Menu
Millenium / Artigos e reportagens de games / Legends of Runeterra /

LoR: Três brasileiros participam de nova edição do Fight Night

LoR: Três brasileiros participam de nova edição do Fight Night
1

Deach, Mafraju e STAN representam o Brasil em um dos campeonatos internacionais mais prestigiosos do cenário do card game de LoL

LoR: Três brasileiros participam de nova edição do Fight Night

O Fight Night, um dos campeonatos internacionais mais prestigiosos de Legends of Runeterra, chega à 22ª edição das Américas nesta sexta-feira (15) com a participação de três brasileiros: Daniel "Deach" Micheletti, Julia "Mafraju" Mafra e Stanley "STAN". O torneio acontece semanalmente com premiação em dinheiro e historicamente conta com representantes do Brasil que conseguem bons resultados.

A competição é organizada pela Giant Slayer, que faz parte da agência de mídia norte-americana Wisdom, e sempre traz oito participantes convidados com base em resultados de outros torneios e posição na fila ranqueada do LoR. Além disso, tanto o vencedor quanto o segundo colocado garantem a participação na edição seguinte do Fight Night.

É o caso de STAN, que foi campeão da 21ª edição em uma final de 2 a 1 contra o norte-americano Moe, no que foi a sua segunda grande conquista do campeonato, depois de figurar como vice por muitas semanas. Retornando para defender seu título, o jogador diz que uma das chaves para o sucesso em torneios de LoR é nunca parar de estudar o metagame e tentar antecipá-lo.

"Optei por não jogar com o meu deck favorito, o qual penso que seja um dos mais sólidos do jogo atualmente (Swain-Ez/Draven) para jogar com uma line-up que vai bem contra ele, porque pela minha leitura de meta acredito que este será o deck predominante [deste Fight Night]."

Deach também já foi campeão do Fight Night, logo na primeira vez que participou, em 2020. É sua terceira aparição, mas agora ele chega com uma mudança de mentalidade. "Naquela época eu entrava me sentindo sempre o underdog, pois via os nicks dos players mais conhecidos, com vários títulos, e me sentia inferior. Hoje já tenho muito mais experiência e confiança em mim, ainda mais depois de me classificar para as finais do Sazonal. Sempre que inicio um torneio me coloco como o oponente a ser batido".

Já Mafraju faz a sua estreia no campeonato, sendo a primeira jogadora brasileira e segunda mulher a participar. "Fiquei chocada e em seguida super animada em ter a oportunidade de jogar contra esses jogadores extraordinários, espero conseguir representar bem e chegar o mais longe possível". Ela também disputou o Sazonal, da Riot Games, e já teve a oportunidade de enfrentar os conterrâneos em outros torneios da comunidade brasileira. "São sempre jogos tensos e bem disputados, fico feliz e com um leve nervosismo de poder disputar contra eles [no Fight Night]".

Imagem: Riot Games/Reprodução - Legends of Runeterra
Imagem: Riot Games/Reprodução

Sobre os possíveis embates deste Fight Night, Deach revela animação em poder enfrentar STAN e Moe, seus companheiros de equipe na Hydra Esports, mas também diz que gostaria de jogar contra Sean "swim" Huguenard e Calhoun "BBG" Mathis, dois dos maiores streamers e theorycrafters de LoR. Mafraju, do time WNX, compartilha o desejo de bater de frente com BBG, quem ela diz sempre ter tido vontade de enfrentar, além de poder ter uma revanche contra Moe, com quem jogou no Sazonal. STAN, por sua vez, quer uma final brasileira - como já aconteceu em outras edições do campeonato.

Independentemente dos resultados deste Fight Night, é inegável que a comunidade brasileira do LoR representa uma das regiões mais competitivas e proativas do jogo, com iniciativas como a Liga Brasileira de Runeterra, LoR Masters Brasil e Brasil Open Series. Além disso, foram mais de 200 representantes do Brasil na primeira etapa do Sazonal e seis que avançaram para o Top 32, além de excelentes e vitoriosos resultados em campeonatos internacionais como o Duels of Runeterra e Jam Fest. Não à toa, jogadores de outras regiões - como o próprio Moe - adentraram no cenário nacional para participar de competições locais, reconhecendo a força de nossos jogadores.

"Nós brasileiros temos uma reputação muito boa internacionalmente no LoR. Possuímos centenas de jogadores de alto nível, e isso é espelhado na quantidade de representantes brasileiros que o Fight Night convida toda semana", relata STAN. "Já são cinco brasileiros campeões de Fight Night e esse número só tende a crescer. Não podemos esquecer da Liga Brasileira, que é a maior liga de Runeterra do mundo atualmente, atraindo jogadores de vários países e servidores".

"Gostaria de agradecer à comunidade brasileira de LoR por ter me incentivado desde o início a não ficar no casual e sim tentar competitivamente algo que eu achava que seria impossível", conta Mafraju. "Sempre brinco nas transmissões que aprendemos juntos todos os dias e basicamente a comunidade se tornou minha segunda família, um simples texto não consegue expressar o quanto eu sou grata a todos vocês".

Deach ressalta como os jogadores podem se ver no cenário competitivo, caso tenham este sonho, dando como exemplo o próprio método de participação do Fight Night, que reconhece bom desempenho em outros campeonatos e na ladder. "Isso implica que todos os jogadores têm uma chance de estar lá e não é apenas um torneio fechado para jogadores conhecidos". O sentimento é enfatizado por STAN: "Este é o melhor momento se você quer começar a competir e se destacar".

A 22ª edição do Fight Night Américas começa às 20h (horário de Brasília) e você pode acompanhar os jogos por meio da transmissão oficial no canal da Giant Slayer ou assistir às streams dos participantes na Twitch, que geralmente exibem suas partidas com cinco minutos de atraso, seguindo regras da competição.

  • Canal do Deach na Twitch
  • Canal da Mafraju na Twitch
  • Canal do STAN na Twitch

Cronograma 2021 de LoR inclui expansão de Shurima, modo cooperativo e mais

Jogadores podem esperar um ano repleto de novidades, com novos campeões chegando independentemente do lançamento de novos conjuntos

1
DeachTV há 1 mês

Obrigado pela matéria. Vamos buscar mais um título para o Brasil!

Mais Reportagens

08:55 Riot Games anuncia vagas de emprego para produção de seu MMO
10:57 Nova expansão Impérios dos Ascendentes traz campeões de Shurima a Legends of Runeterra
19:57 Riot Games investiga CEO da empresa por discriminação de gênero e assédio sexual
03:02 Iannogueira perde revanche contra BlazinAzn na 24ª edição do Fight Night de Legends of Runeterra
01:34 Iannogueira é campeão da 23ª edição do Fight Night de Legends of Runeterra
11:00 Deach defende o título em 23ª edição do Fight Night de LoR com mais dois brasileiros
00:59 Brasileiro Deach é campeão da 22ª edição do Fight Night das Américas de Legends of Runeterra
13:34 Três brasileiros participam de nova edição do Fight Night de Legends of Runeterra
19:25 Notas da atualização 2.0 de LoR trazem nerfs para Pack Your Bags e novo guardião
21:38 Todas as novidades de LoL e do universo de Runeterra anunciadas nesta sexta

Recomendados

Exposed nos esports: como denunciar e agir diante de casos de violência sexual
MGG Brasil realiza ação de lançamento e entrega headsets personalizados a influenciadores
Quem dá mais? A regulamentação das apostas no Brasil e seu impacto nos esports

Descubra guias

Decks budget para começar bem no cardgame de LoL
Guia Legends of Runeterra: Como jogar o card game do universo de LoL