova fase do time de CS:GO

CS:GO:

O retorno de Raphael "cogu" Camargo à MIBR foi uma das grandes surpresas da nova line-up de Counter-Strike: Global Offensive do clube. Isso porque o sniper estava focado em fazer transmissões ao vivo e com uma relação muito mais próxima de Valorant  do que do próprio CS:GO. No entanto, nada disso foi impeditivo para que ele atendesse ao chamado da equipe em que se consagrou como jogador, agora como treinador e manager.

Apesar de ser algo que cogu desejava há tempos, a reviravolta em sua vida foi extremamente brusca e, por isso, nada fácil. Em poucos dias ele teve que deixar um bom contrato de streamer e uma vida mais tranquila em casa com a esposa e a filha recém-nascida para viajar à Europa e começar praticamente do zero uma nova escalação, que precisava em pouquíssimo tempo atingir um nível adequado para competir contra os melhores do mundo.

Em uma transmissão ao vivo de Alexandre "Gaules" Borba, o CEO da GamersClub Yuri "Fly" Uchiyama revelou que conversou sobre o assunto com cogu e inclusive o aconselhou a não assumir o comando da MIBR de CS:GO, pois sua vida estava em rumo diferente e muito mais concreto do que aquilo. Mesmo assim cogu foi irredutível e disse que não poderia recusar a oportunidade.

"O competitivo é o meu lugar e competir é meu combustível. Além da minha família em primeiro lugar, o fato de me provar constantemente competindo é o que me dá forças para levantar todos os dias. Realmente, abdiquei de muitas coisas, mas o que importa é o chamado da MIBR. Voltar ao cenário competitivo de CS pela MIBR é de fato muito especial, eu amo essa tag e estou fazendo o meu melhor para que possamos estar no topo do mundo novamente", disse cogu em entrevista exclusiva ao MGG Brasil.

Cogu se despedindo da esposa antes de embarcar no voo rumo à Europa

Além de tudo que teve que deixar para trás, o fato de estar jogando muito Valorant e não CS:GO foi algo muito comentado pela comunidade e profissionais. Muitos acreditavam inclusive que ele pouco adicionaria taticamente ao time, mas poderia contribuir em outros aspectos. Ainda assim, cogu deu a entender que o tal problema foi visto como algo muito maior do que realmente era.

"O fato de estar em outro jogo recentemente é algo que todos me questionam bastante", admitiu cogu. "Porém, joguei CS por aproximadamente 20 anos e isso não é algo que se desaprende do dia para a noite, tenho muita bagagem comigo. Além disso, eu sempre acompanhava os jogos, assistia aos campeonatos com uma visão mais técnica e tática e isso me ajudou muito. Além de passar esse conhecimento ao time, tenho me empenhado bastante em passar também minha experiência", completou.

Fora o retorno de cogu e outras peças inesperadas como Vinicius "vsm" Moreira, outra grata surpresa foi o clima mais leve entre os jogadores, com muita descontração, risadas e energia nas comemorações. Ao MGG, cogu explicou que nada disso foi por acaso e sim parte de um planejamento na hora da montagem do elenco.

"Tivemos longas reuniões para definição da line-up atual. Fomos lapidando os nomes até unirmos um time com a mesma mentalidade, perfil e vibe. Atualmente não há um só responsável por isso [clima bom], todos são responsáveis igualmente. Estamos na mesma sintonia e era exatamente isso que queríamos desde o começo. A cada dia de convívio percebemos que fizemos as escolhas certas."

Foto: MIBR/Reprodução - Counter-Strike: Global Offensive
Foto: MIBR/Reprodução

Até o momento a nova MIBR não conseguiu resultados extremamente expressivos. Porém, dado o pouco tempo de line-up, até mesmo as derrotas que quase se tornaram vitórias contra os melhores do mundo foram satisfatórias. De acordo com cogu, não houveram grandes surpresas em nenhum dos jogos disputados até então.

"Nós já esperávamos jogos pegados, mas também estávamos confiantes no nosso trabalho", falou cogu. "Sabemos que não atingimos nosso máximo, mas estamos contentes em saber que estamos fazendo nosso melhor. Como sempre, o trabalho duro segue e vamos em busca de evoluir cada vez mais. Mas pra falar a verdade, bater de frente com times como Astralis, G2 e FURIA nos mostrou que estamos no caminho certo", concluiu.

Sobre o futuro da escalação, cogu afirmou que ainda não sabe exatamente o que virá e revelou nem ao menos pensa sobre isso. Ele prefere focar no agora e nos laços que tem criado com o torcedor: "O carinho da torcida está sendo muito gratificante e sentir essa energia positiva é muito bom e importante para nós. Falar sobre o futuro agora é difícil pois estamos focados apenas nos jogos da FLASHPOINT. Queremos apenas desempenhar nosso melhor dentro do servidor e honrar esse apoio todo que estamos recebendo".

Até o momento a MIBR está com uma campanha de uma vitória e uma derrota na FLASHPOINT 2. A estreia foi o revés sofrido contra BIG e em seguida veio o triunfo contra Envy. O próximo adversário dos brasileiros é a forZe e o duelo definirá quem enfrenta a BIG na final do grupo B.

FalleN canta Down Below ao vivo durante jogo da MIBR

Todos queriam ver vsm cantando, mas foi FalleN que soltou a voz e deu mais força ao meme

esports-csgo

"Meu capitão é monstro", diz vsm após vitória da MIBR sobre a Envy

Kng foi o grande destaque da primeira vitória da MIBR na FLASHPOINT 2 e recebeu elogios dos companheiros e dos casters

0

Mais Reportagens

19:47 CS:GO: Nova operação Broken Fang é revelada; veja detalhes da atualização
16:56 MIBR é multada por deixar transmissão ligada durante duelo contra a OG pela Flashpoint 2
16:21 MIBR perde para Fnatic, mas segue viva nos playoffs da FLASHPOINT 2
11:48 "Nosso projeto é jogar junto", diz fer sobre FalleN
15:55 arT e kscerato dedicam vitória da FURIA ao aniversariante Gaules
14:44 FURIA vence G2 e está nos playoffs da DreamHack Masters Winter Europa 2020
18:06 Vsm responde provocação de NBK e diz que jogou deitado a série contra OG
17:40 MIBR vence OG e está na semifinal upper da FLASHPOINT 2
16:32 Canal de Gaules foi o mais visto da Twitch na última semana de novembro
11:00 "Bom ritmo de jogo desde o início", destaca guerri na vitória da FURIA sobre a North

Recomendados

Sete jogadoras para ficar de olho no cenário feminino de CS:GO e Valorant
Vsm pode ter uma carreira internacional no CS:GO?
Com MIBR, FLASHPOINT 2 vai até dezembro; veja guia do torneio

Descubra guias

Quando a MIBR joga?
MIBR e FURIA disputam BLAST Premier Fall 2020 Showdown; veja guia do torneio
FURIA disputa o DreamHack Masters Winter 2020 de CSGO; veja guia do torneio