Menu
Millenium / Artigos e reportagens de games / Free Fire /

Free Fire Continental Series: Team Liquid é campeã e leva US$ 80 mil

Free Fire Continental Series: Team Liquid é campeã e leva US$ 80 mil
0

A Cavalaria lutou bravamente e conseguiu garantir o topo da tabela, seguida pelo Santos HotForex, SS Esports, Pain Gaming e Flamengo B4

Free Fire Continental Series: Team Liquid é campeã e leva US$ 80 mil

A Team Liquid se sagrou campeã da Free Fire Continental Series (FFCS) neste sábado (28), com 151 pontos e 36 abates. O Santos HotForex também garantiu 151 pontos, mas no critério de desempate - de pontos por colocação - a Cavalaria acumulou 79 pontos contra 75 do Peixe, que ficou com o segundo lugar da tabela. A SS Esports ficou na terceira colocação geral, com 136 pontos, seguida de Pain Gaming e Flamengo B4.

Com a conquista, a Team Liquid leva não só o troféu da FFCS como também a premiação de US$ 80 mil (aprox. R$ 430 mil).

O campeonato encerra o calendário competitivo oficial de Free Fire em 2020 e teve premiação total de US$ 300 mil (R$ 1,6 milhão). O evento contou com transmissão no canal do Free Fire Brasil no YouTube e na Booyah!. Durante as partidas, os jogadores puderam resgatar recompensas exclusivas e muitos diamantes pela BOOYAH!, além de aproveitar eventos in game e o lobby do jogo totalmente personalizado pelo tema FFCS.

Veja abaixo como ficou a tabela final de classificação:

Free Fire

Vale apontar o domínio das equipes brasileiras ao longo da competição, que contou também com equipes do restante da América Latina. Nas quedas finais, apenas times do Brasil conseguiram Booyahs e a disputa pelas posições do topo da tabela ficou apenas entre equipes nacionais, mostrando a hegemonia do país no cenário de Free Fire.

MVP da FFCS

Lukastd, da Team Liquid, ganhou o título de MVP (jogador mais valioso), por ter garantido 13 abates ao longo das finais da FFCS.

Distribuição de premiação da FFCS

Premiação total: US$ 300 mil

  1. Team Liquid - US$ 80 mil (aprox. R$ 430 mil)
  2. Santos HotForex - US$ 50 mil (aprox. R$ 270 mil)
  3. SS Esports - US$ 30 mil (aprox. R$ 160 mil)
  4. Pain Gaming - US$ 26 mil (aprox. R$ 140 mil)
  5. Flamengo B4 - US$ 22 mil (aprox. R$ 120 mil)
  6. Vivo Keyd US$ 18 mil (aprox. R$ 96 mil)
  7. RED Kalunga - US$ 16 mil (aprox. R$ 85 mil)
  8. Arctic Gaming - US$ 14 mil (aprox. R$ 75 mil)
  9. Cruzeiro - US$ 12 mil (aprox. R$ 65 mil)
  10. Ignis Esports - US$ 12 mil (aprox. R$ 65 mil)
  11. Savage Esports - US$ 10 mil (aprox. R$ 54 mil)
  12. Team Aze - US$ 10 mil (aprox. R$ 54 mil)

Dicionário Free Fire: O glossário completo de termos e gírias

Para entender o que precisa para garantir o seu Booyah!

0

Mais Reportagens

16:53 Free Fire: Série C da LBFF bate recorde com mais de 19 mil times inscritos
19:21 Free Fire: Primeira etapa da Série C da LBFF é adiada em uma semana
15:09 BOOYAH! anuncia programa para ensinar novatos a jogar Free Fire
10:34 Associação brasileira processa Riot, Garena, Valve e outras empresas pela venda de loot boxes
14:59 Free Fire World Series retorna com edições em abril e novembro
13:07 Free Fire: Corinthians anuncia contratações de Zenac e Bruno7 para a LBFF
16:45 Como conseguir o novo personagem de Free Fire, Shiro, gratuitamente
14:57 Free Fire foi o segundo esport mobile mais assistido no mundo em 2020
10:01 Nobru e Cerol apresentam mansão da Fluxo de Free Fire em vídeo
16:14 Free Fire: Santander é o novo patrocinador da LBFF

Recomendados

Bolo Free Fire: 20 ideias temáticas do battle royale
Dicionário Free Fire: O glossário completo de termos e gírias
A história do fenômeno LOUD: Saiba mais sobre a equipe e seus influenciadores

Descubra guias

Requisitos mínimos para jogar Free Fire no celular Android e iPhone e PC
Como resgatar códigos do battle royale da Garena com o Free Fire Rewards
Free Fire: Símbolos para usar no nick e ter um nome único