Menu
Millenium / Artigos e reportagens de games / Counter-Strike: Global Offensive /

CS:GO: BiDa, Bczz e Spacca opinam sobre queda da MIBR e futuro de jogadores

CS:GO: BiDa, Bczz e Spacca opinam sobre queda da MIBR e futuro de jogadores
0

A organização também está em situação complicada e teve seus próximos passos discutidos

CS:GO: BiDa, Bczz e Spacca opinam sobre queda da MIBR e futuro de jogadores

(Foto: MIBR/Reprodução)

A MIBR e o elenco de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) vivem um momento complicadíssimo e completamente atípico. Dois jogadores e o manager foram retirados do time, um pediu para ir à reserva e dois restaram sem saber o próprio futuro. Na comunidade muitos discutem quais devem ser os próximos passos da organização e dos pro players e o que é melhor para ambos os lados. No Millenium, Bernardo "BiDa" Moura, Otávio "bczz" Boccuzzi e Guilherme "spacca" Spacca opinaram sobre todo o assunto e contaram o que esperam que virá pela frente.

A primeira pergunta que surgiu na cabeça de muitos foi: Será que o clube acertou nas mudanças? BiDa e bczz concordaram que a saída de fer e dead já era esperada, principalmente pelas polêmicas fora de jogo. Ao mesmo tempo, ambos ficaram surpresos quando TACO apareceu neste pacote de despedida. Outro ponto interessante que foi levantado tanto por Spacca quanto pelo BiDa é o fato do projeto não ter alcançado em nenhum momento aquilo que almejava há cerca de dois anos atrás quando foi anunciado.

"Pelo ponto de vida da organização era um investimento muito grande e provavelmente o salário deles era de tier 1 por conta da época que foram contratados, talvez com exceção do trk que entrou numa época mais defasada. Manter isso é complicado e a MIBR pedir por resultados é algo importante. Pelo menos se manter em uma boa colocação no ranking da HLTV. Fora também outros gastos como o próprio bootcamp na Sérvia que eles estiveram recentemente. O esperado é a cobrança mesmo. Sobre as dispensas, eu não acredito que o dead tenha usufruído do bug e nós não sabemos realmente, mas a maneira como o time respondeu ao banimento foi completamente errado e ainda gerou a perda dos pontos RMR, dores de cabeça na parte de relações públicas e tudo mais, então acho que sim foi o suficiente para cortar relações com o manager, até para deixar claro que a equipe não apoia trapaça principalmente que sempre que houve algum desentendimento os jogadores justamente falavam de honestidade. O fer, por mais que tenha sido um jogador incrível, acho que seria sim uma mudança importante já que haviam muitos problemas acontecendo e eles não eram solucionados. Até mesmo fora de campo ele chamou atenção de forma negativo pro time muitas vezes em streams e nas redes sociais. Apenas o TACO me pegou de surpresa e confesso que não esperava. Houve uma época que eu mesmo falei que ele estava abaixo do nível e até poderia ser cortado por isso, mas mais recentemente ele estava jogando muito bem", disse BiDa.

"Acho que fer e dead acabaram saindo por questões mais fora do jogo do que propriamente dentro do servidor", opinou bczz. "Foram algumas polêmicas nos últimos meses acabaram complicando até o próprio nome da Immortals na gringa. Dentro do server acho que o TACO havia melhorado bastante".

"Obviamente a gente não sabe o que de fato acontece dentro de uma organização e a relação dela com os players, mas talvez a organização não quis dar continuidade ao projeto, que já teve diversas mudanças no decorrer dos anos. Acho que as expectativas eram muito altas desde o início da volta do mibr e isso pode ter pesado", afirmou spacca.

BiDa e bczz ficaram surpresos com a saída de TACO da MIBR | Foto: MIBR/Reprodução - Counter-Strike: Global Offensive
BiDa e bczz ficaram surpresos com a saída de TACO da MIBR | Foto: MIBR/Reprodução

A forma como tudo aconteceu também chamou atenção da comunidade mundial. Jogadores e diretoria mostraram total falta de sintonia, discordaram de decisões publicamente e deixaram o clima que já não estava bom ainda pior.

Bczz lançou um olhar sobre o prisma dos pro players e não concordou com a forma como o clube lidou com as coisas. BiDa foi pelo caminho contrário e disse que ficou "triste" com a reação dos atletas a tudo que aconteceu. Spacca se manteve mais neutro e acredita que os dois lados agiram de acordo com seus próprios direitos.

"Acho que a MIBR lidou muito mal com a comunicação da decisão perante os players. Sem julgar se as mudanças eram certas ou erradas, acho que fazer uma reunião, explicar a motivação e aí sim prosseguir com a decisão seriam atos mais corretos. Aparentemente os players só foram comunicados", questionou bczz.

Pelo menos com as informações que eu tenho, eu fiquei muito triste pela maneira como os jogadores reagiram a tudo que aconteceu", deixou claro BiDa. "É difícil falar sobre o assunto pois não estamos dentro do time para termos todos os detalhes de cada lado, mas ver os jogadores saindo com esta rixa e brigando com a organização que defenderam por dois anos é complicado. Além disso também é chato ver esta tag que conquistou muita coisa no 1.6 nesta situação. Eu nem sei se a maneira como a equipe performou nos últimos anos é tão ruim quanto a maneira como os jogadores agem e falam que a organização é a culpada da separação e de todo o resto".

"Isso [atitudes da organização e jogadores] é algo muito pessoal e difícil de analisar, principalmente se tratando de um 'core' de jogadores que se conhecem bem e, independente dos resultados recentes, acreditam uns nos outros. O FalleN tem o direito de ir para a reserva, assim como a mibr tem o direito de reformular o time", explicou spacca.

Até o momento o quinteto da MIBR continua com contrato vigente com a organização. Fer e TACO terão uma reunião na próxima semana para uma possível rescisão amigável, enquanto a situação de FalleN que pediu para ir para reserva ainda é incerta. Kng e trk seguem na line-up, mas não sabem até quando já que não possuem companheiros para jogar.

Quando perguntados sobre o futuro dos jogadores, as respostas do trio foram unânimes e todos gostariam de vê-los em outras equipes. Spacca também levantou a possibilidade da manutenção da escalação com ressalvas, enquanto BiDa e bczz estão ansiosos principalmente para ver TACO e FalleN em times internacionais.

"Se eles acreditam que essa é a line que finalmente trouxe um pouco de perspectiva ao time depois de várias mudanças, o natural seria se manter juntos", falou spacca. "Mas eu gostaria mesmo é de ver esses jogadores usando todo o seu potencial em outros times e com outros jogadores, seria uma experiência nova para todos".

"Disband dos cinco ou junções parciais destes jogadores, já que perderam os pontos do Major", cravou bczz sobre o que acha melhor para a ex-MIBR. "Eu ficaria bastante feliz em ver TACO atuando na gringa como na época da Liquid, assim como o FalleN também tem potencial para jogar em qualquer equipe".

BiDa falou mais especificamente sobre cada um: "O trk e o kNg devem continuar na MIBR e acredito que o trk teria uma função muito importante pois ao mesmo tempo que é novo, teve essa experiência com jogadores lendários. Então seria legal vê-lo ainda por lá com uma line-up mais jovem. Eu gostaria muito de ver o FalleN na FaZe no lugar do Kjaerbye, mas acho muito difícil vê-lo na Europa. Ele já disse em entrevistas que gostaria de voltar para o Brasil quando se aposentasse, então acho que com uma casa nos Estados Unidos com a Letícia e um cachorro e já com 29 anos - a carreira deve durar cerca de mais dois anos - ele não iria querer se mudar agora para pouco tempo depois voltar para o Brasil. Pensando no nosso cenário, não sei onde ele se encaixaria por aqui. O fer eu não consigo vê-lo se encaixando em outras equipes e começando do zero. Creio que ele voltará para o Brasil, entrará em algum time, não vai nem treinar direito e vai amassar qualquer um, enquanto ainda segue com suas streams. Por fim, o TACO creio que tenha espaço nesta nova Cloud9 que quer recriar uma grande equipe. Até porque ele já tem toda aquela identidade de ter jogado muito bem com os norte-americanos da Liquid.

"Tem também a opção de Fer, FalleN e TACO ficarem juntos. Mas aí será uma história completamente diferente pois eles não teriam espaço numa Cloud9 por exemplo. E só para deixar claro, a história do 'Last Dance' é full zoeira", completou BiDa.

O
O "The Last Dance" foi descartado por todos | Foto: Reprodução

Além de Fer, FalleN, kNg, trk e TACO, a MIBR é o lado que precisa agir mais rapidamente. Isso porque dos cinco elementos, apenas dois estão parcialmente a serviço do time, enquanto o tempo está passando e compromissos firmados estão cada vez mais próximos. Inclusive, alguns destes eventos marcados foram lembrados por BiDa que lamenta esta pressa: "A BLAST e o FLASHPOINT estão aí e são dois campeonatos cujas vagas são da organização e não dos jogadores. Por conta disso eles terão que montar uma line-up mais rapidamente, o que é prejudicial pois não terá uma calma maior para selecionar novos jogadores".

A palavra usada por BiDa, Spacca e bczz foi "reformulação". Todos gostariam de ver jogadores que estão mostrando serviço no Brasil recebendo a oportunidade de ter uma grande estrutura para morar e jogar na cena norte-americana. Sem citar nomes, Spacca afirmou que "temos vários talentos que poderiam entrar no time e quem acompanha o cenário sabe que temos mão de obra para isso". Bczz disse que é "impossível não citar players da BOOM e paiN" e que um dos seus preferidos para a vaga é Rodrigo "biguzera" Bittencourt. BiDa não foi longe disso e quer ver a volta de João "felps" Vasconcellos, assim como a entrada de Marcelo "chelo" Cespedes também da BOOM e Eduardo "dumau" Wolkmer da YeaH Gaming.

Será que os jogadores da BOOM estão na mira da MIBR? | Foto: BOOM/Reprodução - Counter-Strike: Global Offensive
Será que os jogadores da BOOM estão na mira da MIBR? | Foto: BOOM/Reprodução

Fora montar uma nova line-up, a MIBR ainda possui mais um obstáculo pelo caminho que é a forma como lidará com este novo time e como agirá como clube e empresa. Para Spacca, "O caminho é trazer pessoas que tem uma relação próxima com a tag a fim de ajudar nessa reformulação", enquanto bczz corroborou o discurso de Alexandre "Gaules" Borba classificando-o como "ponderado" e crê que uma "hierarquia mais de futebol, com um manager, um coach e os players completando", a exemplo da própria FURIA, é a melhor maneira de lidar com esta situação.

Por fim, BiDa não prevê mudanças imediatas neste sentido e acha que ainda é preciso de tempo para avaliar este tema: "Acho que mudando o time, mudam as necessidades. Quando tiver o time novo, eles precisarão de mais conteúdo pra apresentar os jogadores, então mais produção é algo a se pensar. Mas para falar a verdade, não sei se eles precisam de mais mudanças internas. Talvez só na parte do coach, pois agora será muito mais fácil trazer um. Talvez até algum mais parrudo como Peacemaker, apoka e elll.

E quanto a você, o que achou de todas estas polêmicas envolvendo MIBR e os jogadores brasileiros? E quanto ao futuro de ambos, o que seria melhor na sua opinião? Nós do Versus já demos nossas opiniões em vídeo e você pode fazer o mesmo no campo de comentários abaixo.

0

Mais Reportagens

15:53 FURIA derrota Team Liquid na BLAST Premier Fall 2020 Showdown de CS:GO
14:27 CS:GO: MIBR perde para Liquid e é eliminada da BLAST Premier Fall 2020 Showdown
14:00 Times com jogadores reserva são o futuro dos esports?
19:58 Razer Invitational LATAM tem sorteios de periféricos e Razer Gold
14:52 CS:GO: FURIA vence VP na BLAST Showdown 2020 e pode enfrentar MIBR valendo vaga
13:25 Gaules consegue carta de Casemiro no FIFA Ultimate Team
12:26 FURIA revela novo gaming office em São Paulo
18:38 Datas do Razer Invitational América Latina são anunciadas com CS, LoL, PUBGM e MLBB
22:04 "Finalmente vou jogar meu 1º camp pela Dignitas sem lag", comemora showliana
17:05 MIBR elimina FaZe e avança na BLAST Premier Fall 2020 Showdown

Recomendados

Sete jogadoras para ficar de olho no cenário feminino de CS:GO e Valorant
Vsm pode ter uma carreira internacional no CS:GO?
Com MIBR, FLASHPOINT 2 vai até dezembro; veja guia do torneio

Descubra guias

MIBR e FURIA disputam BLAST Premier Fall 2020 Showdown; veja guia do torneio
Quando a MIBR joga?
CS:GO: Comandos para treinar e como montar sua configuração