Millenium / Artigos e reportagens de games / Wild Rift /

Wild Tour: Liberty, Omegha, Miners e Vivo Keyd brigam por título brasileiro e vagas no Mundial

Wild Tour: Liberty, Omegha, Miners e Vivo Keyd brigam por título brasileiro e vagas no Mundial
0

Equipes disputam três vagas no Icons Global Championship 2022, que será disputado em Madri. Campeão fatura R$ 220 mil e conquista única vaga na chave principal do Mundial, enquanto vice-campeão e 3º colocado disputam Play-In

Wild Tour: Liberty, Omegha, Miners e Vivo Keyd brigam por título brasileiro e vagas no Mundial

A fase final dos playoffs do 1º Split do Wild Tour 2022, o campeonato brasileiro de Wild Rift, será disputada neste fim de semana, de forma presencial e com presença de público, em Belo Horizonte. Com quatro times na disputa pelo título, o campeonato dará ao campeão um prêmio de R$ 220 mil e vaga na chave principal no Icons Global Championship 2022, Mundial de Wilf Rift que será disputado de 14 de junho a 9 de julho, em Madri, na Espanha. Já o vice-campeão e 3º colocado se classificam para a etapa de Play-In do Icons, com o Brasil garantindo ao todo três representantes no evento mais importante do cenário mundial de Wild Rift.

Classificadas à final da chave superior, Liberty e Omegha E-sports abrem os trabalhos e se enfrentam neste sábado (7), às 13h, em um duelo MD5 válido pela final da chave superior. O vencedor do confronto se classifica à grande final do evento, que acontece neste domingo (8), às 13h, em formato MD7.

Também no sábado, com começo previsto para as 15h, acontece a semifinal da chave inferior entre Miners e Vivo Keyd, que se enfrentam no formato MD3. O vencedor avança à final da chave inferior e garante, no mínimo, a classificação à fase de Play-In do Mundial de Wild Rift, enquanto o perdedor é eliminado da competição e não terá a chance de disputar o Icons.

Ainda no sábado, com duelo previsto para começar às 17h, será disputada a final da chave inferior. O perdedor do duelo de Liberty e Omegha encara o vencedor do confronto da Miners com a Vivo Keyd. O jogo também vale vaga para a grande final do Wild Tour

O MGG Brasil preparou um guia completo com a trajetória das quatro finalistas do Wild Tour e a cotação de cada uma delas ao título.

Liberty

Classificada à final da chave superior, Liberty é uma das favoritas ao título (Foto - Wild Rift
Classificada à final da chave superior, Liberty é uma das favoritas ao título (Foto

Escalação

  • Freaks - Baron lane
  • Kinzin - Jungle
  • Kona - Mid lane
  • Boss - Dragon lane
  • ManoFrizer - Suporte

Campanha na fase de grupos: 3º lugar no grupo A (6 vitórias e 4 derrotas)

Campanha nos playoffs

  • Liberty 2 x 0 Miners
  • Liberty 2 x 1 Vivo Keyd

Embora tenha feito uma campanha de altos e baixos na fase de grupos, a Liberty desponta hoje como principal favorita ao título do Wild Tour. Apesar das 4 derrotas em 10 jogos na primeira fase da competição, a equipe de Boss, um dos principais destaques individuais da competição, tem a seu favor a vantagem no confronto direto contra todos os times restantes nos playoffs, inclusive sobre a Omegha E-sports, adversária da final da chave superior neste sábado.

Durante a fase de grupos, foram duas vitórias da Liberty sobre OMH, na 2ª e 7ª semanas, por 2 a 1 e 2 a 0, respectivamente. Nos playoffs, a equipe estreou com uma boa vitória de 2 a 0 sobre a Miners. Na semifinal da chave superior, a Liberty aplicou um 2 a 1 sobre a Vivo Keyd de virada e mostrou capacidade de adaptação após um primeiro jogo ruim.

Embora vá disputar pela primeira vez uma série MD3 no campeonato, a Liberty hoje desponta como favorita contra a Omegha e em eventuais confrontos diante de Miners ou Vivo. O favoritismo, porém, é pequeno, e as oscilações do time na fase de grupos embaralham a disputa.

Omegha E-sports

Omegha E-sports desbancou DreamMax e a favorita B4 no caminho até a final da chave superior - Wild Rift
Omegha E-sports desbancou DreamMax e a favorita B4 no caminho até a final da chave superior

Escalação

  • HUYA - Baron lane
  • Benignus - Jungle
  • Suits - Mid lane
  • Aomine - Dragon lane
  • Feex - Suporte

Campanha na fase de grupos: 4º lugar no grupo A (6 vitórias e 4 derrotas)

Campanha nos playoffs

  • Omegha 2 x 1 Los Grandes
  • Omegha 2 x 0 B4 Esports

A exemplo da Liberty, a Omegha chegou aos playoffs com uma campanha de 6 vitórias e 4 derrotas no grupo A, e não parecia figuar entre as principais favoritas ao título quando a fase de playoffs começou. Logo na estreia, a equipe desbancou a Los Grandes, equipe que vinha 9 vitórias em 10 jogos na fase de grupos, por 2 a 1, e mostrou que chegava como uma forte postulante ao título.

Na semifinal da chave superior, a Omegha superou outra favorita, a B4 Esports, com mais uma vitória por 2 a 1, e se credenciou de vez à briga pelo troféu da Wild Tour. Embora leve desvantagem no confronto direto contra a Liberty, a equipe de Suits e HUYA mostrou grande evolução na reta decisiva da competição e é segunda principal candidata a título, com uma desvantagem mínima em relação à principal candidata ao 1º lugar da Wild Tour.

Miners

Derrotada pela Liberty na estreia dos playoffs, Miners vem em alta após vitórias sobre TSM e B4 - Wild Rift
Derrotada pela Liberty na estreia dos playoffs, Miners vem em alta após vitórias sobre TSM e B4

Escalação

  • Xem - Baron Lane
  • Raiiku - Jungle
  • KoZy - Mid lane
  • Fusion - Dragon lane
  • Vilao1 - Suporte

Campanha na fase de grupos: 2º lugar do grupo B (7 vitórias e 3 derrotas)

Campanha nos playoffs

  • Miners 0 x 2 Liberty
  • Miners 2 x 0 TSM
  • Miners 2 x 0 B4 Esports

Após uma ótima campanha na fase de grupos, a Miners chegou aos playoffs como uma das grandes favoritas ao título, mas foi superada pela Liberty logo na estreia e precisou remar pela chave inferior para chegar ao top 4. E as vitórias em questão não poderiam ter vindo em melhor estilo.

Na primeira rodada da lower bracket, a Miners aplicou uma contundente vitória de 2 a 0 sobre a TSM, atual campeã do Wild Tour, e eliminou uma das grandes favoritas ao título. Na sequência, a equipe de Xem e Fusion aplicou um novo 2 a 0, desta vez sobre a B4, outra forte cotada ao título.

A Miners chega como favorita no confronto da semifinal da chave inferior contra a Vivo Keyd, e consequentemente a conquistar pelo menos uma vaga no Play-In do Icons. Em relação à briga pelo título, a Miners ainda precisaria desbancar Omegha e Liberty no caminho até o troféu, e embora não seja favorita, tem condições reais de chegar ao título.

Vivo Keyd

Após fase de grupos irregular, Vivo Keyd vive ascensão nos playoffs do Wild Tour - Wild Rift
Após fase de grupos irregular, Vivo Keyd vive ascensão nos playoffs do Wild Tour

Escalação

  • Odyzeuz - Baron lane
  • SrMuster - Jungle
  • Katrina - Mid lane
  • NoMercy - Dragon lane
  • Lord Flash - Dragon lane
  • Maynah - Suporte

Campanha na fase de grupos: 4º lugar no grupo B (4 vitórias e 6 derrotas)

Campanha nos playoffs

  • Vivo Keyd 2 x 1 TSM
  • Vivo Keyd 1 x 2 Liberty
  • Vivo Keyd 2 x 0 DreamMax

De todas as equipes que chegaram ao top 4 do Wild Tour, a Vivo Keyd foi a única que terminou a fase de grupos com mais derrotas (6) do que vitórias (4) mas se tornou um time extremamente difícil de ser batido nos playoffs. Logo na estreia, a equipe de Odyceuz e Katrina surpreendeu a favorita TSM com uma vitória por 2 a 0.

Na semifinal da chave superior, a Keyd protagonizou um duelo equilibrado com a Liberty, mas acabou perdendo de virada por 2 a 1 e enviada à chave inferior. Nas quartas de final da lower, a VK se recuperou com uma vitória de 2 a 0 sobre a DreamMax e avançou às semifinais da chave inferior.

O duelo contra a Miners vale a classificação da Keyd ao Icons, e embora não seja favorita, o confronto entre os times promete ser extremamente equilibrado, com ligeiro favoritismo da Miners. Ainda assim, a VK tem chances reais de passar, embora as chances de título, seja contra Omegha ou Liberty, pareçam mais remotas.

Atualização 3.1a de Wild Rift traz Rifts Elementais e skins Pijaminhas Estelares

Veja todas as novidades da nova atualização do LoL Mobile, desde nerfs e buffs até novas skins e outras mudanças nos patch notes completos

esports

Finais do Wild Tour Brasil acontecerão em Belo Horizonte com presença de torcida

Entre 7 e 8 de mai,o, Belo Horizonte receberá as finais do Wild Tour Brasil, com presença de público e diversas ativações

Todos os campeões já disponíveis em Wild Rift e que chegarão em breve ao MOBA

A versão de League of Legends para celular já conta com um elenco extenso e que crescerá ainda mais nas próximas atualizações

0
Gabriel SALES
Gabriel Sales

Jornalista apaixonado por games desde o jardim de infância e fã de quase todo tipo de RPG, especialmente os da série Chrono. Nos esports, shooters e jogos de luta são minhas maiores paixões, mas abraço qualquer jogo com uma cena competitiva pulsante.

Mais Reportagens

09:47 Circuito feminino de Wild Rift, Game Changers terá final presencial e premiação de R$ 110 mil
18:18 Wild Rift Patch 3.4: Novos campeões, itens e eventos celebram primeiro aniversário do jogo
17:10 Jogador de Wild Rift resolve os problemas da rota duo: jogar em dois celulares com as mãos e os pés
10:00 8 recursos pedidos pela comunidade que estão em jogos da Riot, mas não no LoL
17:58 Wild Circuit Brasil: Grupos, calendário e tudo sobre o campeonato
17:55 Wild Rift: Jogador é supostamente suspenso por jogar de Yuumi
16:00 Nova edição de Wild Rift do Ravenão, com premiação de R$ 10 mil, tem inscrições abertas
17:15 Como jogar Wild Rift no PC? Veja guia com passo a passo e opções de emulador
16:11 Próximos campeões que chegarão para Wild Rift podem ter vazado; veja lista
16:32 Patch 3.3a de Wild Rift traz Kassadin, evento Curtindo o Verão, buffs, nerfs e mais

Recomendados

Mudando de vida: como Free Fire e LoL trouxeram novas perspectivas para a favela
PogChamp, LUL, Kappa: O significado e origem dos memes dos esports
Conheça os jogos que foram sucessos ou fracassos na história dos games

Descubra guias

Tier List de melhores campeões de Wild Rift no patch 3.3b
Tudo sobre os Elos e ranqueadas de Wild Rift
Build, runas e guia para jogar como atirador de Ashe em Wild Rift