Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa

CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa
0

Fato tem chances de acontecer pois Apoka foi punido pelo "bug do coach" em torneio RMR

CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa

A BOOM Esports pode ter seus pontos do Regional Major Ranking de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) resetados. A possibilidade existe pois Alessandro "Apoka" Marcucci foi punido recentemente pela Esports Integrity Commision (ESIC) por conta do polêmico "bug do coach" e uma das rodadas mencionadas acontecia durante um evento RMR.

Mais especificamente, o documento da ESIC aponta que o bug do coach aconteceu com Apoka durante o duelo contra Isurus, no ESL One Road to Rio South America, em 24 de abril. Usando o caso da MIBR como exemplo, a equipe perdeu todos os seus pontos pelo mesmo motivo: Não desconectar ao se deparar com um bug em uma rodada de um evento RMR.

O caso da BOOM no entanto ainda não está encerrado. Isso porque a retirada dos pontos precisa partir da Valve, assim como foi feito com a MIBR, e não de nenhuma outra empresa ou entidade. As chances no entanto são grandes vide o que aconteceu com a MIBR.

Em contato com o M.GG, o manager da equipe brasileira Eduardo Góes afirmou que a BOOM já foi notificada da possibilidade da perda dos pontos, mas nenhuma decisão oficial foi tomada até o momento. Por conta da probabilidade existir, a organização já está reunindo provas para uma possível futura defesa, caso seja necessário.

"Compilamos uma série de provas que defendem nosso ponto", disse Eduardo.

Falando sobre a permanência de Apoka no cargo, o manager afirmou que ainda não pode afirmar nada sobre o assunto diretamente. Ainda assim, ele reiterou que a posição do clube é que "Apoka é inocente e nosso desejo é continuar com ele no nosso time".

Eduardo Góes também colocou em seu Twitter o exato momento que o bug aconteceu no duelo contra os argentinos da Isurus, para que o público possa assitir e "julgar por si mesmo". Confira:

Em campeonatos da ESIC que contemplam ESL, DreamHack, BLAST e outros, Apoka foi banido temporariamente por 5.4 meses. Desde que a BOOM permita ele ainda pode participar do dia a dia dos treinamentos normalmente, mas não pode atuar e nem mesmo estar presente fisicamente ou virtualmente no mesmo local que os atletas em partidas oficiais.

O desfecho desta história deve acontecer em breve, com um possível pronunciamento da Valve a respeito do caso. Até lá, a BOOM segue como primeira colocada no ranking:

Ranking RMR sul-americano | Foto: Liquipedia/Reprodução - Counter-Strike: Global Offensive
Ranking RMR sul-americano | Foto: Liquipedia/Reprodução
0

Mais Reportagens

20:05 Quem é Lincoln "Fnx" Lau? Prodígio do CS e acusado em exposed do esport
18:57 Episódio completo de "De Férias com o Ex" com fnx acontece nesta quinta (6)
11:27 Com MIBR, Sharks e mais, confrontos dos playoffs do CBCS Elite são definidos
18:38 Veja 11 jogadores que optaram por migrar de CS:GO a Valorant
12:56 FURIA perde para forZe e é eliminada do Spring Sweet Spring 1
12:16 CS:GO: AdreN retorna ao comando técnico da Team Liquid
15:14 CS:GO: TACO, S1mple e XANTARES ironizam entrada de Ancient na rotação de mapas
13:51 Gio dá nome para posições da Ancient para facilitar gameplay no novo mapa
13:15 Valorant Champions Tour 2021: Masters Reykjavík não terá o novo mapa Breeze
12:42 MIBR Day contra Covid é anunciado com Gaules, fnx, Lindinho, Casimiro e mais

Recomendados

Aim Lab: Como usar para treinar mira no Valorant, CS:GO e outros jogos de tiro
"O time que eu estiver será o melhor" e outras frases marcantes da história do CS
Sete jogadoras para ficar de olho no cenário feminino de CS:GO e Valorant

Descubra guias

Quando a MIBR joga?
Quando a FURIA joga?
Agenda completa de quando o FalleN joga pela Team Liquid