Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

CS:GO: Dead está em um novo projeto com seis integrantes e à procura de uma organização

CS:GO: Dead está em um novo projeto com seis integrantes e à procura de uma organização
0

O ex-manager da MIBR confirmou a rescisão de contrato com o clube e revelou que já está em outra iniciativa

CS:GO: Dead está em um novo projeto com seis integrantes e à procura de uma organização

A fila de Ricardo "dead" Sinigaglia andou e ele já está em um novo projeto de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). A informação veio do próprio profissional, que também aproveitou para anunciar que não tem mais qualquer vínculo ou obrigação com a MIBR.

O tuíte do ex-manager da MIBR chegou a público nesta quarta-feira (28). Nele dead revelou que a nova line-up que ele está cuidando já conta com outros seis integrantes e está procurando por uma organização para representar em 2021. Segundo ele, será a partir de janeiro que a coisa toda engrenará de fato.

Dead passou por grandes organizações desde que começou a atuar nos bastidores dos esportes eletrônicos, entre elas a Luminosity Gaming, SK Gaming e mais recentemente a própria MIBR. Neste período ele foi um dos responsáveis por ajudar o CS brasileiro a se reerguer internacionalmente, especialmente quando LG e SK conquistaram títulos de Major.

Na MIBR o brasileiro viu seu trabalho sofrendo grande queda. A equipe não conseguiu ter um bom desempenho e ele deixou a organização pela porta de trás após a polêmica do "bug dos coachs", a qual ele foi acusado de ter se aproveitado do bug em benefício próprio. No início ele não recebeu as acusações de uma boa maneira, mas depois entendeu o lado dos juízes que analisaram as demos, pois mesmo sem querer e perceber, ele se colocou em uma situação que podia ferir o código de conduta dos torneios.

Além do que foi dito, não há mais informações sobre o projeto de dead e muitos menos quem são estes outros seis integrantes. Não há nem mesmo a possibilidade de saber se são brasileiros ou não, já que ele possui domínio da língua inglesa e pode trabalhar com players de outras nacionalidades sem qualquer restrição.

Com o fim da temporada se aproximando, é provável que as novidades fiquem para 2021.

esports-csgo

Rebirth Esports anuncia line-up feminina de CS:GO com três brasileiras e duas chilenas

As jogadoras têm passagens por grandes equipes do cenário

esports-csgo

NiKo troca FaZe Clan pela G2 Esports no CS:GO

Os rumores sobre a nova equipe do bósnio se confirmaram!

0
Jairo Junior
Jairo Junior

Publicitário por formação, jornalista por vocação e vidrado nos esportes eletrônicos por paixão. Também conhecido como Foxer nos joguinhos online.

Mais Reportagens

13:45 CS:GO: Astralis dispensará K0nfig após jogador se envolver em pancadaria, diz site
11:00 Ranking HLTV: FURIA sobe 6 posições e retorna ao top 10 mundial
09:34 ESL Pro League S16: FURIA enfrenta Outsiders nos playoffs
10:00 CS:GO, Valorant, Free Fire e mais: Todas as vezes em que o Brasil foi campeão mundial nos esports
17:37 ESL Pro League S16: FURIA vence Team Liquid e mantém 100% de aproveitamento
13:11 ESL Pro League S16: FURIA vence Movistar Riders e continua invicta
16:50 O Boticário lança campeonato feminino de CS:GO como parte do projeto Heroínas do Game
14:51 FURIA estreia com vitória sobre Eternal Fire na ESL Pro League S16
17:00 Tier list da ESL para RMR Américas tem Imperial e FURIA abaixo de Team Liquid
12:45 IEM Katowice e IEM Cologne 2023 de CS:GO têm datas reveladas

Recomendados

Os 7 maiores jogadores brasileiros de CS:GO (até agora)
Quais são as piores armas do CS:GO? Pro players opinam
"O time que eu estiver será o melhor" e outras frases marcantes da história do CS

Descubra guias

Comandos para treinar e como montar sua configuração no CS:GO
Todas as patentes e ranks do CS:GO
Dicionário CS:GO: O glossário completo de termos e gírias