Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

Crítica: Arcane vai muito além de Vi e Jinx, mostrando como todos são vilões e heróis

Crítica: Arcane vai muito além de Vi e Jinx, mostrando como todos são vilões e heróis
2

Os três primeiros episódios da série animada de LoL foram lançados neste sábado (6), na Netflix, mostrando mais das histórias de personagens já conhecidos da comunidade

*O MGG Brasil recebeu acesso antecipado aos 4 primeiros episódios de Arcane.

A comunidade de League of Legends sempre amou, mas nunca se contentou com as cinemáticas incríveis do MOBA, que deixavam todo mundo com gostinho de quero mais. Quando a série animada Arcane foi anunciada durante o evento de aniversário do LoL, em 2019, até mesmo quem nunca “pisou” em Summoner’s Rift ou Howling Abyss se animou. Neste sábado (6), data de lançamento da animação, três dos nove episódios foram apresentados ao público na Netflix.

Como ressaltou Alex Yee, cocriador da série, Arcane é uma história sobre dualidades. Existem conflitos entre Piltover e Zaun, Vi e Jinx, Silco e Vander, Viktor e Jayce, e entre vários desses personagens, além dos próprios conflitos internos que cada um deles carrega. “Você pode ser o herói na sua própria história e o vilão na de outra pessoa”, disse Yee.

Jinx e Vi

League of Legends

A dualidade entre Jinx e Vi já conhecemos da lore de LoL, mas em Arcane temos a chance de ver como as duas eram carne e osso antes do acidente que mudou o destino de ambas. Vi é superprotetora em relação à Powder, mas ainda assim abre espaço para que a irmã se desenvolva - encorajando-a a seguir seus passos, mas também incentivando-a a continuar criando suas pequenas bombinhas e dispositivos. 

No entanto, Powder não tem tanto sucesso nem em uma coisa e nem em outra, como Mylo ressalta diversas vezes, dizendo que ela traz “jinx” ao grupo, palavra inglesa que significa azar. Principalmente depois que a pequena gangue, composta também por Claggor, sai correndo de Ladoalto para voltar até a Subferia, é possível perceber o fardo que Vi carrega: se sentir responsável por Powder, depois que ambas perderam tudo no ataque entre Zaun e Piltover, e por um futuro melhor para ela e todas as crianças e jovens de Zaun que têm a vida sugada pelo conflito entre duas cidades, durante o qual nasceram.

É claro que o fim do Ato I pode fazer com que as pessoas escolham defender diferentes lados da história, mas será que é realmente possível colocar a culpa em apenas um deles? Se eu pudesse escolher um culpado, seria o sistema no qual Piltover obriga Zaun a lutar para se desenvolver, e não uma criança e uma adolescente marcadas por traumas. Ainda assim, isso não justifica o que vem pela frente - o MGG Brasil teve acesso ao quarto episódio de Arcane e garante que muitos tiros e explosões estão por vir (Jinx que o diga).

Silco e Vander

League of Legends
League of Legends

É impossível não odiar Silco desde o primeiro momento em que ele aparece, assim como é impossível não simpatizar com Vander. Enquanto o primeiro trabalha para que a droga cintila possa ser utilizada contra Piltover de alguma maneira, mesmo que isso custe a vida de quem mora em Zaun, como ele, Vander cuida de quatro jovens com futuro incerto, ao mesmo tempo em que precisa gerir a Subferia - visto que ele é uma espécie de exemplo e símbolo de coragem e rebeldia.

Mas novamente as dualidades aparecem. Vander carrega um arrependimento com ele: o ataque entre Piltover e Zaun que é mostrado no início do episódio um, quando ele troca suas manoplas por duas crianças perdidas. O personagem parece, até certo ponto, arrependido do estrago que o conflito causou, e assim, buscando algum conforto e sossego, Vander “se entrega ao sistema”, caindo em acordos com o alto escalão da guarda de Piltover.

Quando a cidade passa a questionar porque ele parece ter se tornado tão passivo em relação à violência de Piltover contra Zaun, Vander acaba decepcionando quem não entende suas questões - em especial Vi, que por meio do pequeno Ekko, descobre que Vander não é exatamente quem ela pensava ser, ainda que a jovem o perdoe (ou entenda).

Ao longo dos episódios, é possível perceber que Silco e Vander possuem algum tipo de ligação, e isso muda tudo. O que levou “vilão” e “herói” a brigar? Assim como Jinx, Silco parece ter um motivo para o que quer fazer, ainda que isso não justifique as atitudes de nenhum dos dois.

Além disso, acredito que a teoria de que Vander pode vir a se tornar Warwick ainda não precisa ser completamente descartada pela comunidade. E isso não seria lutar contra a narrativa ou forçá-la a ser algo que não é, teorias são teorias e não fazem mal a ninguém.

Piltover e Zaun

League of Legends
League of Legends

Não é difícil traçar um paralelo entre o Ladoalto e a Subferia com qualquer cidade que possua um bairro de classe média alta próximo de uma periferia. A diferença entre classes sociais é nítida, assim como a discrepância entre oportunidades, as exceções à regra, o desinteresse em melhorar a vida de quem sofre, o surgimento de corrupção e o abuso da força policial.

O conselho de Piltover não parece se importar muito com o que vai além de seu interesse - como o potencial dos estudos de Jayce, que desperta a curiosidade de Viktor, o temor de Heimerdinger e a ambição de Mel - que quer se destacar em meio aos conselheiros preguiçosos.

As lores de Viktor e Jayce no portal Universo do LoL dão a entender coisas diferentes, o que as diferencia ainda mais da maneira como o encontro dos dois acontece em Arcane. Ainda assim, há algo em comum entre eles, além da inteligência: a vontade de oferecer poder ao povo, seja para as classes sociais mais baixas de Piltover, ou para os trabalhadores abandonados de Zaun.

Dessa maneira, quais seriam os próximos passos das pesquisas de Jayce e Viktor? Mel continuará apoiando elas? Jayce pode voltar a ter destaque após seu julgamento? Mas a pergunta mais importante é: estaria Piltover disposta a entregar, mesmo que uma pequena parte, do poder Hextec a Zaun?

Arcane encanta, mas é canônico?

League of Legends

Arcane é tudo o que os fãs de League of Legends um dia pediram à Riot. A trilha sonora se encaixa muito bem com todas as cenas, os momentos de tensão são para valer e a procura por referências e detalhes não cansa, como perceber que o macaquinho de brinquedo de Jinx, presente até no clipe da música Jinxed, era na verdade um alarme de Vander para avisar as crianças que elas precisavam se esconder, ou que Powder adotou o nome Jinx após ouvir de tantos, inclusive da pessoa que mais amava, que ela trazia azar.

Alguns fins prematuros doem bastante, enquanto outras cenas são capazes de levar ao desespero e até a gatilhos de abandono e crise de ansiedade.

Arcane é um presente para quem acompanha LoL há anos, para quem chegou na comunidade há pouco tempo e até para quem não faz parte dela. Você não precisa ter jogado o MOBA ou lido sobre sua lore previamente para compreender as histórias que são apresentadas na animação - mas quem sabe ela não seja um convite para conhecer o restante de Runeterra?

League of Legends

Estou ansiosa pelos próximos episódios e de maneira alguma quero caçar agulha em palheiro, mas me pergunto se o que vemos em Arcane é ou não canônico - e se as lores dos personagens serão atualizadas. O que assistimos é a história nunca contada sendo revelada ou algo que foi desenvolvido entre o que já conhecíamos e o novo?

Depois da decepção que o evento Sentinelas da Luz foi para muitos jogadores ao redor do mundo, a possibilidade de ouvir que Arcane é um universo alternativo amedronta.

Lembrando que universos alternativos não são um problema. Quem gosta de histórias em quadrinhos, principalmente as de super-heróis, está acostumado com elas e entende bem a ideia de milhares de histórias que não necessariamente têm a mesma origem ou se conectam. Ainda assim, seria legal da parte da Riot avisar a comunidade desta possibilidade.

A Riot está colocando Arcane em absolutamente todo lugar e aqui está a prova

O marketing nunca esteve tão pesado acerca de League of Legends e viemos mostrar o porquê

Como ganhar as skins gratuitas de Arcane no LoL

Visuais inspirados na série de League of Legends da Netflix poderão ser adquiridos ao completar missões dentro de jogo

Visual novel de Arcane dá recompensas, incluindo Prime, para LoL, Valorant e mais jogos da Riot

A experiência jogável de Arcane dá recompensas para jogadores de todos os games da Riot, inclusive aqueles que possuem o Prime

2
Beatriz Coutinho
Bia  - Repórter

Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.

Diego Rodrigues dos Santos há 6 meses

Quando sai os próximos episódios?

Diego Rodrigues dos Santos há 6 meses

Quando sai os próximos episódios?

Mais Reportagens

18:35 CBLOL 2022: Flamengo Los Grandes fecha com Tay e dois sul-coreanos
17:18 LoL: Bel'Veth não é exatamente o que a comunidade imagina; Riot explica
11:41 O campeão capaz de quebrar o LoL que será ainda mais poderoso no próximo patch
12:00 LoL: Com Determinação Mortal, Pantheon está pronto para se tornar Guardião Estelar nesta fanart
10:00 Cosplay impressionante de Kindred Florescer Espiritual do LoL tem até mesmo grande cabeça do Lobo
16:00 Fanart de casamento entre Graves e Twisted Fate do LoL faz referência a cena de Piratas do Caribe
12:00 Os 12 campeões mais jovens do LoL
16:39 MSI 2022: "Estamos aqui pelo título, não só para brincar", diz Turtle na estreia da EG no Hexagonal
14:00 Riot lança animação de Bel'Veth, a Imperatriz do Vazio, nova campeã do LoL; assista
13:59 LoL: A mecânica que preocupa a Riot e pode ser alterada no próximo patch

Recomendados

Bel'Veth ainda nem foi oficializada no LoL pela Riot e já ganhou várias fanarts
As maiores novidades do LoL: novas skins, campeões, reworks e mais
Tudo o que você precisa sobre a segunda temporada do ULT, o reality show de LoL

Descubra guias

Guia do MSI 2022: horários, jogos, grupos e todas as informações do mundialito de LoL
Como ganhar RP de graça no LoL? Veja métodos oficiais e seguros
Guia do 2º split do CBLOL 2022: tabela, times, jogos, ingressos e mais informações