Millenium / Artigos e reportagens de games /

Crossfire Stars 2020: Vincit Gaming perde para Q9 e fica com vice-campeonato mundial

Crossfire Stars 2020: Vincit Gaming perde para Q9 e fica com vice-campeonato mundial
0

Equipe brasileira empatou MD5 após perder nos dois primeiros mapas, mas foi derrotada no quinto jogo da série

Crossfire Stars 2020: Vincit Gaming perde para Q9 e fica com vice-campeonato mundial

A Vincit bem que tentou uma reação histórica na final do Crossfire Stars 2020, mas acabou derrotada pelos chineses da Q9 e acabou com o vice-campeonato mundial. A equipe brasileira tentava seu bicampeonato mundial e terceiro título consecutivo para o país na competição e empatou a MD5 após perder os dois primeiros mapas, mas acabou derrotada no quinto e decisivo jogo da série.

A Q9 começou melhor na partida e ganhou nos mapas Viúva Negra (10x8) e Satélite (10x7). Na sequência, a Vincit respondeu com duas vitórias nos mapas Porto (10x6) e um triunfo na prorrogação da Sub (13x111). O último confronto foi disputado na Ankara, e apesar de uma série disputada até o fim, a Q9 levou a melhor e fechou a série em 10 x 8.

Com o resultado, o time de Ryuzao, Lukaum, Notzin, Fefe e MNDS levou a premiação de US$ 150 mil (R$ 773,5 mil). Na disputa do terceiro lugar, a Black Dragons, campeã mundial em 2018 e vice-campeã na CFS 2019, venceu a Super Valiant, da China, por 2 a 0 (10x6 na Porto e 10x5 na Sub) e faturou o prêmio de US$ 130 mil (R$ 670 mil).

Competição historicamente dominada pelos chineses, a Crossfire Stars vinha de uma série de dois anos com o Brasil no topo do mundo. Em 2018, a Black Dragons bateu a ruLegends, da Rússia, por 3 a 0. No ano passado, Vincit e Black Dragons protagonizaram a primeira final brasileira da história, com a Vincit levando a melhor por 3 a 0.

Na edição deste ano, Vincit e BD se encontraram novamente na CFS, desta vez nas semifinais, com vitória dos agora vice-campeões mundiais por 2 a 1.

esports-csgo

Bordão "Qué Ota" de Lucas1 é homenageado em operação Broken Fang do CS:GO

A Valve já tinha utilizado o bordão "Qué Ota" do brasileiro Lucas1 em outras operações

esports-valorant

Valorant First Strike: Fzn, da Gamelanders, encara final contra a Pain "quase como um clássico"

Jogador da equipe mais vencedora do Brasil destaca vantagem no confronto direto contra rival da final deste domingo, mas evita falar em freguesia

Valorant First Strike: Kon4n, da Pain, fala em ir com "sangue nos olhos" contra a Gamelanders

Um dos principais destaques de sua equipe na vitória sobre a Imperial, jogador deseja "vingança" por derrotas em competições anteriores

0

Mais Reportagens

14:00 Esta história de amizade restaura a fé de qualquer um na comunidade tóxica do LoL
12:00 Cosplay de Eula de Genshin Impact é de congelar qualquer um
10:00 Aprenda a vencer seu 1v5 de Vayne com essa jogada de LoL
19:00 LOUD anuncia entrada no mercado da moda em parceria com Pedro Andrade da PIET
18:58 CS:GO: Dev1ce brilha e faz 70 kills em estreia pela NiP, mas perde para Anonymo
18:21 Jogo brasileiro Skydome terá torneio Choque de Guardiões: Primeiro Impacto
16:16 Six Invitational: NiP perde duas, mas supera Oxygen, e MIBR sai do G4
16:14 LoL: RNG responde Cloud9 com meme brasileiro e fãs caem na risada
13:11 Casal Yadinho quebra a internet e viraliza mundialmente
11:47 Twitch bate recorde de audiência com 2,1 bilhões de horas assistidas em abril

Recomendados

Qual é o futuro das loot boxes no Brasil?
Afrogames e a luta coletiva de jovens negros por mais oportunidades nos games
Exposed nos esports: como denunciar e agir diante de casos de violência sexual

Descubra guias

Quando a MIBR joga?
Quando a FURIA joga?