Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

LoL: Um dos fundadores da Riot foi banido do MOBA que ele mesmo ajudou a criar

LoL: Um dos fundadores da Riot foi banido do MOBA que ele mesmo ajudou a criar
0

Não importa se você é o criador do LoL ou um jogador qualquer, se não cumprir as regras da Riot, será castigado, como aconteceu com Marc Merril, fundador da desenvolvedora que precisou banir a própria conta de seu próprio jogo

Considerando que League of Legends foi lançado há mais de uma década e que em breve completará seu aniversário de 14 anos, é fácil supor que o desenvolvimento do MOBA tem uma série de histórias interessantes. Algumas delas estão relacionadas aos campeões, outras com grandes mudanças que aconteceram ao longo do tempo e há até mesmo aquelas que envolvem os funcionários da Riot Games. Milhares de pessoas já trabalharam na Riot e elas sempre têm curiosidades legais para contar, embora provavelmente nenhuma delas supere a história de um dos fundadores da empresa, por uma simples razão: ele foi banido, para sempre, do próprio jogo.

Tryndamere, fundador da Riot, se baniu do LoL

A Riot Games é fundada por dois empresários chamados Brandon Beck e Marc Merrill, embora seja popularmente conhecidos como Ryze e Tryndamere , pois eles "emprestaram" seus nicks aos campeões do LoL que possuem esse nome. O problema é que, pelo menos Tryndamere, ou seja, Marc, nem sempre foi um bom exemplo, como deveria ser, para a comunidade do LoL. Em 2012, ele quebrou uma das regras principais do jogo: é proibido compartilhar sua conta com outros jogadores. Embora a empresa nem sempre puna essa ação, de acordo com suas normas, isso é motivo para banimento permanente.

League of Legends

As penalidades por essa conduta quase sempre são aplicadas quase que exclusivamente a jogadores profissionais para evitar que eles cometam práticas ilícitas - e raramente são tão severas. No entanto, o fundador da Riot cometeu muito erros. Ele não apenas compartilhava sua conta com outro jogador, mas também publicada os resultados dos jogos que estavam sendo disputados em sua conta nas redes sociais como se ele fosse o protagonista da situação. Além disso, o usuário com quem ele compartilhava a conta havia sido banido do LoL em várias ocasiões e ele possuía um nível de jogo superior ao do próprio fundador da empresa e um estilo de jogo que podemos chamar de especial.

O usuário que usava a conta de Tryndamere era conhecido como Jaximus. Ele jogava apenas com Jax e foi praticamente o inventor a estratégia "splitpush". Além de tudo isso, também houve registros de jogos em que tanto a conta principal, quanto a secundária de Marc, coincidiam no mesmo time. Ter duas contas não é motivo de punição mesmo que muitos odeiem "smurfs", mas ambos estarem no mesmo jogo era um sinal explícito de que Marc estava quebrando as regras.

League of Legends

Talvez a coisa mais louca desta história é que por quatro anos, Tryndamere não sofreu as consequências dessa situação por muito tempo, exatamente quatro anos. Em um artigo antigo do Esports Heaven, que pudemos resgatar por meio do WayBack Machine, é mostrado como um jornalista expôs essa história, levando a Riot a realizar uma investigação. Nela, foi determinado que o Rioter realmente havia compartilhado sua conta com Jaximus, embora tenha sido descartada a possibilidade dele fazer isso para aumentar artificialmente de elo.

"Não há razão para Tryndamere recorrer ao elo boost porque ele pode literalmente nos pedir para colocar qualquer uma de suas contas no elo que ele quiser e ainda desbloquear todas as skins para ele", disse a equipe de suporte ao jornalista.

No entanto, por conta da pressão que a notícia criou, Tryndamere se pronunciou sobre o caso. "Fui acusado, com razão, de compartilhar minha conta em 2012. Achamos que isso não é bom, então estou doando (multei a mim mesmo) US$ 10 mil para o City Year LA". No entanto, a polêmica não acabou por aí, pois a comunidade descobriu que ele mesmo fazia parte da organização - e embora ela não tivesse fins lucrativos, isso foi visto por muitos como uma doação a si mesmo. Merrill se defendeu, garantindo que justamente por isso ele poderia colocar a mão no fogo por sua integridade, mas a desculpa não colou.

Tryndamere da vida real - League of Legends
Tryndamere da vida real

O que os jogadores não sabiam sobre essa punição é que não foi a única sanção que um dos pais de Leagues of Legends impôs a si mesmo. Além da doação, que foi de um valor equivalente às multas aplicadas aos pro players, o co-criador da Riot também baniu sua conta principal do LoL. Levando em conta o poder aquisitivo de Marc "Tryndamere" Merrill, esse gesto simbólico foi muito mais significativo. Não deve ser legal ficar sem sua própria conta no jogo que você mesmo ajudou a desenvolver, então esse modo de lidar com a situação pareceu melhor aos olhos do público.

Desta forma, Tryndamere ainda pode jogar LoL, a Riot não costuma aplicar punições pessoais aos jogadores, mas sim às suas contas no jogo - embora tenham acontecido casos assim ao longo da história, como Tyler1, em que uma pessoa física é bloqueada na medida do possível.

Vale lembrar que recentemente o próprio Tryndamere relembrou esta história em uma thread de discussões no Reddit.

Teaser de Milio, primeiro campeão a chegar ao LoL em 2023, é revelado

Com um vídeo de pouco mais de 30 segundos, conhecemos o "firebuddy" de Milio, novo suporte de Ixtal que, segundo as informações reveladas até o momento, terá certa semelhança com Taliyah

Como e por que os suportes e ADCs começaram a ir para a botlane no LoL?

Se hoje os campeões que preenchem tais funções vão para a rota inferior, não era tão óbvio o motivo por trás disso quando League of Legends foi lançado. Descubra como pequenas coisas tiveram uma grande influência no desenvolvimento do jogo

Games de LoL CONV/RGENCE, de Ekko, e Song of Nunu ganham previsão de lançamento

Em desenvolvimento já há algum tempo, os games do projeto Riot Forge que contarão novas histórias sobre Ekko e Nunu receberam novas previsões de lançamento

0
Beatriz Coutinho
Bia  - Repórter

Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.

Mais Reportagens

21:30 “Minha família respeitou minha decisão”, Faker explica motivo de ter recusado proposta milionária de equipe chinesa
12:13 LoL: RED Canids anuncia retorno de Grevthar, bicampeão do CBLOL
11:47 LoL: Jogadores tentam imitar Faker e destroem a taxa de vitórias do campeão mais presente no Mundial 2023
16:18 LoL: Ex-campeão mundial pode estar envolvido em grande polêmica na China que abala sua carreira profissional
12:29 LoL: Duas grandes movimentações ocorreram na LPL, a hegemonia do JDG poderia estar ameaçada?
11:42 LoL: KT Rolster recruta dois ex-campeões mundiais para a temporada de 2024 da LCK
12:06 LoL: RED Canids oficializa retorno de Jojo por R$ 300 mil
15:03 LoL: Alguns jogadores da T1 podem ter problemas na escolha de skins para seus campeões
13:42 LoL: Brance é o novo reforço da RED Canids para a temporada de 2024
09:12 Guia do Worlds 2023: Times participantes, formato, horários dos jogos e mais

Recomendados

Guia do 2º split do CBLOL 2023: tabela, times, jogos, ingressos e mais informações
LoL: Tier list 13.18 com guia dos melhores campeões de LoL
7 curiosidades sobre League of Legends que você não conhecia

Descubra guias

LoL: Tier list 13.18 com guia dos melhores campeões de LoL
Dicionário e glossário completo de termos e gírias de League of Legends
Tudo sobre o passe do Mundial 2020 e suas missões