Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach

CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach
0

No total são oito brasileiros punidos

CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach

A Esports Integrity Commision (ESIC) revelou mais uma onda de banimentos de treinadores de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) por conta do famoso "bug do coach". No total oito brasileiros apareceram na lista e receberam punições. Alguns como Ricardo "dead" Sinigaglia não são novidade, porém, outros como Nicholas "guerri" Nogueira e Alessandro "Apoka" Marcucci aparecem pela primeira vez oficialmente.

Fora os oito brasileiros, mais 29 pessoas foram penalizadas pela ESIC. O banimento é valido para competições que possuem parceria com a entidade como ESL, DreamHack, BLAST e até outros de menor expressão, mas isso não impede de outras organizadoras adotarem as mesmas medidas. O tempo de cada afastamento varia de acordo com a gravidade do que foi feito, diante das análises realizadas internamente.

Os brasileiros punidos foram:

  • Ricardo "dead" Sinigaglia (ex-MIBR) - 6.5 meses banido
  • Nicholas "guerri" Nogueira (FURIA) - 4 meses banido
  • Alessandro "Apoka" Marcucci (BOOM) - 5.4 meses banido
  • Bruno "⁠ellllll⁠" Ono (paiN Gaming) - 10 meses banido
  • Henrique "⁠rikz⁠" Waku (DETONA Gaming) - 10 meses banido
  • Pedro "⁠peu⁠" Lopes (W7M Gaming) - 10 meses banido
  • Arthur "prd" Resende (RED Canids) - 10 meses banido
  • Arno "⁠ArnoZ1K4⁠" Junior - 10 meses banido

Alguns treinadores internacionais extremamente conhecidos e respeitados também apareceram na lista. Robert "⁠RobbaN⁠" Dahlström, Faruk "⁠pita⁠" Pita, Slaava "⁠Twista⁠" Räsänen e Sergey "⁠starix⁠" Ischuk são alguns exemplos.

De acordo com o que disse dead na última sexta-feira (25), as penalizações da ESIC estão sendo aplicadas até mesmo sem uma evidência de que os treinadores usaram o bug. A entidade explicou a ele que, a partir do momento que o bug acontece e o coach não desconecta da partida, ele já está se colocando numa posição que fere a integridade do esporte, mesmo que não tenha obtido nenhuma vantagem com isso.

Sendo assim, apesar do bug ser o mesmo, cada casa é único. Guerri e Apoka por exemplo, seguem alegando inocência e explicaram que estavam atrás dos seus jogadores enquanto acontecia o bug e não em seus próprios computadores. O técnico da FURIA fez um vídeo inteiro explicando o caso, enquanto Apoka fez um tuíte afirmando que qualquer um poderia ver que na suas VOD's em que o bug acontece, ele nem mesmo mexe o mouse, pois não estava no PC.

Outros como prd admitiram culpa e aceitaram a punição sem reclamar. Ele chegou inclusive a ser afastado da RED Canids, que era o time em que ele atuava recentemente.

O comunicado completo da ESIC pode ser conferido na série de tuítes abaixo:

0

Mais Reportagens

15:27 CS:GO: v$m poderá disputar Majors e RMRs após Valve mudar regras sobre banimento
15:47 FURIA vence MIBR, mas jogadores lamentam estreia contra brasileiros
15:10 FURIA elimina MIBR e avança na BLAST Premier Spring Showdown 2021
17:47 "Derrota decepcionante", diz EliGE após eliminação da Liquid
17:22 Aim Lab: Como usar para treinar mira no Valorant, CS:GO e outros jogos de tiro
16:23 Liquid perde para Dignitas e é eliminada da BLAST Showdown 2021
16:06 Exit jogará BLAST e próximo RMR pela MIBR, no lugar de danoco
10:57 Agenda completa de quando o FalleN joga pela Team Liquid
14:31 FURIA e paiN sobem, MIBR volta ao top 30 e Gambit é top 1 no ranking da HLTV
13:27 CS:GO: Pain conquista título da ESEA Cash Cup North America

Recomendados

Aim Lab: Como usar para treinar mira no Valorant, CS:GO e outros jogos de tiro
Sete jogadoras para ficar de olho no cenário feminino de CS:GO e Valorant
Vsm pode ter uma carreira internacional no CS:GO?

Descubra guias

Quando a MIBR joga?
Agenda completa de quando o FalleN joga pela Team Liquid
Quando a FURIA joga?