Millenium / Artigos e reportagens de games / BGS 2022 /

Maah Lopez: "Meu grande objetivo é abrir espaços para mais pessoas como eu"

Maah Lopez: "Meu grande objetivo é abrir espaços para mais pessoas como eu"
0

Embaixadora de marcas como Lenovo e O Boticário, streamer e apresentadora relembra começo da carreira no mundo dos esports e enaltece importância da diversidade e inclusão no meio

Maah Lopez:

A trajetória profissional da apresentadora de Esports, comentarista e streamer Maah Lopez no meio ainda é, nas palavras dela própria, "bastante recente", mas a paixão pelos games é antiga e, desde 2019, está numa constante curva ascendente de reconhecimento e visibilidade. Tudo começou quando Maah Lopez iniciou uma rotina de lives do Facebook e, meses mais tarde, assinou contrato com o Facebook Gaming, após finalmente ser convencida de que havia sido contactada por representantes da rede social, e não por algum golpista que tentaria roubar informações pessoais dela.

O crescimento como criadora de conteúdo fez Maah se tornar uma pessoa cada vez mais conhecida, principalmente no cenário de Free Fire, jogo em que ela trabalhou como apresentadora e comentaristas de competições como o Campeonato do Alok e a Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). Em 2022, Maah também se tornou apresentadora do VCT Game Changers, maior campeonato do cenário feminino de VALORANT no Brasil, e embaixadora de marcas como Lenovo - sendo uma das principais figuras do projeto Todo Mundo Joga, focado em diversidade e inclusão - e O Boticário, integrando o projeto Heroínas do Game.

Em entrevista ao MGG Brasil durante a BGS 2022, Maah falou sobre o crescimento profissional nos últimos 3 anos e revelou ter como grande objetivo ver, no presente e no futuro, mais pessoas como ela no futuro. Embora reconheça muitos avanços e maior representatividade hoje no universo dos games, com maior presença mulheres, pessoas pretas e da comunidade LGBTQIA+ do que em 2019, ela frisa que o caminho para um cenário mais igualitário ainda é longo.

O começo da carreira

Maah Lopez foi caster da LBFF em 2021e - BGS 2022
Maah Lopez foi caster da LBFF em 2021e

Maah Lopez conta que sempre foi uma fã dos games, mas os "compromissos da vida adulta" a fizeram se distanciar desse universo por alguns anos. Inicialmente, as lives no Facebook eram um hobby, mas a então streamer ganhou visibilidade e acabou se tornando caster de dois dos principais eventos de Free Fire do Brasil: o Campeonato do Alok e a LBFF. Desde então, Maah não deixou mais a cena de esportes eletrônicos e comemora a visibilidade que alcançou.

"Eu comecei a minha carreira lá em 2019, como streamer do Facebook. Eu sempre fui dos games, mas chegou um momento da vida adulta que me exigiu esse distanciamento. Só que surgiu em mim naquela época a necessidade de voltar jogar e ter a chance de poder interagir com outras pessoas, e pouco tempo depois eu assinei meu primeiro contrato profissional na área. Desde então eu consegui permanecer no cenário de esportes eletrônicos, e a visibilidade que as lives me deram me fizeram alcançar outros patamares. Fui convidada pelo Alok para ser comentarista dos campeonatos dele, e tudo isso me dez atingir a visibilidade que eu tenho hoje. Faz só 3 aninhos, mas aconteceu muita coisa boa e muita coisa grande na minha vida nesse período", comenta Maah.

Após a saída da equipe de transmissão da LBFF, no fim de 2021, Maah Lopez começou a trabalhar como apresentadora de campeonatos de outros jogos, com destaque para o VCT Game Changers e VALORANT e o primeiro campeonato oficial de Honor of Kings no Brasil, no qual o campeão se classificará para o mundial do MOBA, o Honor of Kings Championship 2022, com premiação total de US$ 10 milhões.

"A LBFF foi o primeiro campeonato profissional da minha vida em que eu trabalhei como comentarista, além do Campeonato do Alok, mas eu ainda não tinha muita experiência e nem me imaginava nesse cenário, mas foi algo que acabou acontecendo e somou muito para mim. Como tudo aconteceu muito rápido, eu fui entendendo no decorrer desse processo qual direcionamento eu queria dar para minha vida e minha carreira, e acabei tomando gosto pela apresentação. Eu tenho trabalhado recentemente em campeonatos de Valorant e também em Honor of Kings, que é um dos MOBAs mais jogados do mundo, e essa migração de comentarista/analista para apresentadora foi muito boa para mim. É o meu foco daqui para frente, até porque estou num momento de experimentar muitos jogos novos", projeta.

Luta por inclusão e diversidade

BGS 2022

Embaixadora do projeto Todo Mundo Joga, da Lenovo, Maah Lopez enfatiza que um de seus maiores objetivos profissionais hoje é contribuir para o aumento da diversidade no universo dos esportes eletrônicos. A apresentadora observa transformações positivas nos últimos anos, citando o aumento da diversidade na própria BGS como um sinal positivo.

"Quando eu entrei nesse cenário, eu não me via na maioria dos lugares, e isso me fez direcionar por qual caminho eu queria seguir como profissional, e isso me levou muito para a questão social, de levantar bandeiras importantes e procurar abrir espaço para termos mais pessoas como eu. Por isso foi tão importante somar nesse projeto", comenta

"Em abril eu acabei me tornando embaixadora da Lenovo, e acho que o meu papel hoje como profissional é trazer mais pessoas junto comigo, pois é uma causa coletiva, algo muito maior do que eu. Meu grande objetivo é dividir espaço com mais com histórias de vida parecidas com a minha. Precisamos de mais mulheres, mais pessoas pretas e LGBTQIA+ no nosso cenário, e felizmente temos progredido nesse sentido. Ainda temos muito o que melhora, mas com certeza eu vi muitos avanços nesses meus 3 anos. Eu não estou nessa sozinha, e tudo tem valido a pena.

Maah Lopez considera ainda que as transformações que o aumento da diversidade nos games e esportes eletrônicos é uma tendência irreversível. Ela reforça que continuará trabalhando em prol da inclusão e sempre utilizará a influência e visibilidade alcançadas nos últimos anos para trazer novos nomes para o cenário, e acredita que este também será o movimento de marcas que estão presentes nos games, seja de forma direta (marcas com produtos gamers em geral) ou indireta (empresárias não necessariamente ligadas a este universo, mas que promovem ações como patrocínios a times, jogadores, eventos e criadores de conteúdo.

"Pessoalmente, eu tenho me sentido cada vez mais realizada nesses 3 anos, embora 2 deles tenham sido de pandemia e com muitos eventos basicamente online. Mas, em relação à BGS, por exemplo, hoje eu vejo muito mais mulheres em posições de destaque nos palcos da feira do que na edição de 2019, e também temos mais diversidade em outras frentes. Temos mais pessoas pretas, PCDs, LQBTs, algo que eu não via tanto 3 anos atrás. É claro que é uma caminhada muito longa e ainda temos muito a avançar, especialmente nas estruturas que criam as desigualdades, mas acho que transformações importantes têm acontecido e vão continuar acontecendo nos próximos anos. Mesmo sendo um processo lento, marcas e comunidade têm percebido a importância da diversidade e inclusão nos games, inclusive do ponto de vista de negócio mesmo", defende.

"Hoje nós temos gente como o Black Will, um homem preto, de comunidade, que tem crescido cada vez e esteve em vários palcos da BGS este ano, e a Lagholas, que está brilhando na equipe de transmissão do CBLOL, ente tantos outros nomes. É um prazer você olhar para o cenário e ver essa transformação acontecendo, e muito em função da luta dessas pessoas, uma coisa que vem de muitos e muitos e anos e finalmente está rendendo frutos", conclui.

bgs
Cerol revela que vai lançar futuro MMORPG de criação própria

Em entrevista para o MGG Brasil no estande do Fluxo na BGS 2022, Cerol fala sobre Razek, seu novo jogo que é a realização de um sonho pessoal

bgs
brTT fala sobre possível retorno ao League of Legends e sua carreira musical

O ex-jogador profissional está presente na BGS 2022 e em entrevista para o MGG Brasil conversou sobre seus próximos passos e o evento

bgs
Thaiga fala sobre Princesinha 220v, a reação da comunidade e mais

Bianca "Thaiga" Lula conversou com o MGG Brasil durante a BSG 2022 e falou sobre sua carreira musical, a volta para o League of Legends e outros aspectos de sua vida como influenciadora da LOUD

0
Gabriel SALES
Gabriel Sales

Jornalista apaixonado por games desde o jardim de infância e fã de quase todo tipo de RPG, especialmente os da série Chrono. Nos esports, shooters e jogos de luta são minhas maiores paixões, mas abraço qualquer jogo com uma cena competitiva pulsante.

Mais Reportagens

15:24 BGS 2022: Estande da Acer teve convidados famosos, ativações com o público, conceito ESG e mais
11:00 "Smash Bros. Melee é um jogo que viverá para sempre", diz Hungrybox
10:00 "Ganhar o Six Invitational 2023 é o grande objetivo" da Team Liquid, dizem Paluh e Nesk
15:00 "VALORANT veio para colocar o último prego no caixão do cenário feminino de CS:GO", diz Nahzinhaa
10:00 Maah Lopez: "Meu grande objetivo é abrir espaços para mais pessoas como eu"
19:00 BGS 2022 | Quick Play: Faker chega a 100 jogos em Mundiais de LoL
19:20 BGS 2022 | Quick Play: Qual é o futuro da line-up de Valorant da LOUD?
19:07 BGS 2022: "Diversidade também é lucro" e as marcas estão reconhecendo isso, afirma Bryanna Nasck
16:30 Thaiga fala sobre Princesinha 220v, a reação da comunidade e mais
18:28 BGS 2022 | Quick Play: FURIA, Imperial, 00 Nation e 9z Team no IEM Rio Major

Recomendados

Mudando de vida: como Free Fire e LoL trouxeram novas perspectivas para a favela
PogChamp, LUL, Kappa: O significado e origem dos memes dos esports

Descubra guias

Quais são os melhores personagens de Genshin Impact?
Castelões Mecânicos Resident Evil 4 Remake: Onde encontrar todos os bonecos?
Hogwarts Legacy: Lista completa de todas as criaturas mágicas e onde encontrá-las