Menu
Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

CS:GO: Guerri vê desempenho da FURIA cair por não poder participar dos jogos

CS:GO: Guerri vê desempenho da FURIA cair por não poder participar dos jogos
0

Apesar disso, em entrevista exclusiva, o treinador prometeu que o time "nunca vai se apequenar diante dos seus adversários"

CS:GO: Guerri vê desempenho da FURIA cair por não poder participar dos jogos

A FURIA de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) não teve a boa reestreia que todos esperavam na Europa. Considerada a melhor equipe do cenário norte-americano pelo recentes resultados, o time foi eliminado precocemente da BLAST Premier Fall Series 2020 com uma campanha de duas derrotas e nenhuma vitória. Em entrevista exclusiva ao MGG Brasil, Nicholas "guerri" Nogueira comentou o primeiro compromisso furioso em solo europeu neste ano e o que a torcida brasileira pode esperar para os próximos jogos.

Sobre o resultado negativo na BLAST, guerri nega que tenha relação com falta de confiança e, inclusive, afirma que ela continua alta. Ele acredita que problemas fora de jogo foram os que mais pesaram para as exibições abaixo do esperado.

"Pressão os jogadores sempre sofrem, porém quem define se a pressão é boa ou ruim é o próprio jogador. Tenho certeza que diversos fatores outgame afetaram muito o time e que não podiam afetar. Mas é assim mesmo, bons jogadores aprendem e evoluem."

Outro ponto que também tem peso na FURIA atualmente é o próprio guerri não poder participar das partidas oficiais, já que foi banido por quatro meses no 'polêmico caso do bug do coach'.

"Não tenho dúvidas que eu não estando atrás deles o desempenho do time é afetado sim", cravou guerri. "Porém é um período de aprendizado para todos eles e principalmente para mim. Faz parte da nossa construção como pessoas e atletas".

Foto: FURIA/Reprodução - Counter-Strike: Global Offensive
Foto: FURIA/Reprodução

Apesar dos contratempos, o coach da FURIA de CS:GO não vê a equipe atrás e muito menos com medo de nenhum oponente que possa vir pela frente neste período no Velho Continente.

"O que todos podem esperar da FURIA na Europa é uma FURIA que nunca vai se apequenar diante dos seus adversários. Somos um time diferente do meta comum e vamos continuar 'cachorrando' pra cima de qualquer time."

No momento os planos da FURIA são continuar na Europa até o fim de 2020. De acordo com guerri, isto foi decidido por conta dos invites de grandes campeonatos que o time brasileiro recebeu e também para "sair da zona de conforto". Ele acredita que o cenário norte-americano "em 2021 vai voltar ao normal", mas não descarta um possível retorno da FURIA às regiões europeias no início do ano que vem, "dependendo dos torneios que tiverem pela frente".

Antes de finalizar a entrevista, guerri foi indagado sobre o aumento do elenco de CS:GO da FURIA e o possível sexto player, como ele comentou no Twitter há alguns meses. O mistério foi mantido, mas parece que mais adições podem vir pela frente.

"Ainda estamos em busca de complementar a equipe com mais jogadores, mas não necessariamente apenas um sexto player. É isso que eu posso falar no momento."

esports-csgo

Equipe feminina da FURIA de CS:GO fará bootcamp visando cenário misto

O treinador do time falou sobre a etapa dominante que a line-up vive atualmente e os planos para evoluir e crescer ainda mais

esports-csgo

MIBR perde para BIG na estreia da FLASHPOINT 2 de CS:GO

Apesar do resultado negativo, os brasileiros ainda estão vivos na competição

0

Mais Reportagens

19:47 CS:GO: Nova operação Broken Fang é revelada; veja detalhes da atualização
16:56 MIBR é multada por deixar transmissão ligada durante duelo contra a OG pela Flashpoint 2
16:21 MIBR perde para Fnatic, mas segue viva nos playoffs da FLASHPOINT 2
11:48 "Nosso projeto é jogar junto", diz fer sobre FalleN
15:55 arT e kscerato dedicam vitória da FURIA ao aniversariante Gaules
14:44 FURIA vence G2 e está nos playoffs da DreamHack Masters Winter Europa 2020
18:06 Vsm responde provocação de NBK e diz que jogou deitado a série contra OG
17:40 MIBR vence OG e está na semifinal upper da FLASHPOINT 2
16:32 Canal de Gaules foi o mais visto da Twitch na última semana de novembro
11:00 "Bom ritmo de jogo desde o início", destaca guerri na vitória da FURIA sobre a North

Recomendados

Sete jogadoras para ficar de olho no cenário feminino de CS:GO e Valorant
Vsm pode ter uma carreira internacional no CS:GO?
Com MIBR, FLASHPOINT 2 vai até dezembro; veja guia do torneio

Descubra guias

Quando a MIBR joga?
MIBR e FURIA disputam BLAST Premier Fall 2020 Showdown; veja guia do torneio
FURIA disputa o DreamHack Masters Winter 2020 de CSGO; veja guia do torneio