Millenium / Artigos e reportagens de games /

Jaguares Esports encerra atividades após escândalo de falta de pagamentos a atletas

Jaguares Esports encerra atividades após escândalo de falta de pagamentos a atletas
0

Organização atuava em modalidades como CS:GO, Valorant e Rainbow Six Siege

Jaguares Esports encerra atividades após escândalo de falta de pagamentos a atletas

A Jaguares Esports anunciou na noite desta terça-feira (31) o encerramento das atividades da organização nos esportes eletrônicos. Atual campeã da Gamers Club Masters Feminina de CS:GO e atuante também no competitivo de jogos como Valorant , game no qual chegou ao top 8 VCT Brazil: Challengers Playoffs, e Rainbow Six Siege e Wild Rift, a org comunicou a decisão 11 dias após o jornalista Gabriel Oliveira, do GE, publicar uma reportagem revelando que Jaguares devia salários e pagamento de premiações a atletas de diferentes modalidades que representavam a organização, que também chegou a atuar no cenário de Free Fire, disputando a Série B da LBFF 4 e LBFF 5.

"Estamos finalizando as operações da Jaguares Gaming. Vamos suspender temporariamente as atividades para reestruturação das nossas atividades internas e externas. Agradecemos de coração todos que apoiaram, compreenderam e torceram por nós durante nosso tempo ativo com os times", disse a equipe em um breve comunicado no Twitter. A organização também ressaltou que quaisquer esclarecimentos ou demais questões devem ser tratadas pelo e-mail da organização: jaguaresgg@gmail.com

O imbróglio da falta de pagamentos

De acordo com a reportagem do GE publicada no dia 20 de agosto, dezenas de pessoas que representaram a organização ao longo dos últimos meses acusaram a Jaguares de atrasar pagamento de salários e repasse de premiações, descumprindo acordos salariais que haviam sido estabelecidos entre as partes. Embora tenham preferido se manter em anonimato ao revelar as informações, todos os entrevistados tinham uma acusação em comum contra Jaguares: a falta de transparência na hora de cumprir acordos estabelecidos entre as partes.

Questionada pela reportagem do GE sobre os atrasos na organização, a coproprietária da Jaguares, Stella de Jesus, confirmou o atraso em pagamentos e que estava trabalhando para "arrumar a casa", mas alegou vários dos atrasos em pagamentos ocorreram porque atletas contratados pela organização haviam demorado a emitir notas fiscais para receber o dinheiro.

Os entrevistados, no entanto, sustentaram que mesmo os atletas que emitiam as notas fiscais regularmente, conforme exigido pela Jaguares, estavam com com salários e repasses por pagamento em premiações atrasados.

Na onda de imbróglios envolvendo a organização, a Jaguares chegou a anunciar no dia 5 de agosto a contratação de uma lineup feminina de Valorant. Em julho, quando as jogadoras haviam iniciado as negociações para representar a tag, elas pediram a inclusão de uma cláusula contratual que tratasse do atraso de pagamentos, pois já tinham conhecimento da situação da org. No dia 17 de agosto, apenas 12 dias após o anúncio oficial, as cinco jogadoras anunciaram que estavam deixando a Jaguares.

Além disso, a apuração do GE aponta ainda que a Jaguares deve R$ 6.750,00 à lineup feminina de Valorant que representou a organização até julho de 2021, quantia fruto de premiações conquistadas pelas jogadoras em três campeonatos que integram o circuito Protocolo: Gêneses. A equipe conquistou R$ 2 mil pelo 3º4º lugar na terceira etapa classificatória, R$ 750 pelo 7º/8º lugar na quarta etapa e outros R$ 4 mil pelo 7º/8º lugar nas finais do circuito

Ainda de acordo com o GE, durante uma reunião de Stella de Jesus com atletas da Jaguares, a empresária teria dito que que parte da culpa pelos atrasos seria dos próprios jogadores. Ela teria argumentando que os jogadores e jogadoras eram o “produto” do clube e, se a equipe tinha dificuldades financeiras para efetuar o pagamento, isso ocorria porque o “produto estava errado”, o que teria despertado a revolta de várias pessoas presentes na reunião.

"Estamos regularizando o negócio. Como a gente agencia a galera, a gente paga eles quando a gente recebe o dinheiro. É uma questão que está no contrato, a gente explica e manda e-mail, mas eles não pensam nisso. Eles não veem o lado da empresa. Precisamos arrumar a casa", disse Stella à reportagem do GE na ocasião.

Alienware encerra parceria com a Riot após acusações de assédio sexual no estúdio

Decisão foi tomada pouco antes de a desenvolvedora de League of Legends, Valorant e Teamfight Tactics tornar pública a absolvição de Nicolo Laurent

esports-lol

Gambit Esports encerra operações em League of Legends

Antiga Moscow Five fez história no cenário internacional de LoL e foi o lar de ícones como Alex Ich e Edward

esports-valorant

Riot volta atrás e mantém Nicolino afastado das transmissões do VCTBR

Narrador havia sido reintegrado ao time após ficar mais de um mês afastado por conta de acusações de assédio

0

Mais Reportagens

19:45 "É muito fácil ser jungler num time desse", diz Tay sobre estreia da LOUD no CBLOL 2022
16:12 Jogador da paiN testa positivo para Covid-19 e jogos contra Liberty e Kabum são adiados no CBLOL
16:00 Fã cria abertura de anime para Valorant e o resultado é incrível
14:00 Rioter revela qual é a posição mais injustiçada do LoL
12:00 CBLOL 2022 Primeira Etapa: Tabela de pontuação
19:30 MIBR anuncia saída de Apoka do comando do time de CS:GO
18:28 Cariocão na Tribo: Gaules transmitirá Campeonato Carioca 2022 na Twitch em parceria com Ronaldo
18:02 CS:GO: 00Nation anuncia contratação do argentino Try, ex-9Z
16:34 A interação "tóxica" de LeBlanc que foi retirada de LoL pela Riot
16:15 O que esperar da RED Canids para o CBLOL 2022?

Recomendados

22 pro players negros de destaque nos esports no Brasil e no mundo
Fundadora do Joga Sapatão fala sobre importância do coletivo de streamers lésbicas
Afrogames e a luta coletiva de jovens negros por mais oportunidades nos games

Descubra guias

Tier List de melhores campeões de Wild Rift no patch 3.0
Quanto gastei no LoL? Site oficial mostra dinheiro investido no game
Como marcar, melhorar a defesa e sofrer menos gols em FIFA 22