Millenium / Artigos e reportagens de games /

13 aberturas de games inesquecíveis do PS1

13 aberturas de games inesquecíveis do PS1
1

Vamos fazer uma pequena viagem para 25 anos atrás, retornando às cinematics introdutórias que mais nos marcaram durante a longa vida do venerável PlayStation 1

Hoje em dia as cinematics não são mais utilizadas como antigamente nos games. De modo geral, são mais objetivas, de modo a complementar a história e contar o que precisa ser contado. As desenvolvedoras economizam da maneira que podem, para poupar espaço, tempo, dinheiro e até mesmo focar mais na jogabilidade.

Ainda assim, essas cenas eram muitas vezes recebidas como "pequenas recompensas", para os olhos depois de superar uma fase em um jogo. Para homenagear as cenas de CGI, oferecemos a você uma pequena seleção de 11 aberturas que marcaram a história do PlayStation e a sua jornada como console.

Mega Man X4

A saga Mega Man já foi muito mais popular do que atualmente e entre o Super Nintendo e o PS1 ela viveu momentos de glória. Mega Man X4 é um dos melhores jogos da franquia e conta com uma abertura fantástica digna de animes. O game também não fica para trás com uma dinâmica até então nunca vista em jogos anteriores, e que viria a se repetir nas continuações X.

Final Fantasy 7

Apesar do Remake trazer gráficos bem aprimorados para a história, Final Fantasy 7 impressionou com sua abertura mágica. Não é difícil lembrar dos reatores, dos trens, Aerith e todo o contexto brilhante e cyberpunk do jogo.

O primeiro game da franquia a apostar em gráficos 3D trouxe uma história bastante marcante, personagens inesquecíveis e foi um marco no mundo dos RPGs e dos jogos em geral.

Abertura original de FF 7 em comparação com a do remake

Tekken 3

O último episódio da franquia de jogos de luta 3D da Bandai Namco lançado no PS1. Repleto de conteúdo e modos bobos como o famoso Tekken Ball ou o modo Tekken Force para desbloquear o personagem engraçado Dr. Bosconovitch, que só podia lutar deitado, este é definitivamente o Tekken favorito de muitos fãs. Além disso, o jogo teve direito a uma animação para ilustrar o final do arco de cada personagem (o de Gon é enorme) e sua introdução é claramente a mais forte da trilogia PS1.

Dragon Ball GT: Final Bout

Apesar de não ser canônico, Dragon Ball GT ficou no coração de muitos fãs, assim como esse jogo, que trazia os personagens icônicos em batalhas. Claro que o game é bem limitado e ficou bem atrás dos da geração posterior, mas a sua abertura é digna do anime, perfeitamente bem desenhada ao ponto de empolgar os jogadores.

Final Fantasy VIII

Tema de partir o coração, sequências de ação que apresentam dois dos personagens principais da história treinando em tempo de tempestade... aula do início ao fim! Qualquer jogador que conheceu o game em algum momento deve ter as primeiras palavras de Liberi Fatali gravadas em algum lugar de sua memória: fithos, lusec, wecos, vinosec... Inesquecível, assim como a música Eyes on Me que toca durante o CD3 do game.

Parasite Eve

O famoso RPG de terror que marcou demais o mundo dos games. Muitos fãs desejam a volta desse game em um remake épico, mas isso ainda não aconteceu. Parasite Eve foi baseado em um livro de mesmo nome e um dia pode dar as caras por aí... Em 2019 a Square Enix fez um registro da patente e como eles estão trabalhando em um Remake de Final Fantasy 7, não podemos perder a esperança.

Apesar de esse jogo estar na lista, a verdade é que suas cenas iniciais, na ópera e a primeira transformação do rato são bem mais impactantes. Ainda assim a abertura vai trazer muita nostalgia e qualidade.

Resident Evil

Um dos primeiros jogos de PlayStation e um daqueles que muito contribuíram para o surgimento do survival horror. Com essa abertura digna de uma série, a Capcom conseguiu a façanha de ser mais intensa que a série da Netflix lançada há pouco no serviço de streaming. Claro que é brincadeira (na verdade não é, e você provavelmente sabe disso).

É possível que essa abertura tenha deixado você indiferente na época, com sua atuação mediana e a narração que a acompanha, mas os cães zumbis são muito assustadores e bem-feitos para a época. Uma animação colorida sem censura está disponível na versão Director's Cut do jogo.

Chrono Cross

É um dos ícones do PS1, considerado quase tão bom quanto seu antecessor, Chrono Trigger, embora alguns fãs não queiram nem saber desse título. O RPG possui uma abertura muito marcante, além de uma trilha sonora que aquece o coração dos fãs. Mesmo para a época, o jogo ainda é considerado bom. Recentemente houve um remaster/remake que trouxe muitas melhorias gráficas.

Gran Turismo

Hesitamos em trazer GT2 por ser melhor graficamente, mas no final das contas é o primeiro jogo da franquia que marcou mais o coração dos fãs. O motivo é simples: nunca tínhamos visto tamanha fidelidade gráfica em um jogo de console do gênero, até o momento. Quanto ao game, nem precisamos falar dele, é cult, e a franquia continua até hoje no PS5 com Gran Turismo 7.

Tomb Raider

Difícil perder essa franquia se você é um jogador dos anos 90. As primeiras aventuras de Lara Croft começaram com um pequeno briefing da missão ao melhor estilo James Bond, com uma descrição da história do artefato Scion, procurado pela corporação Natla.

Silent Hill

O primeiro jogo de uma série de terror que viria para ficar. O jogo conta com criaturas assustadoras que marcariam os jogadores para sempre. Enfrentar uma neblina o tempo todo, a primeira vez que o alarme soa, tudo isso fica bem gravado na memória (com, talvez, um pouco de saudosismo), mas tudo começa logo na abertura.

Spider-Man 1 e 2

Sabemos que o jogo das gerações atuais são bastante notórios e muitos fãs estão aguardando o segundo jogo para PS5. No entanto, caso você seja um jogador mais antigo, sabe que os jogos do PS1 também foram incríveis, trazendo os vilões clássicos e batalhas contra inúmeros bandidos. Um fator interessante é que desde os jogos mais antigos, as franquias do aranha sempre seguem esse rumo de trazer vários inimigos juntos contra o nosso herói.

Os melhores (e piores) jogos da história de Resident Evil

Entre sucessos de crítica e público e títulos que não agradaram a quase ninguém, franquia da Capcom é uma mais importantes e influentes da indústria dos games

Final Fantasy: os melhores (e piores) jogos da história da série

Franquia de RPG da Square Enix já passou por algumas mudanças ao longo da história, mas sempre se manteve relevante em seus quase 35 anos

playstation
Stray é o jogo melhor avaliado na Steam em 2022

O jogo de gatinho deu o seu nome em seus poucos dias de lançamento superando grandes títulos AAA mesmo sendo um jogo indie

1
Vika Rosa
Vika Rosa  - Redatora

Jornalista, apaixonada por games, especialmente RPGs e mais especialmente ainda Final Fantasy e Kingdom Hearts. Amo fantasias, sejam em livros, filmes ou animações.

Tri J Games há 5 meses

Tem todas elas e muito mais no meu Kwai, só procurar por Tri J Games lá!

Mais Reportagens

21:26 Janna: Runas, builds e guia da campeã de LoL para jogar no meio
20:00 Amber Brawl Stars: Como jogar, dicas e tudo sobre a brawler
19:20 Kassadin: Runas, builds e guia do campeão do LoL para a rota do meio
19:00 Dead Space 2 Remake vindo aí? Pistas e easter egg apontam nessa direção
18:30 Gus Brawl Stars: Como jogar, dicas e tudo sobre o brawler
18:28 Dead Space Remake: 5 dicas para começar bem a sua aventura a bordo da USG Ishimura
17:52 Hogwarts Legacy: "A versão para Switch será perfeita!" garante desenvolvedor envolvido no jogo
17:45 O campeão do LoL que pode voltar ao meta em breve e para o qual você deve estar preparado
17:11 Dead Space Remake final secreto: como fazer e explicação
16:08 LoL: Cápsula Prime vai acabar? Riot faz publicação que deixa comunidade apreensiva

Recomendados

Mudando de vida: como Free Fire e LoL trouxeram novas perspectivas para a favela
PogChamp, LUL, Kappa: O significado e origem dos memes dos esports

Descubra guias

Lista de códigos de itens grátis ativos em Genshin Impact e como resgatá-los
Tier list 13.1b e guia dos melhores campeões de LoL
Reward FF Garena: Como usar o site de resgate de códigos de Free Fire