Millenium / Artigos e reportagens de games / League of Legends /

LoL: "Não sou jogador de Academy. É CBLOL ou outra região", diz Goku sobre futuro

LoL: "Não sou jogador de Academy. É CBLOL ou outra região", diz Goku sobre futuro
0

Campeão do segundo split de 2019 pelo Flamengo, jogador disse que não teve opção ao ser movido para a equipe Academy do Rubro-Negro

LoL:

Em entrevista ao Combo Podcast, Bruno "Goku" Miyaguchi, atual suporte do Flamengo Academy de League of Legends e campeão do segundo split do CBLOL 2019 pelo Rubro-Negro, deixou claro que seu futuro como pro player não está na liga de revelação e desenvolvimento de talentos do LoL brasileiro. O jogador, que chegou a ser eleito o melhor mid laner do país em 2019 e no fim de 2020, deixou claro que pretende voltar o quanto antes a competir no CBLOL ou, caso não retorne ao time principal do Flamengo ou receba uma proposta interessante de outra organização, jogar em alguma liga fora do Brasil. A prioridade do jogador, no entanto, é seguir como atleta do Fla.

"Eu não sou jogador de Academy e deixo isso bem claro para todo mundo, não faz sentido eu jogar lá, então é CBLOL ou outra região, não tem outra opção. Mas eu acredito que consigo dar outro título para o Flamengo, mas depende total das circunstâncias, se eu vou ter a oportunidade. Se eu não tiver, vou olhar outros times no Brasil, e caso eu não goste (das propostas) eu vou olhar para fora, não tem outra opção. O meu desejo é jogar o CBLOL pelo Flamengo", frisou.

Em outubro de 2019, pouco disputar do Worlds 2019 pelo Flamengo, Goku perdeu o pai em um acidente de carro no município de Água Clara, no Mato Grosso do Sul. O pro player de LoL conduzia o veículo em que estava com o pai quando foi surpreendido por caminhão trator, que vinha na mesma pista em sentido contrário na BR 262. O pai de Goku morreu no local do acidente, e na temporada de 2020 o jogador teve uma queda acentuada de rendimento, até que no fim daquele ano o jogador foi movido para o time Academy.

Segundo o próprio Goku, sua ideia era dar uma pausa na carreira, mas como ainda tinha contrato com o Flamengo, disse que não teve escolha a não ser jogar pela equipe Academy do Flamengo, que foi campeã no primeiro split deste ano e está na briga pelo bicampeonato da liga de desenvolvimento como uma das principais candidatas ao título.

"Na verdade, a escolha não foi minha, eu não pedi para jogar o Academy. Claro, o jogador pode chegar e pedir para jogar lá, mas a notícia veio para mim de última hora e eu não tenho o que fazer, pois tenho contrato, mas não foi escolha minha. Eu estava totalmente fora do que ia acontecer no time, e poucos dias antes de contratarem ou anunciarem o Tutsz, eles me avisaram que eu ia para a Academy, e foi nessa hora que eu pensei ‘pô, não sei se quero jogar no Academy’, tipo, a Academy não é para mim e todo mundo sabe, tanto é que eu joguei agora e ganhamos, não é que era óbvio, mas era a obrigação", ressaltou.

Recentemente, Goku foi movido da rota do meio para atuar na posição de suporte, enquanto Jean Mago se tornou o mid laner do Flamengo Academy. A mudança de posição, entanto, não incomodou Goku, que diz estar se divertindo na nova função.

"Primeiro, suporte é uma posição muito carente no Brasil. Segundo, a maioria dos suportes não são decisivos, às vezes o campeão é playmaker, mas a maioria dos jogadores são muito passivos. Terceiro, eu posso olhar mais o mapa jogando de suporte, posso fazer o que eu quiser no mapa sem me preocupar com farmar, por exemplo. Quarto, eu gosto muito de jogar de suporte, me divirto muito jogando na posição", disse o pro player.

esports-lol

CBLOL: "Talvez esse carinho venha do meu esforço", diz Drop sobre apoio da comunidade

Atirador da Netshoes Miners, Drop fala sobre como enxerga o apoio que recebe da comunidade - nem sempre tão receptiva - que acompanha o CBLOL

LoL: Perkz ganha BMW de R$ 600 mil como presente da Cloud9

Não por acaso, mid laner sérvio sorriu de orelha a orelha com o presentão

esports-lol

"Não repetiremos os mesmo erros do último split", diz Ranger sobre Flamengo no CBLOL

Caçador do Flamengo, Ranger garantiu que o clima entre a equipe "não está ruim" e que ele e seus colegas não repetirão "os mesmos erros do último split"

0
Gabriel SALES
Gabriel Sales

Jornalista apaixonado por games desde o jardim de infância e fã de quase todo tipo de RPG, especialmente os da série Chrono. Nos esports, shooters e jogos de luta são minhas maiores paixões, mas abraço qualquer jogo com uma cena competitiva pulsante.

Mais Reportagens

12:50 CBLOL 2022: RED Canids tem acerto encaminhado com Boal
12:48 Somente 2 jogadores no mundo chegaram ao elo Platina dos Desafios do LoL até o momento
12:35 Novas skins Canção do Oceano no LoL são reveladas para Yone, Nidalee, Zeri, Ashe e Seraphine
11:35 Esse Lucian definitivamente nunca mais vai se sentir seguro ao voltar para a base no LoL
10:19 Mecânica única de Bel'Veth quebra os limites do LoL e surpreende a comunidade
09:21 O campeão do LoL que a Riot negligenciou de propósito até o rework
18:53 CBLOL: Los Grandes se torna sócia da Simplicty e disputará segundo split como Flamengo Los Grandes
18:35 CBLOL 2022: Flamengo Los Grandes fecha com Tay e dois sul-coreanos
17:18 LoL: Bel'Veth não é exatamente o que a comunidade imagina; Riot explica
11:41 O campeão capaz de quebrar o LoL que será ainda mais poderoso no próximo patch

Recomendados

Bel'Veth ainda nem foi oficializada no LoL pela Riot e já ganhou várias fanarts
As maiores novidades do LoL: novas skins, campeões, reworks e mais
Tudo o que você precisa sobre a segunda temporada do ULT, o reality show de LoL

Descubra guias

Guia do MSI 2022: horários, jogos, grupos e todas as informações do mundialito de LoL
Como ganhar RP de graça no LoL? Veja métodos oficiais e seguros
Guia do 2º split do CBLOL 2022: tabela, times, jogos, ingressos e mais informações