Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

Gaules: Idade, redes sociais, história e tudo sobre o streamer de CS:GO

Gaules: Idade, redes sociais, história e tudo sobre o streamer de CS:GO
0

Conheça detalhes da história do streamer Gaules, que já transmitiu desde CS:GO, até futebol e esportes automobilísticos, e criou a própria comunidade, chamada de Tribo

Alexandre Borba, mais conhecido no cenário brasileiro de esports como Gaules, é streamer de CS:GO e o líder da Tribo, comunidade de espectadores que criou ao longo de diversos anos fazendo streams na plataforma de lives Twitch. Aos 38 anos, ele também já foi pro player e técnico de equipes de Counter-Strike, chegando a conquistar um torneio mundial. Inspirando desde fãs até famosos, Gaules vem até mesmo investindo no cenário de esportes tradicionais.

Informações básicas sobre Gaules

Nome: Alexandre Borba Chiqueta
Nick nas redes sociais: Gaules
Nascimento: 02/12/1983 - 38 anos de idade
Profissão: streamer de CS:GO e empresário
Instagram: gaules
Twitch: gaules

Counter-Strike: Global Offensive

Gaules foi das lan houses paulistas à DreamHack

A história de Gaules com os games começou na infância, mas foi na adolescência que ele passou a frequentar lan houses de São Paulo. Durante muito tempo, ele quis atuar como jogador dos times oficiais de Counter-Strike destes locais que eram febre no Brasil no início dos anos 2000.

Gaules queria fazer parte de um time em específico, o da lan house Monkey Tatuapé. Após tanta insistência, foi designado como líder do time júnior do estabelecimento, o que não o agradou muito. Pouco tempo depois, ele criou a própria equipe, chamada g3nerationX, mais conhecida como g3x no cenário nacional.

Com esse time, Gaules e seu time venceram torneios como LatinCup, World Cyber Games Brasil e CPL World Season 2006: Brazil entre 2004 e 2006. Na época, a MIBR fundada por Paulo Velloso era uma das maiores rivais da g3x, mas foi justamente lá que Gaules foi parar.

Velloso convidou a equipe de Gaules para fazer parte da MIBR, o que era ótimo, mas obrigou o, até então na época jogador, a virar técnico para ceder seu lugar no time, composto por btt, Lance, fnx e ton, para bit.

Em 2007, o time alcançou seu maior feito: venceu a DreamHack Winter, disputada em Jönköping, na Suécia, contra a SK Gaming, por 16 a 11 na Nuke. No vídeo abaixo, você pode assistir a final comentada por Gaules.

Após fase como empresário, Gaules teve depressão

Por volta de 2008, aos 25 anos, Gaules estava terminando a faculdade de Marketing e fez uma escolha que muitos que trabalham com esports já precisaram fazer também. O técnico de CS trocou os esports por um emprego formal, mas mesmo ao fazer um estágio na renomada Samsung, deu um jeitinho de continuar perto dos esportes eletrônicos, que naquela época, traziam ainda mais incerteza para quem não conhecia o mercado.

Gaules conseguiu um patrocínio da Samsung para a MIBR e garantiu também a própria efetivação antes mesmo de se formar oficialmente. Realizando um ótimo desempenho como funcionário, ele foi convidado pela Samsung para ir à WCG 2010, acompanhar FalleN e outros jogadores da compLexity Gaming, quando viu que o Brasil ainda estava muito atrasado nos esports em relação à outros países, decidindo então, voltar a trabalhar com o meio.

A partir de 2011, Gaules criou uma série de projetos, como Mandic, Seleção Brasileira de Games, Brazil Gaming League, Agência X5 e Arena X5, que tinham como objetivo desde profissionalizar os times e o cenário nacional de esports como um todo, até criar campeonatos e outras iniciativas envolendo o meio.

Vários desses projetos obtiveram sucesso, mas em 2017 Gaules quis se afastar das empresas que havia criado e ajudado a gerenciar, pois vinha se considerando dependente demais de outras pessoas. O influenciador passou a trabalhar em uma agência de assessoria de esports, mas logo em seguida foi diagnosticado com depressão.

Depois de não obter retorno em alguns investimentos, Gaules realizou uma tentativa de suicídio em dezembro de 2017.

Counter-Strike: Global Offensive

Recomeço e nascimento da Tribo

No início de 2018, Gaules decidiu recomeçar a vida. Mesmo com poucos recursos, ele conseguiu alugar um apartamento e, com a ajuda de seus antigos companheiros da g3x, Mee, Apoka, vip e Crash, e começou a fazer as lives que não só lhe ajudariam a lidar com a depressão, como também lhe dariam uma nova família.

A Tribo, como é chamada sua comunidade, nasceu da inspiração no antigo povo Gaules, que segundo o streamer, nunca se entregava. Cada integrante surgiu aos poucos, conforme Gaules transmitia antigas partidas da g3X, grandes campeonatos da época, comentários próprios sobre CS:GO e um jeito único de acompanhar os torneios. Até o fim de 2018, ele já era considerado um fenômeno.

Em 2019, Gaules foi o único brasileiro no Top 10 dos streamers mais assistidos do ano. O influenciador ficou na sétima colocação, com 44 milhões de horas assistidas, ao lado de grandes streamers do exterior, como Tfue, Ninja, shroud, entre outros.

Ao longo de 2020 e 2021, Gaules esteve entre os streamers mais assistidos da Twitch em diversas vezes. Em 2020, ele venceu os prêmios de Personalidade do Ano e Melhor Streamer do Ano, garantindo mais um troféu nesta mesma última categoria em 2021.

Além disso, o streamer já realizou uma série de transmissões para arrecadar dinheiro para diversas frentes, sempre destinadas à caridade. O criador de conteúdo considera essa ação um retorno pelo apoio da Tribo.

Vale lembrar também que Gaules foi escolhido pela ESL para realizar o anúncio do IEM Rio Major Championship, nome do Major da modalidade que acontecerá no Rio de Janeiro entre 31 de outubro e 13 de novembro de 2022, com premiação de US$ 1 milhão e participação de 24 equipes.

Counter-Strike: Global Offensive

Os novos negócios de Gaules

Expandindo seu sucesso para outros meios além dos esports, atualmente Gaules possui um podcast com o famoso ex-jogador de futebol Ronaldo Fenômeno.

Além disso, o streamer já fez uma série de transmissões de esportes tradicionais em seu canal na Twitch, como a despedida de Anderson Silva do UFC, jogos da NBA em parceria com Budweiser, Stock Car, Fórmula 4 e Campeonato Carioca.

Em 2022 Gaules se tornou o primeiro streamer da história a ter uma coleção de roupas em parceria com a Nike, com uma linha de artigos esportivos temáticos da Tribo contendo camisetas casuais, de corrida e moletons.

esports-csgo
Amassando dentro e fora do CS:GO: como Olga cresceu e se tornou a referência LGBTQIAP+ que não teve

Após garantir o vice-campeonato da Impact Dallas, a FURIA segue para Valência, para disputar um novo torneio e a jogadora Olga falou sobre o atual momento da equipe brasileira e representatividade dentro e fora do jogo

esports-csgo
FalleN: Idade, redes sociais, história e tudo sobre o jogador de CS:GO

Os fãs de Counter-Strike com certeza sabem quem é FalleN e o quão influente o pro player é no cenário, mas será que os jogadores conhecem sua trajetória e história de vida?

Jogadores expulsam streamer de partida de CS:GO por ela ser mulher

A streamer xoQueenScar postou em suas redes sociais um vídeo no qual ela é expulsa de uma partida simplesmente por ser uma mulher jogando CS:GO

0
Beatriz Coutinho
Bia  - Repórter

Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.

Mais Reportagens

17:06 Lensa: Astros do esports criam avatares em app que usa inteligência artificial
15:15 CS:GO: Criador do mapa Mirage chama pro players de "preguiçosos e desinteressados"
19:01 Yayah entra para LOUD como nova influenciadora e streamer da organização
18:00 Casemiro, autor do gol do Brasil sobre a Suíça na Copa, é dono de time de CS:GO e outros games
13:00 Dev1ce define torneio em que retornará ao competitivo de CS:GO após 1 ano parado
11:00 FURIA perde para Nigma Galaxy e é vice-campeã da ESL Impact League Season 2
17:25 Última etapa do CBCS de CS:GO será disputada no palco da CCXP22
14:02 CS:GO: Gamers Club anuncia sexta edição da GC Masters Feminina
10:30 CS:GO: Atualização traz mapa Anubis no lugar de Dust2; AWP e M4A1-S são nerfadas
11:59 IEM Rio Major: "Ainda me sinto bom o bastante", diz Olofmeister sobre possível retorno

Recomendados

Major no Brasil: Por que o Rio é uma escolha acertada para sediar o Mundial de CS:GO
Quais são as piores armas do CS:GO? Pro players opinam
"O time que eu estiver será o melhor" e outras frases marcantes da história do CS

Descubra guias

Comandos para treinar e como montar sua configuração no CS:GO
Todas as patentes e ranks do CS:GO
Dicionário CS:GO: O glossário completo de termos e gírias